Conecte-se conosco
Ghandi-Hipster-2

Notícias

Filhos de Gandhi? Executivos do Silicon Valley se comparam a líderes dos movimentos civis

Executivos do Silicon Valley se comparam aos líderes dos movimentos civis Mahatma Gandhi e Rosa Parks no twitter. Declarações assim são cada vez mais comuns

Ghandi-Hipster-2

Mahatma Gandhi em sua versão “hipster” pelo ilustrador israelense Amit Shimoni

Os executivos do Silicon Valley são especialistas em utilizar analogias delirantes e megalomaníacas em seus pronunciamentos e declarações nas redes sociais. Semana passada, um vasto material foi fornecido no Twitter por 2 executivos em suas esdrúxulas comparações a líderes históricos dos movimentos civis e humanitários. O primeiro a atiçar as chamas no Twitter foi Steve Dekorte, CEO da startup americana Uber, que ao se comparar com Rosa Parks – símbolo do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos – provocou indignação de todos os lados.

steve-dekorte-tweet-printed

Reprodução do tweet posteriormente apagado por Travis Kalanick: “Sim, a Uber desrespeitou a lei. O mesmo aconteceu com Rosa Parks. Respeitar leis corruptas que concedem privilégios especiais para comparsas não é uma virtude” (livre tradução).

A inspirada forçação de barra do Sr. Travis Kalanick pegou tão mal que independente de sua resistência pessoal, ele teve que ceder às pressões da Uber e apagar o tweet. Mesmo após a exclusão da mensagem, Kalanick não publicou, até agora, nenhuma nota de desculpas ou explicação.

Rosa+Parks+720

Rosa Parks foi presa por ter se recusado a ceder o seu lugar no ônibus a um branco, tornando-se o estopim do movimento que posteriormente viria a marcar o início da luta antissegregacionista nos EUA.

Dias depois foi a vez de Brian CheskyCEO e co-fundador da Airbnb (que muitos descrevem como sujeito humilde e pensativo) criar sua bravata. Em uma analogia menos direta, mas igualmente delirante, Chesky invocou a Marcha do Sal, realizada na Índia em 1930 e organizada por Mahatma Gandhi ao seu favor. O protesto foi uma ação direta de resistência fiscal contra o monopólio da exploração do sal exercido pelo Império Britânico na Índia colonial. Gandhi e sua legião se juntaram e passaram a se negar a pagar o imposto obrigatório da produção de sal. O movimento levou à prisão de 80 mil indianos, incluindo o próprio Gandhi.

brianchesky-compare-as-gandhi

O CEO da Airbnb, Brian Chesky, em seu polêmico tweet: “Aparentemente Gandhi ficou em casa durante a “Marcha do Sal”. Graças a Deus o governo não necessita de uma estadia por menos de 30 dias. Fosse assim, ele não teria ido muito longe.” (Livre tradução)

O tweet parece ter sido motivado como forma de pressão à prefeitura de Nova York, onde atualmente é ilegal alugar um apartamento por um prazo inferior a 30 dias sem a anuência do proprietário. A Airbnb apresentou uma proposta de alteração dessa lei. A empresa oferece um serviço online comunitário para pessoas anunciarem, descobrirem e reservarem acomodações, sendo portanto diretamente afetada pela restrição legal.
É importante frisar que independente da legitimidade da causa pleiteada pela Airbnb – que visa criar alternativas mais econômicas dentro da especulação imobiliária – a comparação exagerada e descabida repercutiu mal nas redes sociais. Tanto que o próprio Chesky apagou o tweet e publicou um pedido de desculpas via Twitter.

brianchesky-appologies

Pedido de desculpa de Chesky: “O que twittei anteriormente foi impensado. Sinto muito. Nunca tive a intenção de comparar nossos problemas a luta feita por um dos grandes líderes da história” (livre tradução)

O Silicon Valley (Vale do Silício – do inglês) é uma região que abrange várias cidades do estado da Califórnia, no sul da baía de São Francisco, como Palo Alto e Santa Clara, estendendo-se até os subúrbios de São José. A área abriga o principal polo de desenvolvimento tecnológico do mundo, destacando-se na produção de circuitos eletrônicos, na eletrônica e informática.

Uma característica comum entre os executivos da região está na juventude da maioria deles. Talvez isso explique em parte as declarações estapafúrdias e intempestivas que frequentemente surgem de lá. Porém, por mais que o foco seja a ciência e a tecnologia, não faria mal nenhum dar uma folheada nos livros de História de vez em quando.

Fonte: sfist

Jornalista, fã de cinema e curioso de todas as coisas. Sempre atento às informações, escreve sobre ciência, comportamento e as novidades do mundo tecnológico.

Comentários

Mais de Notícias

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top