Conecte-se conosco

HP Palm lança, de uma vez só, o webOS 2.0 e o Pre 2

Como se a briga no mundo dos sistemas para dispositivos operacionais já não estivesse quente o bastante, a HP acaba de por fim ao mistério sobre o futuro do webOS e botar ainda mais lenha na fogueira.

Hoje a nova dona da uma vez onipresente Palm anunciou a nova versão do sistema webOS, 2.0, bem como a nova versão do Palm Pre, que se chama agora – surpresa! – Pre 2.

Dentre as novidades do sistema webOS 2.0, estão:

  • “True Multitasking”, que segundo a HP será a mais próxima dos PCs entre os dispositivos móveis;
  • “JustType”, que é uma busca universal e instantânea no próprio aparelho / sistema;
  • “HP Synergy”, que fará a integração de diversas redes sociais (como Motoblur, HTC Sense);
  • Suporte ao Adobe Flash no navegador;

Quanto ao Pre 2, as novidades são menos empolgantes já que, em tese, a HP apenas trouxe o já idoso Palm Pre original para os “padrões” do mercado topo de linha hoje, com:

  • Processador de 1 Ghz;
  • 512 MB de memória RAM
  • 16 GB de memória interna (não sendo possível expandi-la)
  • Tela de 3.1″, HVGA, com vidro ao invés de plástico
  • Câmera de 5 MP.

O Pre 2 será lançado na França, no dia 22/10, em sua versão GSM, com a versão CDMA chegando pouco tempo depois.

O webOS sempre foi um sucesso de crítica, especialmente quanto à facilidade de uso e sua capacidade de multitarefa, reconhecidamente a melhor entre os dispositivos móveis (sim, quem já comparou diz que ele ganha do Android neste quesito). As pobres escolhas da Palm, como lançar o sistema exclusivamente em um aparelho CDMA (quase que só utilizado em larga escala nos Estados Unidos) e a demora em lançar hardwares mais modernos, sempre foram algumas das razões apontadas pela mídia como responsáveis pelo até então fracasso do webOS.

Tomara que com a vida nova dada à Palm pela HP, as novas melhorias no sistema e o tão aguardado lançamento do primeiro aparelho com webOS GSM possam levar o sistema a uma posição relevante no mercado. Na pior das hipóteses, os concorrentes acabarão incorporando alguns dos pontos fortes do sistema webOS, o que será bom para todos.

Via Engadget

Atualmente advogado, mas apaixonado por tecnologia e tentando uma nova carreira na área, não passo um dia sequer sem usar algo feito por Apple, Google, Microsoft e Amazon.

Comentários

Mais de

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top