Conecte-se conosco
foursquare

Geral

Foursquare irá desmembrar check-ins em um novo app chamado Swarm

Em uma ousada decisão, Foursquare decide separar os recursos de check-in e recomendação. O novo aplicativo focado no compartilhamento de localização entre amigos, Swarm, chega esta semana.

foursquare-logoswarm_logo

 

Em 2009, quando a App Store ainda engatinhava e nem todo smartphone continha um sensor GPS, um aplicativo que permitia fazer check-ins em virtualmente qualquer lugar, como restaurantes, parques e lojas, e em seguida compartilhar esta informação com amigos ganhou notoriedade quase instantânea: o Foursquare.

O app foi um dos primeiros a popularizar o conceito de gamificação, que consiste em oferecer incentivos para a utilização do serviço. A disposição para explorar novos lugares ou a fidelidade para com um determinado local eram recompensadas através de pontos, rankings, medalhas e “prefeituras” com o intuito de engajar os participantes.

Em 2014, o cenário é drasticamente diferente. Compartilhar a localização tornou-se trivial em qualquer smartphone; serviços como Facebook, Twitter e Instagram aliam a posição do usuário à imagens e textos de formas mais simples e visualmente mais ricas que o Foursquare.

O aumento exponencial da base de usuários, de 50 mil em 2009 para 50 milhões atualmente, tornou a conquista de prefeituras e a busca pela liderança no ranking de contatos quase impossível para boa parte do público do app.

Com essa realidade em mente, os desenvolvedores tomaram uma decisão corajosa, porém arriscada: dividir as funções de check-in e sugestões localizadas entre dois aplicativos.

O Foursquare então transforma-se em um serviço com foco em recomendações personalizadas, e um novo aplicativo, o Swarm, assume os recursos de compartilhamento de localização.

Swarm

Com lançamento previsto para esta semana na App Store e Google Play (Windows Phone “logo depois”),  o Swarm irá concentrar as características de gamificação do Foursquare, porém com mudanças para tornar esta experiência mais intimista.

swarm_app

Lista de amigos próximos do Swarm

 

Segundo o CEO Dennis Crowley, uma queixa comum dos usuários é que eles não gostam da ideia de ter seus rostos fixados em um mapa, revelando sua localização exata. Por isso, o Swarm exibirá uma tela com os amigos próximos, mas não indicará latitude e longitude, apenas a distância aproximada, por exemplo, “700 metros”, de forma semelhante à apps de paquera.

Check-ins convencionais em locais específicos continuarão a ser suportados, mas o Swarm irá além, rastreando e atualizando a localização do usuário em tempo real. Caso pretenda usar este aplicativo, vale a pena fazer uma faxina nos contatos para não sair compartilhando sua posição com pessoas indesejadas.

Outra novidade será o suporte a adesivos (stickers), que podem ser utilizados durante os check-ins para transmitir seu humor no momento. Os adesivos serão gratuitos e novas figuras poderão ser desbloqueadas à medida que o usuário explora novas localizações. O Foursquare ainda não revelou o que acontecerá com as badges, mas já indicou que elas serão substituídas por uma nova forma de “recompensa”.

swarm_sticker swarm_mayot

As prefeituras também sofrerão alterações. Atualmente, o usuário que faz mais check-ins em determinado lugar nos últimos 60 dias, torna-se o prefeito. No Swarm, o título será disputado apenas entre amigos que frequentem o mesmo local, não contra as 50 milhões de pessoas que usam o aplicativo.

Ao tornar-se prefeito,  o usuário ganhará um adesivo em formato de coroa. Desde sexta-feira (dia 9) todas as prefeituras do Foursquare estão congeladas, portanto é impossível destituir um prefeito até que o Swarm seja disponibilizado.

Foursquare

O objetivo desta transição é transformar o Foursquare em um poderosos serviço de busca local, como uma versão moderna e personalizada das páginas amarelas, que liste os estabelecimentos disponíveis na região atrelados à opinião de amigos, consumidores e até de especialistas.

Para sugerir ao usuário aquilo que ele procura, o Foursquare conta com um gigantesco banco de dados alimentado por 6 bilhões de check-ins que permitiram ao serviço mapear 60 milhões de locais no mundo todo, um grande diferencial em relação à outros aplicativos do gênero.

Na teoria, qualquer app pode solicitar o posicionamento de uma pessoa através do smartphone, mas graças aos check-ins, o Foursquare é um dos poucos que sabe o que há naquele local em que o sujeito se encontra, seja um restaurante, um shopping center, uma escola, etc.

Os principais concorrentes do Foursquare nesse quesito são o Yelp, que chegou ao Brasil no ano passado, mas não dispõe aqui da mesma popularidade que possui nos EUA e claro, o Google.

swarm_logo_bee foursquare

Porém, Crowley acredita que nenhum dos dois tenha a habilidade contextual da qual o Foursquare dispõe graças aos dados coletados do indivíduo e dos amigos deste. Uma das empresas atraídas por essa capacidade foi a Microsoft, que irá utilizar o serviço de recomendações do Foursquare na assistente digital Cortana.

O CEO também afirma que a nova estratégia tornará o serviço mais atraente para um número maior de pessoas, já que muitos não se sentiam confortáveis com o conceito do check-in. Uma das comparações que a companhia faz é com relação ao Twitter, que não exige que os usuários tuítem para obter informações disponíveis na rede.

Este novo Foursquare, sem check-ins e focado em recomendações deve chegar às lojas de aplicativos apenas no próximo trimestre. Para ser alertado sobre a disponibilidade do Swarm, inscreva seu email no site oficial do app, neste link.

Fontes: The Foursquare Blog [1] [2], The Verge.

Já vivia na nuvem antes de ser modinha.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top