Conecte-se conosco
nokia-android-phone

Geral

A Nokia admite que rejeitou o sistema Android

A decisão da Nokia de optar pelo sistema Windows Phone 7 (WP7) como seu principal smartphone OS, ao invés do Android, foi motivada pelo desejo de evitar um “duopólio” da indústria móvel entre o Google/Nokia e Apple, disse o CEO da Nokia, Stephen Elop, aos repórteres em uma conferência de imprensa hoje à noite em Barcelona, na véspera da GSMA Mobile World Congress….

A decisão da Nokia de optar pelo sistema Windows Phone 7 (WP7) como seu principal smartphone OS, ao invés do Android, foi motivada pelo desejo de evitar um “duopólio” da indústria móvel entre o Google/Nokia e Apple, disse o CEO da Nokia, Stephen Elop, aos repórteres em uma conferência de imprensa hoje à noite em Barcelona, na véspera da GSMA Mobile World Congress.

Elop disse que a gigante finlandesa de celulares havia sido “sondada” por ambas as empresas, Google (Android) e Microsoft, nas semanas que antecederam ao último anúncio de sexta-feira. “A decisão de juntar-se ao Android poderia ter inclinado o ecossistema móvel na direção de um duopólio, mas nós quisemos criar um desafio”, disse ele.

Elop observou que a nova parceria vai funcionar inicialmente como um simples acordo de OEM, no qual a Nokia pagará à Microsoft uma taxa para utilizar o seu software. Mas ele também falou sobre a significativa “transferência de valores” em termos financeiros que viriam a caminho da Nokia, como resultado de custos operacionais reduzidos e novas fontes de receita, tais como o acesso às pesquisas da Microsoft, além de recursos de publicidade. Esta contribuição financeira seria “na casa dos bilhões, não milhões“, disse Elop.

A Nokia ainda não foi capaz de dar um prazo firme para a data de apresentação do seu primeiro smartphone WP7, mas tudo indica que teremos um lançamento até o final do ano. Elop foi acompanhado no palco pelo vice-presidente sênior Jo Harlow, que disse que o investimento em no sistema Symbian continuará – pelo menos no curto prazo – antes de uma “transição cuidadosamente gerenciada” para o WP7. No entanto, houve pouca menção sobre o sistema Meego – o sistema operacional turbinado parceria entre a  Nokia e a Intel. Sabe-se apenas que esta plataforma terá seu primeiro smartphone apresentando também até o final deste ano.

.

Cavalo de Troia:

É claro, Stephen Elop foi forçado a rebatem as acusações de que – como um ex funcionário da Microsoft – ele agiu como um “cavalo de Tróia” face à Nokia na condução desta parceria, desde que foi nomeado CEO em setembro passado. Ele também negou rumores de que ele era um grande acionista da sua empresa anterior, afirmando que comprometeu-se a vender suas ações da Microsoft, tão logo fosse permitido.

.

O acordo foi visto como positivo para a Microsoft, que se beneficiará enormemente do suporte ao WP7 por parte do maior fornecedor de celulares do mundo. No entanto, a notícia não foi tão bem recebida na Nokia, onde alguns funcionários fizeram até um protesto nesta sexta-feira, em uma fábrica na Finlândia dedicada à plataforma Symbian. Os investidores pareceram igualmente preocupado com o negócio da Microsoft em relação ao ponto de vista da Nokia. Em razão do anúncio, as ações da empresa finlandesa caíram quase 15 por cento na bolsa de sexta-feira.

.

Fonte: Mobilebusinessbriefing.com

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top