Conecte-se conosco
TecnologiaBR

Ciência e Tecnologia

Cabo com tecnologia nacional será usado pelo Google

Com o intuito de interligar as duas maiores cidades brasileiras, melhorar a eficiência da rede de internet no continente Sul Americano, o Google está novamente empreendendo uma nova ideia, que agora já sai do papel e vai ser implementada de fato. Logo de inicio a ideia era realizar a passagem de um cabo de dados de vibra ótica entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, por via terrestre, mas devido a fatores de risco o projeto passou a visar a costa marítima presente nos dois estados e assim conseguir explorar, positivamente, um pouco mais de nossos recursos tecnológico.

Com o intuito de interligar as duas maiores cidades brasileiras e melhorar a eficiência da rede de internet no continente sul-americano, o Google está novamente empreendendo uma ideia pioneira, que sairá do papel e será de fato implementada. No inicio, a ideia era realizar a passagem de um cabo de dados de vibra ótica entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo por via terrestre, mas devido a fatores de risco o projeto passou a visar a costa marítima presente nos dois estados e assim conseguir explorar, positivamente, um pouco mais de nossos recursos tecnológico.

Para analistas do mercado, essa noticia foi recebida como algo extremamente positivo para o nosso produto nacional, pois o novo cabo de fibra seria produzido em conjunto com a Padtec, uma empresa nascida em Campinas – SP, mas que já conta com boa credibilidade internacional, sendo bem conhecida no setor de sistemas de transportes óptico terrestre. Com este novo projeto, a empresa passa a se transformar também em produtora de sistemas de transporte óptico submarino.

O cabo foi batizado com nome de JUNIOR, em referência ao desenhista e pintor José Ferraz de Almeida Júnior, nascido no ano de 1850. A ligação será feita desde a Praia de Macumba no Rio de Janeiro até a Praia Grande na Baixada Santista, a distancia entre os dois pontos é de aproximadamente 390 kms. As operações estão prevista para começar no segundo semestre de 2017.

Ligação de São Paulo e Rio via Cabo de Fribra Ótica Nacional

O cabo desenvolvido será composto por 8 pares de fibra ótica e ao longo de sua extensão serão utilizados 3 repetidores submarinos. O JUNIOR fará ligação com outros cabos oceânicos existentes na região. O primeiro existente é chamado de MONET, que possui extensão de aproximadamente 10 mil kms, ele conectará Boca Raton, no estado da Flórida, a duas cidades de grande importância do litoral brasileiro: Fortaleza e Santos. O segundo cabo é denominado TANNAT, que se estende por 2 mil kms, de Santos a cidade de Maldonado, no Uruguai. Para quem tiver curiosidade de saber como funciona um repetidor, como este que nos referimos, confira as imagens abaixo.

Cabo PadTec internamente

Cabo PadTec internamente

Podemos notar, que mesmo diante da situação complicada pela qual passa o país, o Brasil ainda é muito requisitado em soluções digitais confiáveis.

Cursando Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Instituto Federal São Paulo - Campus de Presidente Epitácio). Foi Professor do Mini Curso de desenvolvimento de Aplicativos/Jogos com C# e Unity3D para o Instituto Federal de São Paulo na III Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Foi desenvolvedor de um jogo para dispositivos móveis multiplataforma. Concluinte de Iniciação Científica em Desenvolvimento de Jogos e Aplicativos para Dispositivos Móveis, foco em Educação do público infantil. Faz desenvolvimento e modelagem 2D/3D para Jogos com Blender 3D e Autodesk Maya. Atualmente esta desenvolvendo um jogo educativo com sistema distribuído para o projeto de Iniciação Científica.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top