Conecte-se conosco
black-friday-2014

Geral

Black Friday ou Black Fraude?

black-friday-2014

Será a Black Friday no Brasil realmente uma “black fraude“? Todos os anos existe uma grande especulação em torno desse grande evento comercial emprestado da cultura americana. Muitas pessoas aguardam ansiosamente esta data, assim como o varejo de uma forma geral, aonde existe um grande aumento das vendas de mercadorias de todos os tipos.

Tradicionalmente, a Black Friday (ou sexta feira negra, em tradução literal) foi um termo criado nos Estados Unidos para nomear o grande período de vendas de mercadorias que antecipa o natal, logo apos o feriado de Ações de Graças, o famoso Thanksgiving. Esta, se dá na 4ª quinta-feira do mês de novembro, todos os anos. Este feriado é famoso e conhecido nos Estados Unidos e fora dele pelas grandes promoções que as grandes lojas e cadeias varejistas fazem.

CEMARA-JOB_1222_13-Dia_Doador_Sangue1

Cenas como a da foto acima são extremamente comuns: várias e várias pessoas se amontoando para conseguirem entrar nas lojas antes de todos, com um empurra empurra para conseguir produtos.

De alguns anos pra cá, o comércio brasileiro pegou o termo emprestado para divulgar promoções no final de ano. Praticamente todas as lojas usam o termo e o associam a descontos nos mais diversos produtos. Porém, de uma forma um pouco diferente do que acontece nos Estados Unidos (aonde os descontos são realmente significantes), aqui isso nem sempre acontece.

Assim, a expressão tudo pela metade do dobro, começou a tomar força após algumas lojas usarem uma estratégia um tanto quanto diferente: para divulgar produtos com descontos altíssimos, aumentava-se o preço dos produtos na semana anterior para poder aumentar o desconto em seguida. O consumidor, é claro, não perdeu a oportunidade para criar os bordões e uma série de reclamações. Além dos preços e descontos maquiados, é muito comum propagandas que levam aos sites das lojas com o preço diferente do anunciado, produtos com preços muito baratos, porém sem nunca estar disponíveis para compra, produtos que somem dos carrinhos de compra virtual, etc.

Assim, brincadeiras como “tudo pela metade do dobro” parecem definir o espírito de algumas promoções. Em razão disso, o Procon está cada vez mais atuante, tendo inclusive, equipes de plantões durante o evento, monitorando os preços oferecidos pelas lojas. Já é de costume a divulgação antecipada de lojas no qual se deve evitar, devido histórico de fraudes. Você pode conferir a lista aqui.

Neste ano, resolvemos fazer uma coisa um pouco diferente: além de apenas ir em busca dos melhores descontos e preços para vocês, resolvemos também monitorar o preço de alguns produtos, seja no Brasil ou nos Estados Unidos, para assim, compararmos os valores praticados por aqui e na terra do Tio Sam.

Para começar, um fato interessante: a Smart TV abaixo, uma Samsung de 40 polegadas, foi encontrada nos sites de varejo, de 7 à 20 dias antes da Black Friday, custando entre R$ 1799,00 e R$2899,00. Sim, a mesma TV oscilando mais de mil reais de diferença entre 4 dos maiores sites varejistas do país:

comparacao1

O preço final, praticado pelos sites durante a promoção, acaba se tornado um preço justo de se pagar em uma TV compatível com a descrita em períodos comuns fora da Black Friday. Outro detalhe legal: conseguimos achar uma TV semelhante em uma loja americana (sim, era de um modelo superior, mas a gente finge que era igual ok? ;D) por um preço muito legal. De US$627,99 por US$367,99, uma diferença de 260 dólares, quase metade do preço:

samsung 40 40j5500

 

Para efeitos de comparação, com o dinheiro que compramos uma televisão de 40 polegadas, é possível comprar quase 3 de 49 polegadas na Black Friday americana. Neste caso, o desconto  foi de 65%:

comparacao4

 

Para equipamentos mais caros, como TVs maiores e com resoluções mais altas, como o 4K/UHD, a diferença fica ainda maior. Na comparação abaixo, não conseguimos encontrar o modelo exato da TV nos sites americanos, porém, é uma TV semelhante e com quase as mesmas características. O desconto na loja brasileira, beirou os 10%, enquanto na americana saiu de US$1499 para US$799, 46% de diferença:

comparacao5

 

Outro valor legal encontrado estava nas câmeras fotográficas. A Canon T5, foi encontrada em um site brasileiro, de R$2999,00 por R$2639,10, uma diferença de pouco mais de 10%. Já no site americano, a mesma câmera, porém, com acessórios inclusos e uma lente secundária, de US$749 estava saindo por US$399. 350 dólares de diferença, quase 53% do preço original:

comparacao2

 

Achamos também impressoras com descontos impressionantes. Vale lembrar que, para achar produtos com estes descontos nos sites americanos, não é necessário vasculhar sites e sites, se cadastrar em várias newsletters, aguardar minutos vendo animações do tipo “você esta sendo redirecionado”, entre outros. Tudo é muito fácil e transparente. Veja abaixo o preço de uma impressora, antes e durante a Black Friday:

comparacao3

 

Como podemos ver, a diferença, não só dos preços, mas também dos descontos, é gritante. O americano realmente tem muito o que comemorar e esperar para a data de compras, porém, nós brasileiros ainda temos que ter mais paciência. Resta saber se todas as reclamações e punições que estão sendo aplicadas trarão retorno para os consumidores em forma de maiores descontos e maior transparência na hora das compras.

Por hora, na Black Friday Brasileira, apenas alguns itens possuem descontos magníficos, o que torna o evento apenas uma boa oportunidade para comprar o que se precisa comprar, porém um pouco mais barato.

E você leitor, conseguiu comprar o que queria, por um preço atraente?

** Sobre a metodologia utilizada: foram levantados preços de produtos durante o mês de novembro, e comparados com os preços praticados e divulgados na semana do dia 27 de novembro de 2015.

 

Engenheiro, atleticano, entusiasta de tecnologia e fã dos devices da maçã.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top