Conecte-se conosco
iphone-battery-icon

Android

Aumente a vida útil da bateria do seu gadget

Não é a toa que a uma das principais reclamações de usuários de smartphones é justamente quanto a elas. Seja na duração original, ou na redução da sua vida-útil (que pode acontecer rapidamente com o mau uso), esse é um problema comum…

A bateria de um gadget é um item essencial, mas que nem sempre é levado em conta na hora da compra. Imagine sua vida quando só era possível usar um telefone, videogame ou computador, se esse estivesse ligado a uma tomada? Chega a ser impensável, não é mesmo?

Não é a toa que a uma das principais reclamações de usuários de smartphones é justamente quanto a elas. Seja na duração original, ou na redução da sua vida-útil (que pode acontecer rapidamente com o mau uso), esse é um problema comum.

A primeira solução pode ser procurar comprar gadgets que dão mais valor para esse item, forçando as empresas a se interessarem em aumentar as baterias de seus produtos. É o caso do Motorola Razr Maxx que, a despeito de outras características, tem uma bateria invejável: 3300 mAh, mais do que suficientes para um dia inteiro de atividades.

Mesmo assim, se você não quiser ou puder trocar de aparelho, saiba que existem algumas dicas que podem ajudar a economizar e a cuidar bem das baterias, garantindo que elas funcionem com máxima capacidade por mais tempo. Veja abaixo o que é mito e o que é verdade nessa história:

Mito: o efeito memória

Recarregar muitas vezes uma bateria, ou colocá-la na tomada antes de ter acabado totalmente a carga causa “efeito memória”. Isso era verdade apenas para as antigas baterias de NiCd (níquel cádmio) e NiMh (niquel-hidreto metálico). Nas atuais, de Li-Ion (Íons de Litio), não existe esse risco.

Verdade: recarregar a bateria antes de esgotá-la

A primeira verdade tem tudo a ver com o título do artigo: a melhor maneira de manter seus aparelhos saudáveis é recarregá-los constantemente, de preferência antes da bateria se esgotar. Além de permitir que você os utilize durante um tempo mais prolongado, o processo evita o desperdício de importantes ciclos de vida.

Porém, lembre-se de que a descarga completa de um dispositivo é necessária para calibrar o medidor de energia de aparelhos. Dessa forma, recomenda-se descarregar totalmente um aparelho a cada três meses, para evitar qualquer tipo de problema nos indicadores. Em geral, esse ritmo é mais do que suficiente para manter a saúde de sua bateria.

Verdade: evitar o calor a todo custo

Temperaturas elevadas são os principais inimigos de sua bateria. Afinal, elas aceleram o processo de desgaste dos componentes. Recomenda-se aqui evitar deixar o aparelho na tomada depois que ele atingir 100% de carga. Para aparelhos maiores como notebooks, também é bom cuidar da ventilação, não impedindo as passagens de ar do aparelho.

Cuidado também com aqueles carregadores e cabos genéricos e “xing-lings”. Teste-os de perto para saber se esquentam mais do que de costume.

Verdade: guarde baterias sempre carregadas e em local adequado

Nunca se deve deixar as baterias guardadas sem carga alguma. Algumas baterias de íons de Lítio  falham ao ficar muito tempo com a carga mínima, que no geral gira entre 2,5 Volts por célula. Caso esse limite mínimo seja ultrapassado, o circuito de segurança interno deixa de funcionar corretamente e indica que a bateria está morta, situação na qual os carregadores comuns de nada servem. Alguns fabricantes dispõem de alternativas que recuperam dispositivos nesse estado, mas em geral é perigoso tentar fazer o processo sozinho, por questões de segurança.

Bom, espero que estas dicas ajudem você a cuidar melhor da sua bateria. Tomando esses simples cuidados, suas baterias durarão mais e, de quebra, você economizará uma boa grana!

Analista de Suporte em TI, entusiasta da tecnologia, principalmante sistemas móveis. Usuário de tecnologia móvel desde as agendas eletrônicas, Palmtops e Walkmans.

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top