Conecte-se conosco
samsung note 7 note7 reconhecimento de iris

Android

Galaxy Note 7: entenda como funciona o reconhecimento de íris

Não é feitiçaria, é muita tecnologia! Entenda como funciona o reconhecimento de íris do Galaxy Note7 e a segurança que ele representa.

samsung note 7 note7 reconhecimento de iris

Olhou e destravou: simples assim.

O Galaxy Note 7 é o novo smartphone (ou phablet) apresentado pela Samsung no início deste mês, em um evento realizado no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. O Showmetech estava já, e conta tudo o que aconteceu, neste post.

O modelo tem diversos novos recursos, entre eles a nova tecnologia de reconhecimento de íris. A ideia é a mesma utilizada pelo sensor de reconhecimento da impressão digital, mais conhecido e também presente: usar uma característica única do usuário, como forma de desbloqueio ou “senha pessoal“. Com ela presente, basta olhar para a tela, que o smartphone reconhece o dono do aparelho e faz o desbloqueio.

Claro, essa novidade “não é feitiçaria, é muita tecnologia!”. Então, vem com a gente, que explicaremos como o reconhecimento de íris funciona:

Apenas para os Seus Olhos

O reconhecimento de íris é um método automatizado de identificação biométrica que utiliza o reconhecimento de um padrão matemático de imagens da íris de um indivíduo, a partir de um ou de ambos os olhos.

Para obter tais imagens, um dispositivo de autenticação escaneia a íris, que é o anel fino e colorido do olho e que abre e fecha a pupila como um obturador de câmera, regulando assim a quantidade de luz que atinge a retina.

Íris: a região colorida do olho funciona como "assinatura pessoal" do usuário.

Íris: a região colorida do olho funciona como “assinatura pessoal” do usuário.

Cada indivíduo possui um padrão diferente da íris, em cada olho, e se mantém inalterado ao longo da vida. Essa característica, combinada com o fato de que os padrões de uma íris são quase impossíveis de serem replicados, torna a leitura da íris uma das mais seguras e confiáveis técnicas de autenticação biométricas disponíveis.

Como resultado, isso vem sendo amplamente utilizado para controles de acesso, controle das fronteiras e segurança em aeroportos.

Trazendo a Biometria para o Note 7

Uma vez que o usuário registra as informações da sua íris em um Galaxy Note7, um código encriptado é armazenado em uma área segura do smartphone. Quando um usuário tenta acessar o aparelho, ou um aplicativo protegido, o LED infravermelho (IR) e a câmera da íris trabalham em conjunto para capturar o padrão da íris do indivíduo para o reconhecimento e armazenamento, digitalizando o padrão, e comparando esse padrão digitalizado com o código criptografado para garantir o acesso do usuário.

Este é o passo-a-passo do processo de reconhecimento.

Este é o passo-a-passo do processo de reconhecimento.

A Samsung foi capaz de criar dois novos componentes para permitir o reconhecimento da íris, sem sacrificar o design do Galaxy Note7. Para isso, o dispositivo foi equipado com uma câmera dedicada para o reconhecimento da íris, que utiliza um filtro de imagem especial para receber e reconhecer as imagens refletidas da íris, com uma luz LED infravermelha (IR).

A luz infravermelha permite um melhor alcance para a leitura da íris. Além disso, diferente das imagens tradicionais visíveis (RGB), que podem ser afetadas pela cor da íris ou luz ambiente, as imagens infravermelhas exibem padrões nítidos e têm baixo reflexo de luz.

A tecnologia proprietária da Samsung também faz uso da luz emitida pelo visor do Galaxy Note7, para que o scanner receba dados mesmo em ambientes com pouca luz. Juntos, esses componentes garantem que a leitura da íris seja precisa e rápida.

O Galaxy Note7 reconhece estes dados mesmo em ambientes com pouca luz.

O Galaxy Note7 reconhece estes dados mesmo em ambientes com pouca luz.

E com o Galaxy Note7, os usuários podem ficar tranquilos sabendo que as informações de sua íris são criptografadas e armazenadas com segurança no hardware da plataforma Knox, assim como os dados das impressões digitais foram armazenados no passado. Além disso, apenas uma pessoa pode registrar as informações da sua íris, o que significa que, mesmo se o dispositivo for perdido ou roubado e alguém tiver acesso ao smartphone, as informações da íris do usuário não serão comprometidas ou utilizadas.

O LED infravermelho do Galaxy Note7 também é seguro para uso, sem risco à saúde por conta da sua tecnologia, tendo recebido o mais alto nível de certificação: International Electrotechnical Commission (IEC) 62471 (fotoestabilidade biológica). O dispositivo desliga automaticamente caso detecte que o olho humano está muito próximo ou exposto há muito tempo ao sensor de LED infravermelho.

Recursos Adicionais

Aproveitando esta tecnologia de digitalização da íris, o Galaxy Note7 oferece novos serviços para dar ainda mais segurança.

Pasta Segura

O primeiro é a Pasta Segura, uma pasta separada que permite aos usuários proteger e gerenciar aplicativos e arquivos particulares de forma segura por meio do reconhecimento de íris, impressão digital, senha tipo padrão ou PIN. Os usuários podem aproveitar o serviço para manter os dados privados e pessoais, como informações bancárias, completamente separados em seus smartphones. Também é uma ótima ferramenta para os pais que querem bloquear o acesso a jogos ou conteúdos específicos de seus filhos. A Pasta Segura é fácil de usar e tem poucas restrições para o armazenamento de conteúdo ou compartilhamento de aplicativos no dispositivo.

Pasta Segura: recurso do Note7.

Pasta Segura: recurso do Note7.

Samsung Pass

Outro recurso de segurança adicional, o Samsung Pass, permite que os usuários façam login rapidamente em sites pelo navegador Internet da Samsung, usando uma autenticação biométrica. Como os usuários não precisam perder tempo inserindo um nome de usuário ou senha, o Samsung Pass acrescenta um elemento de conveniência para a mais recente edição do Galaxy Note.

Enquanto continuamos a armazenar e ter acesso a informações mais privadas e altamente sensíveis em nossos smartphones, o Galaxy Note7 proporciona confiança aos usuários na segurança e na privacidade que eles almejam.

Para a empresa, a tecnologia de leitura da íris também pode ser utilizada para autenticar o acesso ao contêiner Knox Workspace, que é creditado, com confiança, por muitos dos clientes empresariais, para reforçar a segurança por meio de uma solução de EMM corporativa da escolha do usuário.

Renato Citrini, Gerente de Marketing do Produto para smartphones, wearables, realidade virtual e tablets na Samsung, explica a tecnologia por completo. Veja abaixo:

Gostou dessa novidade? Para saber mais sobre o Galaxy Note7, visite este post.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top