Conecte-se conosco

Geral

Avatar: o melhor filme da década

Não tenha dúvidas: Avatar é o filme visualmente mais fantástico já criado. Ele elevou a inimagináveis níveis os padrões para se medir a qualidade, inventividade e detalhismo dos filmes em 3D. Ao entrar no cinema, expecialmente no IMAX 3D, você entenderá o que eu estou querendo dizer.

Clique abaixo para continuar:

Não tenha dúvidas: Avatar é o filme visualmente mais fantástico já criado. Ele elevou a inimagináveis níveis os padrões para se medir a qualidade, inventividade e detalhismo dos filmes em 3D. Ao entrar no cinema, expecialmente no IMAX 3D, você entenderá o que eu estou querendo dizer.

Clique abaixo para continuar:

Um novo patamar:

A comparação do lançamento deste filme pode ser feita com outros de diferentes gerações, como Star Wars e, especialmente, Jurassic Park.  Se neste último, Steven Spilberg demonstrou que era possível dar vida a criaturas que estavam a milhões de anos extintas (elevando a qualidade da computação gráfica a patamares antes inexistentes), em Avatar, esta inovação toma a forma de arte.

Imersão do espectador:

O grau de imersão que as cenas proporcionam faz com que o espectador sinta-se realmente parte da cena, hora parecendo que está junto com os personagens num cockpit, hora tentando escapar das folhagens no meio da selva. Cada vez que uma nova região é apresentada, é possível se deslumbrar pelas paisagens, vida animal, vegetação, tudo como se fossemos nós os protagonistas.

História que convence:

A história é outro ponto a favor. Ainda que não seja feita para surpreender (no sentido de inovar na idéia), cumpre totalmente o seu papel, sem deixar pontos soltos, exagerar nos escapes cômicos (como as tradicionais piadinhas-a-beira-da-morte, comuns em filmes de ação americanos), ou se tornar piegas demais.  É o primeiro filme de ação/ficção o qual eu não sai da sessão com aqueles pensamentos do tipo “era impossível um ser humano fazer aquilo” ou “ele tinha que fazer aquela piadinha infame mesmo estando na boca de um dinossauro?”.

Outro fator que realmente conta pontos é o fato de que o trailer não faz juz ao filme. Ele, ainda bem, diga-se de passagem, não revela nem 1% do que lhe aguarda nas telas de cinema.

O real potencial do 3D:

Ainda que alguns filmes sejam melhores em 3D, Avatar é realmente o primeiro no qual o 3D é necessário. Não estamos falando aqui de uma simples brincadeira na qual a idéia é jogar bombas ou flechas em cima do espectador. Em Avatar, o que impressiona é a noção de profundidade de espetaculares cenas de batalha, e a overdose de detalhes minuciosamente elaborados, tanto das criaturas, quanto dos cenários.

A conclusão é única: sem sombra de dúvidas, James Cameron (e toda a imensa equipe que produziu o filme) são os Michelangelos da nossa era.

Veja o trailer abaixo:

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top