Conecte-se conosco
pen

Geral

Caneta ARC pode ser um novo parceiro para portadores da doença de Parkinson

A caneta ARC, produto desenvolvido pela Dopa Solution utiliza a tecnologia vibratória para estabilizar os movimentos ao escrever

DopaPenCapa

Caneta ARC desenvolvida pela Dopa Solution pode ser uma peça chave para melhorar a escrita de pessoas que têm a doença de Parkinson.

O Parkinson é uma doença progressiva do sistema neurológico que afeta principalmente o cérebro. Este é um dos principais e mais comuns distúrbios nervosos da terceira idade e é caracterizado, principalmente, por prejudicar a coordenação motora e provocar tremores e dificuldades para caminhar e se movimentar.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 1% da população acima dos 65 anos sofre com o Mal de Parkinson. A doença atinge cerca de 4 milhões de pessoas no mundo (no Brasil, segundo a Associação Parkinson Brasília, a estimativa é de que pelo menos 200 mil pessoas tenham a doença), que não atinge um grupo específico de pessoas, mas normalmente os sintomas surgem a partir dos 50 anos.

Dopa Soluction

De acordo com uma matéria do portal de tecnologia britânico Wired UK, a ciência aliada a tecnologia pode ter trazido mais uma alento para quem sofre de doenças degenerativas. Desenvolvida pela empresa britânica Dopa Solution a caneta ARC ajuda nas dificuldades de controle motor que os doentes de Parkinson tem para executar quando escrevem. Muitos deles apresentam um fenômeno conhecido por micrografia (a caligrafia torna-se menos legível e de tamanho reduzido).

Para combater a micrografia, a caneta ARC usa vibrações de alta frequência para estimular os músculos da mão. Isso torna mais fácil para o usuário mover a caneta, resultando numa escrita maior e mais clara. A caneta ARC também é mais grossa e melhor acabada do que uma caneta comum, possibilitando que portadores de Parkinson possam manter um controle mais firme e confortável dela.

Segundo o designer de produtos da Dopa Solution, Lucy Jung, a caneta ARC foi desenvolvida a partir de relatos dos pacientes em contato com os desenvolvedores do projeto. “Nós ouvimos histórias de como era frustrante para as pessoas que ainda trabalhavam, ou que queriam escrever um cartão, assinar documentos, o qualquer coisa que tivesse a ver com a escrita, e se viam impedidas de realizar essas tarefas por conta do Parkinson.” declarou.

People-Writing

Os testes iniciais envolveram 14 candidatos com o mal de Parkinson e a caneta ARC conseguiu melhorar a velocidade de escrita em 86% dos casos (confira outros dados no vídeo abaixo). A tecnologia vibratória, além de beneficiar os movimentos de escrita, pode também ajudar os portadores da doença em outras atividades. “Nossa teoria de usar vibração para estabilizar os movimentos funciona também para outras plataformas e pode ser usado no desenvolvimento de outros produtos como maquiagem, escovas, mouses de computador e outras“, afirmou Jung.

Até o presente momento, a caneta ARC ainda está em fase de testes. A Dopa Solutions busca investidores e patrocinadores interessados em ajudar a promover seu desenvolvimento. A empresa, no entanto, não fixou nenhum prazo de quando a novidade poderá estar disponível para o público.

Fontes: CNetWired UK

Continue lendo
Você pode gostar...

Jornalista, fã de cinema e curioso de todas as coisas. Sempre atento às informações, escreve sobre ciência, comportamento e as novidades do mundo tecnológico.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top