Connect with us

Android

A “orkutização” chegou ao Instagram!

Na última terça-feira (3), a primeira rede social com foco em compartilhamento de imagens entre dispositivos móveis saiu da exclusividade dos usuários do iPhone. Sim, falo do Instagram, que abriu suas portas aos usuários do Android, sistema operacional presente, hoje, em 61% dos smartphones do Brasil. Com esta novidade, declarações um tanto pesadas de usuários de ambos os sistemas, Android e iOS (iPhones), rondaram a internet esta semana. Veja…

 

Na última terça-feira (3), a primeira rede social com foco em compartilhamento de imagens entre dispositivos móveis saiu da exclusividade dos usuários do iPhone. Sim, falo do Instagram, que abriu suas portas aos usuários do Android, sistema operacional presente, hoje, em 61% dos smartphones do Brasil. Com esta novidade, declarações um tanto pesadas de usuários de ambos os sistemas, Android e iOS (iPhones), rondaram a internet esta semana. Veja abaixo:

Os fatos:

A rede social tem pouco mais de dois anos e 27 milhões de usuários. Em março, foi anunciado que uma versão para o sistema operacional da Google estaria “a caminho”. Quem conhece o Android, bem como o iOS, sistema operacional do iPhone, conhece a guerra mundial de patentes e marketing gerado, bem como a legião de fãs que os dois sistemas agregam,  no entanto, não imaginei que a “batalha” chegaria a tanto.

O Instagram é extremamente popular entre os usuários do iPhone, chegando a ser posto como peso na comparação entre os sistemas operacionais, e era muito aguardado pelos usuários do Android desde o ano passado. A resposta a isso são números absurdos na Play Store, onde o aplicativo já se aproxima dos 5 milhões de downloads e tem média de avaliação 4.4, num máximo de 5.

No iTunes, loja de aplicativos do iOS, o Instagram está com uma avaliação ainda melhor. E, cabe lembrar que, até ontem, todos os 27 milhões de usuários possuíam iPhones. Está mais que provado que o aplicativo é amado pelos seus usuários. Mas, para alguns deles, era sua exclusividade para o sistema da Apple que o tornava “mágico”.

As reclamações:

Com a abertura da rede, o estardalhaço foi maior do que se poderia imaginar. Muitos usuários do Android comentaram que não querem “ mais uma rede social para tomar conta”, ou que “é possível viver sem”, já que há diversos aplicativos de câmera com filtro na Play Store, como o Pixlr-o-Matic. Do lado da maçã, usuários chegaram inclusive a fazer comentários preconceituosos, dando a entender que donos de iPhones são “ricos” e com “classe”, enquanto donos de Androids são “pobres” ou “menos cultos”. Nada mais irreal.

O que me pergunto é: os usuários do iPhone, que usavam o Instagram, se preocupavam com a exclusividade e status ou com a funcionalidade e uso da rede social? Se o fato de “orkutizar” seja a popularização do uso, perdoe-me mas, de onde vem o lado ruim?

Conclusão:

Jogando o preconceito de lado, o fato é que o Instagram é um caso de sucesso entre os aplicativos para smartphones. E, sendo assim, será cada vez mais utilizado. Então,  fica a  dica aos novos e velhos usuários: o que importa é a qualidade das fotos e o respeito entre os usuários. Qualquer outra coisa é de perda de tempo.

"There was a young lady named Bright Whose speed was far faster than light; She set out one day In a relative way And returned on the previous night."

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top