Conecte-se conosco
Garage Band

Apple

Especial: A vida com um Mac – Usando um Mac na vida pessoal

Neste post analisamos como é usar um Mac para coisas pessoais e diversão, como trabalhar com fotos, vídeos, música, internet e redes sociais.

Mac Apps

Nesta série especial do Showmetech analisamos, em 6 posts, como é usar um Mac da Apple no dia a dia, especialmente para trabalho, vida pessoal, jogos e como usufruir do Windows junto com o Mac OS XOs posts vão ao ar todas as quartas-feiras, às 19:00, começando no dia 12 de fevereiro e terminando em 19 de março.

É na hora de usar o Mac para coisas pessoais, não relacionadas a trabalho, que os produtos da Apple se destacam. A qualidade de aplicativos para coisas mundanas é excelente no Mac.

Fotos

Com a popularização de smartphones, tirar fotos virou uma das grandes paixões de muita gente. E, com o Mac, guardar e editar essas fotos é uma atividade muito gratificante.

A própria Apple disponibiliza dois aplicativos para tanto: o iPhoto, para iniciantes, e o Aperture, para profissionais. Ambos permitem gerenciar grandes coleções de fotos com recursos como agrupamento por data e geolocalização e, enquanto o iPhoto oferece recursos básicos de edição, o Aperture traz opções bastante avançadas.

Duas grandes vantagens do Mac neste assunto estão em um aplicativo, o Pixelmator, e uma integração, com o iCloud.

O Pixelmator é um aplicativo poderosíssimo de edição de fotos que, para muitos, rivaliza em muitas coisas com o Photoshop, da Adobe, mas com um grande diferencial: custa apenas US$ 30,00.

Já a integração com o iCloud permite que fotos tiradas com iPhone, iPad e iPod Touch sejam automaticamente importadas pelo sistema, especialmente em programas como iPhoto e Aperture.

Além disso, programas multiplataforma como Photoshop e Picasa também estão disponíveis para Mac em versões equivalentes, senão melhores, do que para Windows.

iMovie

Vídeos

Eis aqui outro ponto no qual o ecossistema da Apple oferece uma experiência excelente. Com o iMovie e o Final Cut, o usuário possui novamente a opção de escolher entre um programa simples e barato, mas efetivo, para editar e gerenciar vídeos, ou uma versão um pouco mais cara, mas ainda assim mais barata que os concorrentes do mesmo nível e bastante eficiente.

Como o ambiente Mac foi, durante muitos anos, a escolha padrão para profissionais de vídeo, diversos programas possuem versões mais qualificadas para esta plataforma do que para Windows, uma vez que boa parte do mercado profissional se encontra nesta plataforma.

Novamente nesta área, a Apple leva vantagem por ter dois bons programas exclusivos e ter versões de programas multiplataforma equivalentes ou até melhores do que no Windows.

Garage Band

Música

Se você quer ouvir e consumir música, estará em casa no Mac. O iTunes é um dos piores programas da Apple, tenho que reconhecer, mas ainda assim é infinitamente menos frustrante no OS X do que em sua versão pra Windows.

Se não gosta do iTunes, a Mac App Store traz muitas opções de aplicativos muito bem desenvolvidos para este fim.

Já se a sua praia é gravação e produção musical… Dois programas: Garage Band e Logic Pro.

Novamente, a Apple segue a estratégia de uma versão básica e barata, que faz o que a maioria das pessoas precisa, e outra mais parruda, que atende um nível mais exigente de usuários e necessidades.

Só que, no quesito músical, a experiência no Mac é imbatível. O Garage Band é um dos melhores programas musicais em seu preço e, sinceramente, até hoje nenhum programa equivalente para Windows chega perto do aplicativo da Apple.

Junte-se a isto a versão para iPad e total compatibilidade com o Logic Pro e você tem, no Mac OS, um setup musical dificilmente replicável na plataforma da Microsoft.

E, assim como com vídeos, Macs são, historicamente, a plataforma escolhida por profissionais da música, o que faz com que muitos dos programas multiplataforma tenham versões mais bem polidas para Mac do que para Windows.

Reason, ProTools, plugins… Pode escolher qualquer programa musical multiplataforma que é quase certo que a versão para Mac será mais estável e bem desenvolvida.

Internet, email e outros usos

Atualmente, quase todo mundo passa a maior parte do tempo na frente de um computador acessando a internet, email e redes sociais.

No Mac, a experiência não corporativa de todos estes usos é sensacional.

Para a internet e redes sociais, o OS X já traz o Safari, um navegador moderno, rápido, seguro e extensível que não deve nada às melhores versões do Chrome e Firefox. Além disto, estes últimos possuem versões muito boas para OS X.

Para email, o OS X vem com Apple Mail que é muito bom para contas pessoais, que não tenham uma quantidade absurda de mensagens.

Além disto, o sistema da Apple já vem com programas de Calendário, Contatos e Notas muito bons, que atendem perfeitamente aos usuários que não precisam mais do que as funções básicas desses tipos de programas.

Conclusão

Nesta altura do post, minha opinião já deve estar bem clara: para uso estritamente pessoal, o Mac simplesmente trucida o Windows.

Muito do que é possível fazer com um Mac pode ser replicado no Windows mas, acredite, na maior parte das vezes a experiência não vai ser tão fácil, agradável e polida como é na plataforma da Apple.

Se você não faz uso avançado de Microsoft Word, Excel e Outlook e nem é um gamer da pesada, vá por mim: você será muito mais feliz com um Mac do que com Windows.

Atualmente advogado, mas apaixonado por tecnologia e tentando uma nova carreira na área, não passo um dia sequer sem usar algo feito por Apple, Google, Microsoft e Amazon.

Comentários

Mais de Apple

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top