Conecte-se conosco
Dead Trigger 2 logo

Android

Game Review: Dead Trigger 2 (Android/iOS)

Dead Trigger 2, um dos jogos mais aguardados do ano foi lançado na última quinta-feira (24) e chega com jogabilidade melhorada, interface e gráficos novos.

Dead Trigger 2

O premiado FPS de Zumbis está de volta“, é o que diz a descrição de Dead Trigger 2 um dos jogos mais esperados do ano. Lançado na última quinta-feira (24), pela Madfinger Games, o jogo conta com várias melhorias na jogabilidade, interface e novos gráficos. Com mais desafios e muito sangue, Dead Trigger 2 chega para mostrar que não está de brincadeira!

Interface

O jogo está com a interface reformulada. Além de uma interação maior com a página inicial do jogo, é possível escolher vários idiomas (infelizmente, o português não está disponível). É obrigatório criar um conta para poder prosseguir com o jogo e liberar a médica (canto inferior esquerdo da imagem) e depois de algumas missões liberar os outros personagens.

Página inicial do Dead Trigger 2

Página inicial do Dead Trigger 2

Gráficos

É natural que quando se lança algum jogo ou a continuação, os gráficos evoluam. Aqui não é diferente. Mesmo com gráficos melhores, eu percebi que ele está travando menos que o Dead Trigger “1” – que também fizemos um review. Só por curiosidade, eu tenho um Xperia P e jogo as duas versões na qualidade mais baixa. Mesmo assim, ainda dá um lag.

Missão da África no Dead Trigger 2

Em relação ao Dead Trigger “1”, a evolução gráfica não é daquelas de deixar todo mundo de “boca aberta”. Alguns detalhes que antes só eram possível ver com resolução máxima, agora podem ser vistos com a resolução low. Olhando as caixas e as paredes da imagem acima é impressionante a qualidade de jogo, levando em conta que é uma tela de 4″ (em outros até 6,4″) e que é um smartphone. Nada que se compare com uma placa de vídeo topo de linha aliado à uma tela maior e outros itens de um computador gamer.

Jogabilidade

O jogo em si está muito bom, fluido e com interface nova. É possível construir barreiras nas janelas para atrasar os zumbis. Também chegaram armas novas que você libera coletando os planos, geralmente após matar os zumbis maiores. Aliados te ajudam conseguir armas, granadas e remédios.

Missão do Dead Trigger 2

Objetivo da missão: Resgatar o engenheiro

As primeiras missões são feitas com mira automática, que pode agradar alguns e outros nem tanto (meu caso). Depois é possível mudar para a mira manual. Nesta missão, o objetivo é resgatar o engenheiro. Ele será responsável pela produção e melhoria de armas com o decorrer do jogo.

Objetivo da missão: limpar a área com a ajuda de um helicóptero.

Objetivo da missão: limpar a área com a ajuda de um helicóptero.

Uma das inovações que já valeu o jogo foi a diferença nas missões. Na imagem acima, por exemplo, você ficava em um helicóptero matando os zumbis (aquela bolinha branca na tela é uma função que ativei e a cada toque na tela ela aparece, não é nenhum problema do jogo).

Isto já valeu o jogo porque você não fica na repetição que acontecia no primeiro jogo (geralmente coletar caixas, proteger portas, sobreviver e ativar botões no modo história). Nesta nova versão existem zumbis kamikazes, cientistas (que tem muita radiação e podem te matar se você ficar perto) e os que vomitam sangue contaminado – ou seja lá o que for.

A dificuldade do jogo é selecionada no início de cada fase. São os três níveis clássicos: fácil, médio e difícil.

Um ponto negativo é ser obrigatório o uso de conta no jogo e de conexão para poder jogar. Isso dificulta um pouco porque não é todo mundo que pode jogar online todo dia por falta de wi-fi em casa ou de um plano de dados.

História/Duração

Acredita-se que a história do segundo jogo seja maior e mais envolvente, liberando novos continentes e contando com a ajuda da sua “gangue” para combater os zumbis. 

Continente Norte-Americano no Dead Trigger 2

O modo história desenvolve-se nessas pontos amarelos.

Conclusão

Eu sou viciado em zumbis, por isso, minha opinião já é bem previsível. Gostei muito do jogo e pelas primeiras fases já dá para perceber o ótimo trabalho da Madfinger. O ponto negativo é mesmo a obrigação de uma conexão à internet. Fora isso, é muito interessante! 

Para fazer o download do jogo em seu dispositivo Android, clique aqui (necessário versão 4.0 ou mais recente). Para fazer o download em seu iPhone/iPad/iPod, clique aqui (necessário a última versão do iOS).

Você já jogou o Dead Trigger 2? O que achou? Nos conte na aba de comentários!

Enjoy!

Trailer do jogo [em inglês]:

Estudante, 17 anos.

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top