Connect with us

Android

Conheça o Mi MIX, smartphone da Xiaomi com 91% de aproveitamento de tela

Como comparação, o Galaxy S7 Edge aproveita “apenas” 76% de suas área para a tela, algo bastante comum na maioria dos smarphones.

Que tal um smartphone que aproveita 91% de sua área para a tela? Essa é a proposta do Mi MIX da Xiaomi, ainda um conceito para a empresa, mas que já está em produção e poderá ser comprado em novembro. Como comparação, o Galaxy S7 Edge aproveita “apenas” 76% de sua área para a tela, valor bastante comum na maioria dos smarphones. Isso quer dizer que, apesar de 6,4 polegadas, o Mi MIX não dá a impressão de ser um phablet. Ou mesmo um tablet, já que o aproveitamento de tela maior significa dimensões mais reduzidas.

xiaomi-mi-mix-front-rear

Outro ponto interessante é a sua construção. O material utilizado é a cerâmica, sendo um dos poucos modelos a fugir dos materiais tradicionais (plástico/metal/vidro). Especificações interessantes também não faltam:

Ficha técnica do Xiaomi Mi MIX:

  • Processador: Qualcomm Snapdragon 821 quad-core;
  • 4/6 GB de memória RAM;
  • GPU Adreno 530;
  • 64/256 GB de memória interna;
  • MIUI 8.0;
  • 4400 mAh de bateria com suporte a QuickCharge 3.0;
  • Áudio de alta resolução;
  • Sistema de pagamento sem fios;
  • 4G LTE;
  • Câmera de 16 megapixels;

A lista de novidades não para por aí. O sensor de impressões digitais na parte traseira conta com uma cobertura de ouro 18 quilates. E onde está localizado o alto-falante? Afinal, a parte de cima é completamente coberta pela tela. O áudio é transmitido por uma tecnologia chamada “cantilever piezoelectric ceramic acoustic technology”, que o transmite através dos ossos. Basicamente, é a mesma tecnologia utilizada no Google Glass: basta encostar o Mi MIX no ouvido para escutar a ligação.

xiaomi-mi-mix-front

Os preços? Cerca de US$ 510 para a versão 4/64 GB e algo próximo a US$ 600 para a versão 6/256 GB. Ou seja, mesmo sendo um modelo inovador, o Mi MIX ainda é mais barato do que a versão mais básica do iPhone 7. Não há previsão para que ele saia da China, em um primeiro momento, mas certamente seria muito bem-vindo no resto do mundo.

Fonte: Digital Trends

Apaixonado por livros e ávido devorador de conteúdo, passa um bom tempo separando o que é informação e o que é ruído.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top