Conecte-se conosco
an Ethernet cable pluged into a network router

GADGETS

Conheça cinco sinais de que é hora de trocar seu roteador

Fundamental para uma boa experiência de navegação, o roteador nem sempre é atualizado como deveria. Conheça 5 motivos para trocar o seu.

smt-5Motivos-Powerlines-P1

Com o passar dos anos e com o crescimento da Internet nas residências, o roteador tornou-se um dispositivo fundamental para garantir a conectividade para mais de 118 milhões de latino-americanos que possuem internet em suas casas. Além de cumprir a função principal de conectar todos os membros da família à rede, ele também é um importante aliado em termos de segurança, educação, entretenimento, produtividade e qualidade de vida para as pessoas.

Mesmo sendo responsável pela disponibilidade do sinal da rede Wi-Fi no ambiente, o roteador muitas vezes fica esquecido em cantinhos da casa, fazendo com que muitos usuários não percebam que estão com um dispositivo obsoleto em mãos. Para evitar problemas de conectividade e ter uma melhor experiência ao utilizar a internet em casa, a D-Link recomenda a substituição dos roteadores domésticos a cada dois ou três anos.

Abaixo, listamos cinco situações que apontam que você deve trocar seu roteador. Confira:

1 – Rede Wi-Fi lenta

smt-5Motivos-Roteador-OnzeAC

Se você notou que sua conexão com a internet não está muito rápida, mesmo após contratar um serviço de mais de 5 Mbps junto à sua operadora, é possível  que você esteja tendo problemas com seu roteador. Nestes casos, é possível ter uma melhor experiência com um roteador de tecnologia mais recente, como os equipamentos com conectividade 11 AC, encontrados nos modelos DIR-809 e o DIR-822 da D-Link.

Eles operam em duas frequências, têm velocidades de 750 Mbps (DIR-809) e 1200 Mbps (DIR-822), além de outros recursos que garantem rapidez e estabilidade para sua conexão. Conheça mais opções de rotadores com essa tecnologia neste link.

2 – Problemas no alcance de sinal

smt-5Motivos-Powerlines

Quem mora em uma casa grande ou em um apartamento antigo com paredes grossas costuma ter problemas com o sinal de Wi-Fi. Além de contar com um roteador com a tecnologia 11AC, a solução pode ser complementada por um extensor de sinal Powerline (confira nossa matéria sobre o assunto). Os kits são compostos por um repetidor e um adaptador, que ampliam por meio da rede elétrica o sinal Wi-Fi até o ambiente onde o sinal é fraco.

Os kits Powerline são de fácil instalação. Basta ligar o adaptador em uma tomada elétrica próxima ao roteador wireless e conectá-lo ao roteador com o cabo de rede que acompanha o kit. Em seguida, é só plugar o repetidor Wi-Fi em uma tomada elétrica no ambiente em que se deseja ampliar o sinal. A performance é até quatro vezes maior que um repetidor Wi-Fi convencional. Mais informações em Powerlines da D-Link.

3 – Vários dispositivos conectados à rede

smt-5Motivos-Roteador-Varios

Quando há vários dispositivos conectados ao mesmo tempo na rede Wi-Fi, a velocidade de conexão diminui e o problema se agrava se o roteador é antigo ou tem velocidade abaixo de 300 Mbps.

Além do número de conexões, o uso que cada uma das pessoas da casa faz na rede é outro fator que interfere nesta questão. Há um roteador ideal para cada tipo de necessidade, além da cobertura e do alcance desejados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confira na galeria acima as recomendações de produtos de acordo com a metragem do ambiente, link de Internet e dispositivos conectados:

4 – Falta de segurança

smt-5Motivos-Roteador-Seguranca

É possível que um roteador com vários anos de uso não disponha das ferramentas necessárias para cuidar de seus dados e de sua privacidade.

Alguns dos roteadores 11AC da D-Link como o DIR-868L e o DIR-890L contam com a funcionalidade de nuvem (cloud), que permite, por exemplo, ver quem está conectado à sua rede, acessar o seu histórico de navegação e, inclusive, bloquear páginas que não deseja que sejam acessadas por seus filhos.

5 – Interferências na rede

smt-5Motivos-Powerlines-Interference

Nem sempre a operadora ou provedora que fornece banda larga é culpada pela conexão estar lenta. O problema pode estar no roteador antigo, que além de não ter a velocidade e o desempenho necessários para atender as demandas, utilizam como padrão apenas a banda de 2,4Ghz.

O ideal, para garantir maior tranquilidade, e evitar interferências com aparelhos como o microondas e o telefone sem fio, é procurar roteadores que operem, além da banda de 2,4Ghz, com 5Ghz – são os equipamentos chamados dual band.

Essa frequência é mais ampla e conta com 23 canais que não se sobrepõem. A D-Link conta com alguns roteadores que incluem este recurso como o DIR-809, o DIR-822, o DIR-859 e o DIR-890L.

Faça o teste

smt-5Motivos-Powerlines-Teste

Agora, você sabe como está a sua conexão atualmente? Existem serviços gratuitos disponíveis na internet como, por exemplo, o Speedtest. Faça os testes de velocidade e compare se está alcançando o desempenho e a capacidade que realmente contratou junto à sua operadora. Quem sabe não chegou a hora de substituir seu roteador.

Jornalista, fã de cinema e curioso de todas as coisas. Sempre atento às informações, escreve sobre ciência, comportamento e as novidades do mundo tecnológico.

Comentários

Mais de GADGETS

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top