Conecte-se conosco
smt-MFHD-P1

Geral

Encerramento do Mega Filmes HD causa comoção na internet

Fim das atividades do Mega Filmes HD geram campanhas e reabrem a discussão sobre a pirataria e a distribuição de conteúdo

smt-MFHD-P2

Em tempos de crise, sabemos que persistência é fundamental. “Navegar é preciso“, diria Fernando Pessoa. No entanto o conselho não se aplica para quem viaja nas turbulentas águas da pirataria. Na última quarta-feira (20), a Polícia Federal prendeu sete pessoas acusadas de gerenciar o Mega Filmes HD.

O site era considerado o maior espeço de filmes piratas da América Latina. Segundo a PF, o Mega Filmes HD tinha uma audiência de 60 milhões de page views mensais, 4,5 milhões de seguidores no Facebook e um acervo  com mais de 150 mil filmes, séries, documentários e shows, muitos deles inéditos nos cinemas nacionais.

smt-MFHD-P4

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Valdemar Latance Neto, o casal que controlava Mega Filmes HD faturava cerca de 70 mil reais por mês com o site. As prisões foram feitas pela PF de Sorocaba cumprindo diligências da chamada “Operação Barba Negra“.

Apesar de ter sido realizado legalmente, o fim das atividades do Mega Filmes HD causou comoção na internet. A hashtag #PreyForMegaFilmesHD chegou a ficar por dois dias entre as mais populares do Twitter no Brasil. Além disso, um abaixo assinado virtual está sendo feito para pedir a libertação dos administradores do site.

smt-MFHD-P5

Os investigados serão indiciados pela prática de crimes de constituição de organização criminosa, com pena de três a oito anos e multa, além de violação de direitos autorais com pena de dois a quatro anos e multa. O advogado dos administradores argumenta que a violação de direitos autorais não é passível da prisão temporária e busca agora a liberação dos membros do site.

São mesmo tempos negros para a pirataria. No início desse mês, a MPAA (Motion Picture Association of America) derrubou as operações daquele que era considerado maior pirateador de filmes da internet nos últimos 5 anos, o YIFY. O grupo conseguia compartilhar filmes de alta definição com arquivos muito pequenos, usando uma codificação-padrão de vídeo x264.

smt-MFHD-P3

Para se ter uma ideia, dos 100 filmes em HD mais baixados no Pirate Bay, 72 deles são versões do YIFY.  O “quartel-general” do grupo ficava em uma casa na cidade de Auckland (Nova Zelândia) e, apesar de não ter nenhuma ligação legal com a operação da polícia brasileira, acabou tornando o fim das atividades do Mega Filmes HD uma notícia ainda pior para quem gosta de baixar filmes sem pagar por ele.

Seria o fim da linha para a pirataria? A conferir!

Jornalista, fã de cinema e curioso de todas as coisas. Sempre atento às informações, escreve sobre ciência, comportamento e as novidades do mundo tecnológico.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top