Conecte-se conosco
Devo usar antivírus no Android?

Android

Devo usar antivírus no Android?

Devo usar antivírus em smartphones ou tablets com o sistema Android? Um relatório de segurança divulgado pelo Google confirma o entendimento de que…

Devo usar antivírus no Android?

Devo usar antivírus em smartphones ou tablets com o sistema Android? Um relatório de segurança divulgado pelo Google confirma o entendimento de que não, eles não são úteis – e muito menos necessários – nestes aparelhos.

O relatório analisa a segurança no Android no ano de 2014 e foi produzido a partir da pesquisa de bilhões de dados recolhidos diariamente, trabalho executado pela equipe de segurança do Android para manter os usuários seguros.

Nos destaques abaixo, o relatório traz várias informações interessantes e mostra que apenas uma parcela muito pequena dos usuários chegou a ter problemas com aplicativos potencialmente perigosos (PHA, na sigla em inglês). Veja:

  • Mais de 1 bilhão de dispositivos são protegidos pelo Google Play, que conduz diariamente mais de 200 milhões de varreduras de segurança em dispositivos.
  • O Safety Net inspecionou mais de 400 milhões de conexões por dia para evitar possíveis problemas de SSL.
  • Em 2014, menos de 1% dos dispositivos Android possuíam aplicativos perigosos (PHA, em inglês) instalados em 2014. Esse número cai para 0,15% se formos contar os dispositivos que utilizam apenas aplicações vindas do Google Play.
  • A taxa global de aplicativos perigosos instalados em dispositivos Android diminuiu em aproximadamente 50% entre o primeiro e o quarto bimestre de 2014.
  • A equipe Android, junto com seus parceiros, investigou 79 falhas de segurança reportadas externamente e mais de 25.000 aplicações no Google Play foram atualizadas, de acordo com as notificações de segurança do Google Play.

Android-Antivirus

Boa parte dessa proteção se deve a dois recursos de segurança que estão integrados ao Android e são atualizados automaticamente sem a necessidade de intervenção do usuário. São Eles:

1) Verificação de Aplicativos:

Além de analisar todos os aplicativos antes de serem instalados pelo usuário, ajudando a diminuir de forma significativa o número de ameaças vindas por meio de aplicativos externos, a ferramenta fica “rodando” em background para garantir a detecção de novas ameaças.

Esse processo fornece informações valiosas para entender o comportamento de determinados recursos ilegais utilizados para a captura de informações do aparelho, como spyware, ransonware e fraudes por meio de serviços de WAP e SMS, auxiliando no desenvolvimento de aplicações capazes de combatê-los com mais eficiência no ambiente Android.

Para garantir que ele esteja ativo em seu aparelho, verifique as instruções abaixo:

1.1) Proíba o download de apps de fontes que não sejam o Google Play:

Para confirmar se o seu aparelho bloqueia o download de apps de outras fontes que não sejam a Google Play Store, verifique a opção abaixo:

  1. Abra o menu “Configurações”  no seu dispositivo.
  2. Em “Pessoal”, toque em Segurança.
  3. Confirme se a opção “Fontes desconhecidas” está desativada.
Fontes Desconhecidas

Mantenha esta opção desativada.

1.2) Ativar a verificação de apps:

Para verificar os apps que você deseja instalar de outras fontes que não sejam a Google Play Store, siga as instruções abaixo:

  1. Abra o app Config. Google , no dispositivo.
  2. Toque em Segurança.
  3. Confirme se a opção “Verificar ameaças à segurança no dispositivo” está ativada.
Verificar Segurança

Esta opção deve estar ativa.

2) Safety Net:

É uma solução mais focada na proteção contra ameaças que chegam por meios que não a instalação de apps, contribuiu para a prevenção de ataques vindos por meio de modificações mal intencionadas na API e invasões em rede, além de adotar medidas para tornar a navegação mobile mais segura.

Ainda, recentemente, a empresa anunciou a criação de uma equipe de especialistas para identificar violações das políticas, antes mesmo dos desenvolvedores “subirem” um aplicativo novo ou uma atualização no Google Play. A “revisão humana” adiciona uma camada extra de segurança à loja, que já possui um sistema de algoritmos “rodando” o tempo todo para identificar potenciais ameaças nos códigos dos aplicativos.

Mas, é claro, os usuários também podem fazer a sua parte para garantir a segurança de seus dispositivos, instalando apenas aplicativos que estejam hospedados no Google Play e ativando a Verificação de Aplicativos em seu smartphone.

Estas informações confirmam que aplicativos antivírus, diferente do que ocorre em computadores com o sistema Windows, não são necessários no sistema Android. Vale mais a pena seguir as recomendações básicas de segurança do Google, do que desperdiçar espaço de armazenamento e recursos de sistema com este tipo de aplicativo. Em alguns casos, ele torna o uso do smartphone até mais lento.

Para ver o relatório na íntegra, clique aqui.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top