Connect with us

Ciência e Tecnologia

Google Person Finder: um alento quando falta informação

Em eventos trágicos como as explosões na Maratona de Boston, costuma ser especialmente complicado conseguir contatar amigos e parentes, caso estivessem em áreas próximas ou na mesma cidade do evento, e essa demora em ter notícias pode ser difícil e torturante…

Nem só de vendas ou tão pouco inovação vive a rotina do Google. Pode-se dizer que, dentro dos mainframes da empresa, também bate um coração.

Em eventos trágicos como as explosões na Maratona de Boston, costuma ser especialmente complicado conseguir contatar amigos e parentes, caso estivessem em áreas próximas ou na mesma cidade do evento, e essa demora em ter notícias pode ser difícil e torturante.

Minha motivação neste post é pessoal: minha irmã trabalha no Consulado Brasileiro em Boston. Isso naturalmente nos deixou preocupados, mesmo sabendo que, pelo perfil da família, seria pouco provável que ela estivesse num evento de corrida. Se fosse a abertura de uma pizzaria, eu teria ficado bem mais preocupado 😉

Entretanto, quem realmente ficou muito ansiosa foi nossa mãe, já octogenária, que não sossegou enquanto não conseguiu falar com ela pelo telefone. E, considerando o congestionamento das linhas durante uma situação destas, estava se mostrando impossível acalmá-la.

Como o e-mail não adiantaria e, provavelmente, demoraria mais do que nossa doce octogenária estava disposta a esperar, fui atrás de outros meios de checar as listas de nomes ou coisa parecida. E, foi ai que esbarrei no Google Person Finder, serviço que a empresa coloca no ar sempre que há catástrofes de grandes proporções e que permite o reporte do estado de vítimas diretamente, além de cruzar uma série de informações e notícias para dar respostas às procuras das pessoas.

Minha primeira reação foi colocar o nome da minha irmã e pedir para checar, recebi como resposta que “não havia resultados encontrados“. Isso deve ser bom, mas como ter certeza?

Procurei algumas notícias das explosões até achar uma nota de falecimento, lamentavelmente um garoto de 8 anos, Martin Richard, devido ao atentado. Lancei o nome dele no Person Finder e recebi como resposta quatro possíveis pessoas, entre elas uma criança, mais um clique e as informações básicas apareceram de imediato, falecido, com mãe e irmã seriamente feridas.

Apesar de ficar triste com nota, me serviu de comprovação da seriedade e precisão da ferramenta, assim como ajudou a acalmar nossa mãe até que fosse possível falar com minha irmã por telefone. Atualmente, a ferramenta já não mostra mais resultados relacionados ao atentado em Boston. Mas, já é possível usá-la para encontrar informações sobre o terremoto em Sichuan, na China.

Então, se um dia você se encontrar em situação parecida (esperamos que não!), vale a pena lembrar desta dica.

Para mais informações, visite o site do Google Person Finder.

Trader, Empresário e Administrador. Recifense aficionado pelo mundo High Tech, sempre tentando unir as mais novas tecnologias à melhoria da dura realidade diária e, como nem tudo é bite ou concreto, aficionado por carros antigos.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top