Conecte-se conosco
Burger King lança comercial nos Estados Unidos que gera polêmica; entenda!

Android

Entenda porquê o comercial do Burger King é polêmico

Rede de fast food quis usar humor para promover lanche, mas, na verdade, eles foram invasivos com os consumidores norte-americanos

A rede de fast food Burger King lançou na quinta-feira (12) um comercial nos Estados Unidos, com duração de apenas 15 segundos, que está causando polêmica.

No vídeo, que você pode assistir acima, um atendente da rede está segurando um Whopper como se fosse entregar para o cliente. Então ele diz:

“Você está assistindo a um comercial de 15 segundos do Whopper, mas eu não consigo dizer pra você o quão delicioso ele é em tão pouco tempo.”

O problema, é que ao invés de convidar o espectador a conhecer mais sobre o lanche, o atendente pede para a câmera chegar mais perto do rosto dele e diz ter encontrado a solução:

“Ok, Google, o que é o Whopper Burger?”

Então você pergunta. Qual o problema? Para o brasileiro, talvez nenhum, mas nos Estados Unidos, várias pessoas têm em sua casa o assistente pessoal Google Home, que é ativado por um “Ok, Google”. Com isso, o Burger King “descobriu” uma maneira de fazer com que a pessoa seja “obrigada” a ouvir sobre o lanche.

Quando o atendente faz a pergunta, o Google Home começa a ler na Wikipedia sobre o Whopper e como ele é feito. Ponto para a sacada de marketing, mas ao mesmo tempo, péssima recepção. Tanto a mídia norte-americana quanto os usuários ficaram furiosos com o anúncio. As pessoas começaram a editar as informações sobre a empresa e o lanche na Wikipedia, com coisas como “causa câncer”, “doce de chocolate” e até “rato”.

Burger King lança comercial nos Estados Unidos que gera polêmica; entenda!

Google também não gostou da ideia e bloqueou a intenção do Burger King

Três horas após o anúncio estar disponível no YouTube, o Google lançou uma atualização nos servidores do Home, que usa machine learningpara que a voz do atendente do comercial não ativasse mais o assistente.

O Google faz a mesma coisa quando lança peças publicitárias para não atrapalhar os seus consumidores. Essa foi a primeira vez que uma empresa intencionalmente usou essa “falha” dos assistentes pessoais para usos comerciais, até porque não é incomum (pelo menos nos Estados Unidos), ouvir um “Hey, Alexa”, “Hey, Siri” ou “Ok, Google” e ter os aparelhos da sua casa ativados sem querer.

Eu, por exemplo, fui acionar agora a pouco e o Google direcionou a resposta para UBER (repeti algumas vezes e a voz frisou: Uber? Aqui está a definição…levando à resposta do aplicativo de transporte e não ao sanduíche da rede).

No fim das contas, ainda assim, a propaganda surtiu efeito. Afinal, não é todo mundo que tem um Google Home, mas todo mundo está falando sobre isso. Se vai gerar um buzz positivo ou não para a marca, só os próximos dias dirão. O Wikipedia, após diversas alterações sobre o lanche na página , decidiu bloquear o conteúdo para só administradores autorizados fazerem mudanças.

De qualquer jeito, me diz, o que seu Google fala quando você pergunta do Whopper?

Carla Louise é jornalista, assessora de imprensa e uma eterna apaixonada por tecnologia!

Comentários

Mais de Android

Dica

Advertisement

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

Subir