Conecte-se conosco
smt-Fuze-Tomahawk-F1-capa1

EMPRESAS

Fuze Tomahawk F1 é um console que mistura PS4 e Xbox One

Videogame Android de baixo custo, Fuze Tomahawk F1 mistura o design do PS4 com joysticks do Xbox e quer rivalizar com os originais na China

smt-Fuze-Tomahawk-F1-P0

No mercado de smartphones é cada vez mais comum os “clones” de modelos consagrados como o iPhone. Alguns desses aparelhos, já apresentam boa qualidade como o Oppo R9 e o Meizu Pro 6. Há algum tempo o mercado de games também começou a flertar com essa ideia com modelos como o Fun Station e o Polystation, que misturam o visual de consoles como o Playstation, rodando jogos com cartuchos de Nintendo 8 Bits.

Até então, as opções neste segmento eram basicamente de aparelhos curiosos e criativos, mas sem muita qualidade ou desempenho. Na última terça-feira (10), a fabricante chinesa Fuze Entertainment anunciou um interessante videogame Android de baixo custo chamado Fuze Tomahawk F1. O console é uma inusitada mistura de Playstation 4 com o Xbox One.

Com um design claramente “inspirado” no console da Sony, o Fuze Tomahawk F1 poderia enganar um jogador mais distraído. A única diferença fica por conta de uma linha diagonal lisa que passa pelo topo do console. A interface do usuário também é praticamente igual à da PlayStation Network. Soma-se a este conjunto, 2 joysticks muito parecidos com os do console da Microsoft.

As especificações do videogame incluem um processador de 4 GHz e 500 GB de armazenamento interno, sem maiores detalhes sobre outros componentes. O Fuze Tomahawk F1 deverá ser capaz de rodar a maioria dos tradicionais jogos para Android e ainda receberá títulos como Dynasty Warriors, Assassin’s Creed, Saint’s Row e outros.

O mercado de videogame na China tem características muito peculiares. Os consoles chegaram a ser banidos do país em 2000 e só puderam voltar a ser comercializados em julho do ano passado (2015), após o governo chinês criar regras específicas para empresas estrangeiras. Para venderem seus produtos na zona de comércio, os fabricantes devem receber a aprovação do Ministério da Cultura da China.

Este embargo fomentou o aparecimento de um mercado “paralelo” de aparelhos vindos do Japão e de Hong Kong. Além disso, os jogos online e para dispositivos móveis se tornaram muito populares, consagrando especialmente o modelo “freemium” — modelo de negócio em que um produto ou serviço é oferecido gratuitamente, mas dinheiro é cobrado a usuários premium por recursos adicionais. Dessa forma, os jogadores chineses estão acostumados com o mercado de games gratuitos.

Mesmo tendo concorrentes de peso como a Sony e a Microsoft, a Fuze — que é uma empresa formada por ex-funcionários da TencentHuawei e NVIDIA — acredita que o Fuze Tomahawk F1 tem boas chances de sucesso em função do preço. O início das vendas está previsto para o próximo mês de junho e o console tem preço sugerido de 899 yuan, ou 140 dólares (cerca de 500 reais). Aparentemente, um negócio da China!

Jornalista, fã de cinema e curioso de todas as coisas. Sempre atento às informações, escreve sobre ciência, comportamento e as novidades do mundo tecnológico.

Comentários

Mais de EMPRESAS

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top