Conecte-se conosco
FB-AmberAlert

Ciência e Tecnologia

Facebook irá alertar sobre crianças desaparecidas

O Facebook se uniu com o Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas para enviar alertas AMBER sobre crianças desaparecidas.

FB-AmberAlert

As redes sociais são ótimas para unir pessoas para um bem comum. O Facebook se uniu com o Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas (NCMEC) dos Estados Unidos para enviar alertas AMBER sobre crianças desaparecidas no feed de notícias dos usuários. A iniciativa vai direcionar os posts por região, aparecendo tanto na versão mobile quanto na do navegador, trazendo fotos e outras informações importantes.

No anúncio, o Facebook disse que a parceria foi inspirada depois que crianças foram encontradas graças a postagens de alertas AMBER da NCMEC por usuários da rede. Em março do ano passado, uma garota de 11 anos foi reconhecida pela proprietária de um hotel, na Carolina do Sul, depois de ter visto o aviso no postado Facebook.

Quanto mais as pessoas se engajam, maiores as chances de crianças serem encontradas, principalmente nas primeiras horas. Assim que a polícia classifica a criança como desaparecida, o alerta é emitido pela NCMEC, que passa ao Facebook todas as informações disponíveis no momento, como foto, nome e descrição, além do suspeito do rapto. A polícia também determina o alcance do alerta, e irá aparecer diretamente no feed do usuário.

Mais de 725 crianças já foram encontradas graças ao sistema de alerta AMBER da NCMEC.

Facebook irá alertar sobre crianças desaparecidas

Facebook irá alertar sobre crianças desaparecidas

A ONG tem uma parceira no Brasil, mas existem ainda informações sobre as intenções ou data de uma implantação similar de alerta pelo Facebook por aqui.

Atualmente, de acordo com o Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos, existem 368 casos de crianças desaparecidas no Brasil. O site oficial no país e o www.desaparecidos.gov.brNele encontram-se informações sobre os desaparecidos e links para ajudar nestas buscas.

 

Fontes: FacebookCadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos

Jornalista por profissão, geek por natureza, autodidata por curiosidade mesmo. Aprendendo e escrevendo sobre tecnologia desde que mexeu no primeiro 486 da família, está no SMT desde 2015.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top