Conecte-se conosco
First Person Lover 3

Vídeo-Games

Espalhe o amor com First Person Lover

First Person Lover fará você trocar violência por levar amor ao mundo com beijos e arco-íris.

First Person Lover

Se dizem que jogos violentos fazem os jovens ficarem violentos, First Person Lover fará você voltar à geração paz e amor. Invertendo a lógica de Call of Duty, Battlefield e muitos outros, ao invés de despejar quantidades absurdas de cápsulas de munição e sangue nas paredes, você irá levar amor ao mundo armado de beijos e arco-íris.

First Person Lover1

A paródia dos jogos de tiro em primeira pessoa – ou first person shooter, daí o nome – foi feita pela marca de roupas esportivas sueca Björn Borg como uma “experiência de jogo de moda online”. Você é um Agente do Amor, e deverá lutar contra as forças do mal usando o poder do amor. Os jogadores ganham bônus de “equipamentos” que são peças do lançamento Primavera-Verão de 2015, e saem para despir – literalmente – o ódio das pessoas. Os inimigos aparecem sempre usando ternos e tailleurs que somem quando são derrotados, ficando nus. Quando liberados pelo jogador, ficam felizes e sorridentes, vestindo as roupas da coleção.

First Person Lover2

Suas armas nessa missão são alimentadas pelo poder do amor: uma arma de beijos, uma metralhadora de bolhas em formato de coração, uma escopeta de pétalas, uma besta de arco-íris e até uma granada de ursinho de pelúcia. A mecânica é simples, e adota muito dos FPSs atuais, como combos, chamados de Love Spree, uma brincadeira com o Killing Spree de Unreal, e objetivos como desarmar as fontes de ódio, similares às bombas de Counter-Strike.

First Person Lover6

Lançado no final de janeiro, First Person Lover conseguiu um público enorme nesse pouco tempo, com jogadores de mais de 176 países. “O mundo está um pouco de cabeça para baixo há algum tempo já, e penso que as pessoas acham libertador entrar em um mundo onde tudo é sobre espalhar amor”, disse Jonas Lindberg Nyvang, diretor de marketing da marca. De fato, o jogo brinca com detalhes do mundo real, como manifestantes com placas de “Deus odeia figos”, um trocadilho com a semelhança entre a palavra figo e um xingamento homofóbico, a Barbearia do Kim, onde é possível fazer um corte da Coréia do Norte, e o desafio final, um sósia virtual do Vladimir Putin montado em um enorme urso pardo.

Além da experiência de conhecer a coleção, os jogadores podem ainda comprar as peças. “Queremos oferecer aos gamers e consumidores uma experiência totalmente nova, ao mesmo tempo em que continuamos nossa missão de assumir uma postura ativa por mais amor no mundo”, disse Lina Söderqvist, diretora de marketing da empresa. First Person Lover pode ser, sim, uma jogada marketing, mas é uma bela jogada, e é um belo jogo.

Fonte: Polygon / Björn Borg

Jornalista por profissão, geek por natureza, autodidata por curiosidade mesmo. Aprendendo e escrevendo sobre tecnologia desde que mexeu no primeiro 486 da família, está no SMT desde 2015.

Comentários

Mais de Vídeo-Games

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top