Conecte-se conosco

Apple

A Apple começa a liberar o uso do Flash da Adobe

App store flash adobe
A Apple está finalmente relaxando as restrições de aplicativos em sua App Store, autorizando uso limitado de ferramentas controladas por terceiros, como o software Adobe Flash, para a criação de programas que operam no iPhone e iPad.
 
Obviamente, após o anúncio, as ações da Adobe dispararam 11,3% na Nasdaq.

A Apple vinha sendo criticada por programadores devido às restrições injustificadas para a criação de aplicativos. A empresa havia, na prática, proibido os programadores de usarem o software Flash para criar aplicativos compatíveis com o iOS, o sistema operacional que do iPhonedo iPad.

 
Vale lembrar que a linguagem Flash é amplamente utilizada para criar vídeos, animações e websites na internet. Sua proibição de uso imposta pela Apple era uma clara ofensa às boas práticas de concorrência entre empresas e ao respeito ao consumitor.

Mas, neste último mês, a Apple anunciou que relaxará "todas as restrições a ferramentas de desenvolvimento usadas na criação de aplicativos para o iOS, desde que os aplicativos resultantes não baixem qualquer código.  Na prática, isto deve oferecer aos programadores a flexibilidade que desejam e ao mesmo tempo preservar a segurança de que precisamos".

"Ouvimos os criadores de aplicativos e aceitamos com seriedade muito do que eles nos disseram", anunciou a empresa em comunicado.

Brian Marshall, analista da Gleaser & Co., disse que a Apple está recebendo forte pressão dos criadores de aplicativos.

– O que determinou essa medida foram os protestos da crescente base de programadores para o iOS. As pessoas gostam de usar o Flash, e agora poderão empregar muitas tecnologias diferentes – disse Marshall.

A Apple também ofereceu maior abertura ao informar que divulgará publicamente as normas de aceitação de aplicativos da App Store, para ajudar os programadores a compreenderem de que maneira os aplicativos submetidos são avaliados. Essa era outra área controversa para alguns criadores de aplicativos, que se queixavam de que o processo de aprovação é opaco e arbitrário.

"Esperamos que isso nos torne mais transparentes e ajude nossos programadores a criar aplicativos de ainda maior sucesso para a App Store", afirmou a Apple.

 
Fonte: OGLOBO

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Apple

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top