Conecte-se conosco
Post Lollipop - Arte

Geral

Android 5.0 Lollipop: 7 novidades que o tornam a melhor versão do sistema

Listamos 7 motivos pelos quais o Android 5.0 Lollipop é a melhor versão do sistema operacional do Google. Confira!

Post Lollipop - Arte

A última versão do sistema operacional do Google, o Android 5.0 está chegando em diversos dispositivos. Se você ainda não recebeu o update, confira a lista com as melhores novidades do Lollipop e saiba por que essa é a melhor versão do sistema operacional do robô.

  1. Android Runtime (ART)

Os aplicativos para Android são desenvolvidos utilizando a linguagem Java. Aplicações desenvolvidas nessa linguagem são executadas em máquinas virtuais que servem como intermediárias entre o software e o hardware. Portanto, o desempenho das aplicações está diretamente relacionado com o nível te otimização da máquina virtual.

Das primeiras versões até o 4.4, a máquina virtual padrão do Android era a Dalvik. Apesar de ter sido aperfeiçoada com o passar do tempo, os engenheiros do Google acreditavam que ainda não era o bastante. Decidiram então, desenvolver uma nova máquina virtual, com otimizações e mudanças significativas se comparada à antiga versão. Assim, então surgiu a ART (Android Runtime), que foi implementada pela primeira vez de forma experimental no Kit Kat.

O Android 5.0 Lollipop já conta com o ART como máquina virtual padrão. As melhorias são diversas e podem ser conferidas em detalhes na página Android Developers. Em suma: o ART faz com que no geral os aplicativos fiquem mais rápidos e se comportem de forma mais estável, o aparelho gerencia melhor a demanda de processamento e uso de RAM e o consumo de bateria diminui.

  1. Modo economia de Bateria

Economia de Bateria - SMT

Pela primeira vez, o Android traz nativamente uma opção de economia de energia. O modo desliga as requisições de rede dos aplicativos sem necessariamente desabilitar redes móveis ou WiFi e faz uma espécie de underclock¹ no processador. Se você estiver utilizando o Whatsapp no modo economia por exemplo, as mensagens só serão recebidas ao acessar o app. O aparelho fica razoavelmente mais lento, já que o processador só vai rodar numa fração da sua frequência máxima total. É um procedimento simples, mas os resultados podem surpreender. Já consegui manter o telefone ligado por uma hora além do comum no modo economia.

Existem falhas, claro. Só é possível ativar o modo economia automaticamente quando o aparelho atinge 15% ou 5% da sua carga. Particularmente, preferia ativar o modo economia quando a bateria ficasse em 30%. Podemos esperar melhorias nas próximas subversões do Android, como a 5.1 (que já apareceu em alguns aparelhos na Índia).

¹Se você é usuário de ROMs customizadas, já deve ter ouvido sobre os CPU Governors – que servem para fazer overclock ou underclock no processador. O modo de economia de bateria funciona com os mesmos princípios.

  1. Lockscreen dinâmica

Lollipop Lockscreen - SMT

A nova lockscreen me faz olhar com desdém para as antigas. Com clara inspiração no iOS, as notificações na lockscreen ficaram muito mais dinâmicas. É possível controlar alguns aplicativos direto dela. Outra boa adição é o duplo toque para abrir diretamente o aplicativo que está gerando a notificação. É prática e evita o combo desbloqueio + clique na notificação na barra de status.

  1. Notificações Pop Up

Pop Up Notification - SMT

Se você estiver utilizando algum aplicativo ou jogando e receber uma ligação, o aplicativo em questão não fecha. Um sutil pop up surge na tela com as opções de atender ou rejeitar. Você pode simplesmente ignorar o alerta, terminar o uso do app e se a chamada ainda estiver em andamento, atender.

  1. Material Design

O Material Design é certamente uma das maiores novidades do Android Lollipop. O que muita gente não sabe, é que o Material Design não é só o tema. O Material Design traz também uma série de APIs de animação e composição visual. O tema Material básico está disponível para aparelhos antigos, mas as belas animações e o feedback no toque só estão presentes no 5.0.

  1. Quick Settings

Quick Settings SMT

As configurações rápidas sofreram uma mudança drástica (e necessária). Não é mais necessário tocar em um botão lateral para acessá-las. Basta puxar a barra de notificações duas vezes e voilà! Note que um recurso nativo de lanterna também foi adicionado, dispensando o uso de aplicativos de terceiros.

  1. Integridade e estabilidade do sistema

O sistema está incrivelmente mais estável e ágil. O Android enfim consegue o “efeito iOS”, onde tudo parece ser instantâneo. Além das novidades como o ART, foram implementadas inúmeras correções de bugs e otimizações a nível de kernel, inclusive. Se o Kit Kat deixou o Android mais acessível e menos pesado, o Lollipop aprimorou a fórmula – adicionando novas animações e efeitos que agregam na experiência do usuário.


E você, já está utilizando o Android 5.0 ou ainda aguarda a atualização? Tem alguma dúvida ou dica que queira compartilhar? Conta pra gente nos comentários!

código + música + coisas LGBTQ + gaming

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top