Conecte-se conosco
ios-7-charging-featured

Android

Fatos e Mitos da bateria em smartphones Android, iPhones e Windows Phones

Separamos os FATOS dos MITOS sobre o assunto para ajudar você a reduzir o consumo da bateria em smartphones Android, iPhones e Windows Phones.

ios-7-charging-featured

Primeiro, a dura verdade: smartphones atuais são aparelhos com grandes telas e que passam o tempo todo conectados à rede. Estas duas características (tela ligada e internet) são os grandes vilões do consumo de bateria. Em geral, não espere que a duração de bateria ultrapasse 1 dia, como ocorria com os telefones celulares e Blackberrys antigos.

Dito isso, existem dicas muito legais para ajudar você a reduzir o consumo da bateria em iPhones, smartphones Android e Windows Phones. Abaixo, separamos os FATOS dos MITOS sobre o assunto. Veja:

Bluetooth, GPS, WiFi, NFC: vale a pena desligar?

Quick-settings-Lollipop

MITO. Em geral, desligar sensores como Bluetooth, WiFi, GPS e NFC resulta em pouca ou quase nenhuma redução no consumo da bateria. Os modelos mais novos de smartphones já fazem um bom gerenciamento do uso deles, ligando-os apenas quando necessário.

Mas, é isso mesmo? Bem, existem casos em que o smartphone (geralmente um modelo mais barato) não é tão eficiente neste gerenciamento e, por algum erro, acaba mantendo um sensor ligado desnecessariamente.

Dica: Faça pequenos testes de 1 hora, por exemplo, com sensores ligados e desligados. E, se você sabe que nunca vai usar um destes sensores, claro, pode deixá-lo desligado.

Aplicativos gastadores:

ios8-battery-meter

FATO. Pouca gente leva em conta, mas os aplicativos instalados no smartphone fazem toda a diferença no consumo da bateria. Isso ocorre por que alguns deles fazem uso intenso de internet e sensores como o GPS, ou porque foram mal desenvolvidos, gastando bateria desnecessariamente. Os apps das redes Facebook e Google+, tão comuns, por exemplo, são devoradores ferozes de energia, e não devem ser instalados se você não os usa.

Dica 1: no Android e no iOS (iPhones), existe uma área nas configurações que “dedura” os apps gastões. Localize essa opção (Android: Configurações>Bateria e iPhones: Configurações>Geral>Consumo ou Uso) e veja quais são realmente essenciais e remova os que forem desnecessários ou gastarem bateria demais.

Dica 2: mantenha os aplicativos sempre atualizados. Em geral, os desenvolvedores descobrem erros e melhoram seus apps com o passar dos tempos, fazendo com que eles se tornem mais eficientes.

Tela e Internet:

FATO. Você já sabe que estes são os grandes vilões do consumo de bateria, então uma boa dica é domá-los de acordo com o seu uso.

iOS-8-Battery-Life-Fix-Brightness-620x550

Tela: procure as configurações de “Tela” ou “Brilho” no seu smartphone e verifique se a opção de “brilho automático” está selecionada. Ela garante que a tela diminua a iluminação quando for possível, reduzindo o consumo. Outra dica é verificar se a tela está configurada para desligar após 10 segundos de inatividade.

unnamed

Conexão de Dados: desligar a conexão de internet pode trazer o maior benefício para preservação da bateria. Mas, também, deixará o seu smartphone menos “smart”, já que serviços que dependam da internet também deixarão de funcionar. De qualquer forma, pode ser uma ótima alternativa se você fica longos períodos sem utilizar o smartphone e quer garantir que ele tenha bateria ao final do dia.

Gerenciamento de Aplicativos:

sony-z3-battery-1_0

FATO. Aplicativos que gerenciam as atividades do sistema e aplicativos podem sim ajudar na redução do consumo da bateria. Eles são um meio termo para quem não quer desligar a conexão de internet por completo, gosta de usar alguns apps gastadores de energia mas não se incomoda se eles ficarem desligados quando o smartphone estiver inativo.

stamina

Se nos smartphones da Sony estes gerenciadores já vêm pré-instalados no aparelho (como é o caso do Stamina, ótimo gerenciador da linha Xperia), em outros modelos é preciso buscar por apps como o ShutApp e Greenify (sistema Android), Insider (no Windows Phone) ou Battery Doctor (iOS/iPhone).

Eles mostram quantos aplicativos estão em execução em segundo plano, quanto eles representam em gasto da bateria e, o mais importante, permitem que que você os proíba de funcionar quando a tela do smartphone está desligada. Com isso, a duração da bateria pode aumentar muito.

Modos de Economia:

Android-5.0-Automatic-Battery-Saver

FATO. Os mais novos smartphones já vem de fábrica com “Modos de Economia” (Battery Savers, em inglês), que conseguem dar vida adicional à bateria do aparelho. Eles trabalham reduzindo a performance do processador ou limitando a atividade de aplicativos em segundo plano, economizando no consumo de energia. Se você não se importa com a diferença de performance, pode deixar o smartphone no Modo Econômico.

Limpar a Memória:

android-50-lollipop-recent-apps-100525279-large.idge

MITO. Esta é uma mania antiga, inútil e potencialmente prejudicial: tirar os apps da memória. Isto porque, diferente do que ocorre com o sistema Windows da Microsoft, o gerenciamento de memória do iPhone, Windows Phone ou smartphones Android é eficiente e trabalha por padrão em uso máximo.

Caso precise, o sistema automaticamente encerra um aplicativo para dar lugar a outro, sem que o fato de a memória estar “cheia” deixe o sistema mais lento ou gaste bateria. E, ao mantê-los na memória, o retorno aos apps de uso recorrente é mais rápido e exige menos do hardware — economizando bateria.

Sistema Atualizado:

windows-phone-update

Fatos e Mitos da bateria em smartphones

 

FATO. E o que você está fazendo que ainda não atualizou o sistema operacional do seu smartphone para a versão mais recente? Tanto o Android quanto o iOS (sistema do iPhone) receberam novidades muito bem vindas para combater o gasto de bateria em suas últimas atualizações. O Windows Phone também não ficou atrás e, em sua nova atualização, entenderá como o usuário usa os aplicativos e recursos do aparelho ao longo do dia, gerenciando automaticamente o consumo e desligando atividades desnecessárias, o que resulta em economia de energia.

E você? Quer recomendar aplicativos e soluções de economia de bateria? Conte pra gente no campo de comentários abaixo.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top