Conecte-se conosco

Geral

HSPA+ ou 4G: Quem é quem na era da conexão móvel?

Muito se falou sobre a vinda da conexão 4G para o Brasil desde o começo do ano. Afinal, o país vai sediar grandes eventos internacionais como a Copa do Mundo de 2014. Algumas operadoras se adiantaram em garantir mais velocidade de conexão para seus usuários.

A resposta deste investimento é a implantação da rede HSPA+ por operadoras como Vivo, Tim e Claro. A Claro foi a a última a anunciar sua nova conexão e liberou a rede HSPA+ para os clientes em mais de 700 municípios na última quinta-feira (15). A rede não é compatível com todos os aparelhos lançados atualmente no Brasil, mas sabemos que a conexão máxima da rede, na Claro, será de 3MBps. Sobre a rede 4G, apenas a Sky anunciou a utilização do sinal para banda larga, inicialmente no Distrito Federal.

Mesmo com a conexão 4G ainda indisponível, lojas e fabricantes anunciam produtos compatíveis com esta tecnologia. Celulares e tablets são vendidos como “compatíveis com a rede 4G” ou ainda vinculam o 4G à nova conexãoHSPA+. Mas, qual a diferença entre elas?

A conexão HSPA+ é, exatamente, o que as operadoras dizem ser: uma conexão 3G mais rápida. Uma definição para a conexão HSPA+ é a nomenclatura de 3,5G. Com velocidade máxima de 21MBps (no Brasil, operadoras se limitarão a velocidade em torno de 3MBps), ela utiliza-se da mesma freqüência que a conexão HSPA, o clássico 3G. Apesar de usar a mesma freqüência, é preciso que o aparelho suporte esta conexão e, no Brasil, são poucos os aparelhos que contam com este trunfo.

A conexão 4G ainda é algo indefinido. Sua principal representante, a LTE, já é adotada por operadoras como a norte-americana Verizon e em países asiáticos como o Japão. A LTE (Long Term Evolution – Evolução de Longo Prazo, em português) foi criada para manter a compatibilidade com o GSM e o HSPA. A freqüência utilizada pela nova rede é 2.5GHz e atinge, no máximo, 100Mbps de download e 50Mbps de upload.

Produtos com conexão 4G, como tablets e smartphones compatíveis com a rede LTE ainda não são comercializados oficialmente no Brasil. Smartphones e Tablets como Atrix e RAZR da Motorola, Galaxy SII, Galaxy Note e Galaxy Tab 10.1 e 8.9 da Samsung, não possuem compatibilidade com a freqüência LTE, mesmo que alguns deles sejam vendidos no exterior com versões compatíveis com a rede.

"There was a young lady named Bright Whose speed was far faster than light; She set out one day In a relative way And returned on the previous night."

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

mx anywhere 2

GADGETS

Review: Mouse Logitech MX Anywhere 2

Por 20 de março de 2017
Ar condicionado de mesa Evapolar. Cor branco
Review: Nintendo Switch é puro potencial

Ciência e Tecnologia

Review: Nintendo Switch é puro potencial

Por 3 de março de 2017
SSD WD Blue 1TB review

Comparativo

REVIEW: SSD WD BLUE da Western Digital

Por 23 de fevereiro de 2017
galaxy a5 2017

Android

Review do Galaxy A5 2017: Galaxy S7, é você?

Por 20 de fevereiro de 2017

Cultura Geek

Tutoriais

Subir