Conecte-se conosco

Geral

E-mail deve morrer em 10 anos

Um estudo da Universidade de Kent, na Inglaterra, constatou que o e-mail deve ser extinto. A ferramenta de comunicação mais tradicional da web deve perder lugar para outras plataformas, como Twitter, Facebook, Orkut, MySpace, e programas de mensagens instantâneas, como o MSN.

(Foto: Getty Images)

Um estudo da Universidade de Kent, na Inglaterra, constatou que o e-mail deve ser extinto. A ferramenta de comunicação mais tradicional da web deve perder lugar para outras plataformas, como Twitter, Facebook, Orkut, MySpace, e programas de mensagens instantâneas, como o MSN.

“Embora seja a ferramenta dominante há 20 anos, o e-mail, como conhecemos hoje, deve morrer em apenas 10 anos”, enfatizou o professor David Zeitlyn, autor da pesquisa.

O levantamento, realizado em parceria com a empresa de internet TalkTalk, mostra que os jovens britânicos têm mostrado interesse em formas de comunicação eletrônica mais dinâmicas. Para esta geração, os e-mails são lentos, pouco convidativos, invasivos e inconvenientes.

As redes sociais, ao contrário, permitem que as pessoas enviem mensagens para um grupo de contatos ao mesmo tempo, além de proporcionarem um retorno rápido e conciso. Outra vantagem desses novos aplicativos é a possibilidade de utilizá-los por meio de outras interfaces tecnológicas, como o celular. A mobilidade que tais programas oferecem tornam o e-mail um meio de comunicação obsoleto, facilmente substituível.

Ainda de acordo com a pesquisa, somente 51% dos adolescentes e jovens disseram utilizar o e-mail como a primeira opção na hora de enviar uma mensagem eletrônica. O serviço é o mais usado – senão o único – por pessoas entre 45 e 65 anos.

Fonte: Veja.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top