Conecte-se conosco
firefox_keon

MOBILE

Análise: Geeksphone Keon com Firefox OS

Desenvolvedor compartilha suas impressões sobre o Geeksphone Keon com Firefox OS, aparelho distribuído pela Mozilla para interessados em criar e testar seus aplicativos web na plataforma da fundação.

FFOS

Autor convidado: Carlos Becker

Recentemente, recebi da Mozilla um Geeksphone Keon com Firefox OS Developer Preview. Após alguns dias de uso e desenvolvimento, decidi escrever algumas linhas sobre ele.

Antes de mais nada, quero salientar que, como o próprio nome diz, tanto o aparelho quando o sistema são Developer Previews, o que significa que o seu público alvo são pessoas que pretendem desenvolver para a plataforma. Por causa disso, tanto o aparelho quanto o sistema operacional estão cheios dos mais variados bugs, alguns não sei nem dizer se são de software ou hardware. Não pretendo detalhar muito esse ponto, pois os bugs estão sendo discutidos no fórum.

Hardware

Como você já deve ter visto, o hardware não é lá dos melhores:

Especificações:

CPU Qualcomm Snapdragon S1 7225AB 1Ghz.

UMTS 850/1900/2100 (3G HSPA).

GSM 850/900/1800/1900 (2G EDGE).

Screen 3.5″ HVGA Multitouch.

Camera 3 MP.

4 GB (ROM) and 512 MB (RAM).

MicroSD, Wifi N, Bluetooth 2.1 EDR, Radio FM, Light & Prox. Sensor, G-Sensor, GPS, MicroUSB.

Battery 1580 mAh.

firefox_keon

Particularmente, achei a sensibilidade ao toque do aparelho ruim. As vezes tenho a impressão de que a tela “travou” sem nenhum motivo aparente (embora bloquear e desbloquear o aparelho seguidamente pareça “resolver” o bug). Outro ponto é a falta do botão “Voltar”: não o fato de não ter o botão em si, mas de muitos aplicativos não terem suporte para isso, dificultando o uso. De qualquer modo, levando em conta que é um Developer Preview, em geral, o conjunto aparelho/S.O. estão bons (lembre-se como era o Android nas primeiras versões).

Um problema é que (como sempre) o Brasil cobra muitos impostos. Os números a seguir são aproximados, mas dão uma ideia de quanto custou à Mozilla enviar o smartphone para o Brasil: o aparelho saiu dos EUA por 100 dólares com mais $100 de frete, ou seja, $200. Em cima dos $ 200, o governo aplicou mais 400 Reais de impostos e taxas.

Claro, quando os aparelhos começarem a ser revendidos no Brasil, eles não irão custar 100 dólares de frete cada um, e como o imposto é cobrado sobre o valor da mercadoria somado com o valor do frete, ele deve acabar abaixando também. No mais, acredito que a Mozilla acabará fazendo acordos com empresas que atuam no Brasil e, talvez, até mesmo com o próprio governo, para abaixar esses valores.

Software

O sistema funciona relativamente bem. A maioria dos apps como Facebook e Twitter, por exemplo, são apenas atalhos para os web apps dos mesmos, que você pode acessar a partir de qualquer smartphone. Funciona, mas não é a solução mais completa, nem a mais rápida.

De qualquer modo, é possível fazer e receber ligações e enviar e receber SMS, algo que não era possível nas primeiras releases do Ubuntu Touch, por exemplo.

As configurações estão bem completas, embora faltem alguns pequenos detalhes para alguns casos específicos. Inclusive, tem mais configurações do que eu achei que teria. Porém, o sistema ainda não tem um aplicativo de calculadora padrão.

Achei meio estranho o fato de “puxar de baixo para cima” para desbloquear e clicar em um botão em seguida. Prefiro o estilo Android, embora o bloqueio via PIN seja melhor (não é necessário apertar “OK” após digitar o PIN).

Construindo um App

Comecei a fazer algumas melhorias no WealCash (sistema de controle financeiro online) para que ele funcionasse bem no Firefox OS. O maior trabalho que tive não foi relativo ao sistema, e sim problemas de responsividade do app. No geral, telas com muita informação, que acabam “não servindo” na tela do aparelho. A parte mais legal do Firefox OS é justamente essa: faça seu webapp responsivo e ele simplesmente irá funcionar. Basicamente, a grande maioria das API’s do HTML5 estão disponíveis, o que abre espaço para os mais variados tipos de aplicativos e integrações.

Voltando ao WealCash, o único trabalho específico que tive, foi a criação de um arquivo manifest.webapp e a alteração do mime.types do nginx para setar os headers do arquivo corretamente (você pode encontrar informações sobre isso na documentação).

Após isso, submeti o mesmo para meu aparelho via adb (sim, o mesmo do Android) para testar se estava funcionando. Após testado, resolvi submeter o app para aprovação.

firefox_marketplace

Como eu estava na posição 62, achei que levaria um bom tempo para o app ser aprovado, porém, eu estava errado: aproximadamente 20 minutos depois o aplicativo já estava aprovado e podia ser baixado de qualquer dispositivo rodando Firefox OS! Inclusive, instalei ele no meu Keon:

firefox_home

Com certeza, ainda tenho muito trabalho pela frente. Alguns lugares do app eu ainda nem decidi o que vou fazer para otimizar a usabilidade, pois foi tudo pensado no modelo desktop. O básico do aplicativo porém, deve funcionar como o esperado. Você pode visualizá-lo aqui.

No fim das contas, acredito que o Firefox OS tenha mais chances que o Ubuntu Touch (duvido muito que venha a vencer o Android ou o iOS, e nem acho que queira). Enquanto a maioria das plataformas tenta prender o usuário em seu ecossistema, o Firefox OS é aberto e não exige que você estude nenhuma linguagem ou framework em específico, apenas o bom e velho HTML, CSS e JavaScript.

Sobre o WealCash: é um serviço de controle financeiro pessoal online no qual você pode contar cada centavo que passa pela sua conta, para saber sempre quanto você ainda pode gastar sem entrar no vermelho.

Sobre o autor Carlos Alexandre Becker: nascido em Marechal Cândido Rondon/PR, é desenvolvedor e atualmente trabalha em um novo produto na TOTVS S/A. Quando não está trabalhando, ele se dedica ao seu blog, projetos de código-aberto, novos produtos (como o Wealcash) e novos aprendizados. Suas especialidades são as linguagens Ruby e Java, mas também possui conhecimento em outras. É casado e mora com a esposa, em Joinville/SC.

Já vivia na nuvem antes de ser modinha.

Comentários

Mais de MOBILE

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top