Conecte-se conosco
microsoft buys nokia compra

Geral

Microsoft confirma compra da Nokia por US$ 7.2 bi

Uma das maiores apostas da internet tornou-se realidade. A Microsoft comprou a unidade de aparelhos e serviços da Nokia. O montante acordado pela venda da empresa finlandesa de smartphones à americana Microsoft atingiu a cifra de 7,2 bilhões de dólares.

microsoft buys nokia compra

Uma das maiores apostas da internet tornou-se realidade. A Microsoft anunciou a compra da unidade de aparelhos e serviços da Nokia. O montante acordado pela venda da empresa finlandesa de smartphones à americana Microsoft atingiu a cifra de 7,2 bilhões de dólares.

A transação deverá ser concluída no primeiro trimestre de 2014 e está sujeita a aprovação dos acionistas da Nokia e dos órgãos reguladores. Em 2011, a Nokia havia firmado uma parceria com a Microsoft e, desde então, usa o sistema operacional Windows Phone na maioria de seus aparelhos.

A Microsoft vai pagar 5 bilhões de dólares pela unidade de fabricação de celulares e mais 2,2 bi pelo licenciamento de patentes da Nokia, totalizando US$ 7.2 bi. “Para a Nokia, este é um importante momento de reinvenção para podermos construir nosso próximo capítulo”, afirmou Risto Siilasmaa, presidente da Nokia. Siilasmaa disse ainda que ” esta transação é o melhor caminho a seguir para a Nokia e seus acionistas.”

Stephen Elop deixa o comando

Após a conclusão da transação, diversos executivos da Nokia serão transferidos para a Microsoft. O time inclui o CEO, Stephen Elop, que deixará o cargo e passará a comandar uma divisão expandida de aparelhos da Microsoft. Entre os demais, estão Jo Harlow, vice-presidente executiva da divisão de dispositivos inteligentes (smartphones e outros devices) da Nokia, Juha Putkiranta, Timo Toikkanen e Chris Weber.

A compra promete mexer com o mercado de smartphones e é um importante passo da Microsoft para consolidar o seu sistema operacional mobile, o Windows Phone, no mercado mundial. A última pesquisa do mercado de smartphones da Kantar Worldpanel ComTech, relativo aos meses de abril, maio e junho mostrou que o Windows Phone vem crescendo nos 5 principais mercados da Europa.

Pesquisa de mercado mostra avanço do Windows Phone na Europa / reprodução

No México, o SO já superou o iOS com 11,6% do marketshare, contra 9,2% do sistema operacional da Apple. No bloco composto por Reino Unido, Alemanha, Itália, França e Espanha, a participação do Windows Phone saltou de 4,9% no mesmo período do ano passado para 8,2% no trimestre.

Na contramão dos números positivos, a plataforma da Microsoft perdeu 2,2% nos EUA e China – os dois maiores mercados de smartphones do mundo.

Adeus ao Android:

O anúncio da compra coloca fim a um pedido comum em diversos fóruns e comunidades de usuários do sistema Android. Muitos aguardavam ansiosamente por um dispositivo fabricado pela finlandesa rodando o sistema do robozinho verde. Pelo visto, isto não deverá mais acontecer. A aquisição da Nokia pela Microsoft coloca um ponto final nesta discussão.

A notícia também coloca a Microsoft em pé de igualdade com outras gigantes do setor: a Apple e o Google. Produtora do sistema operacional e agora do hardware de seus próximos smartphones, a empresa de Bill Gates ganha novo fôlego para convencer consumidores a trocarem tablets e smartphones dos concorrentes por modelos com o sistema Windows Phone. Nos termos do negócio, inclui-se a compra da marca Lumia que, segundo a nota da Microsoft, foi responsável pela venda de 7.4 milhões de unidades de smartphones no segundo trimestre de 2013.

154981526-645x250

Licenciamento de patentes:

Claro que por trás desta aquisição há uma questão muito importante e valiosa em tempos atuais: o licenciamento de patentes. Segundo os termos divulgados, a Nokia manterá por pelos menos 10 anos o portfólio de patentes atuais, e a Microsoft dará direito de uso para a Nokia de suas patentes para o serviço de mapas da Nokia, conhecido como HERE. Ainda, a Microsoft será um parceiro estratégico para este serviço, pagando separadamente por uma licença de 4 anos.

Com isso, vemos que a Microsoft está correndo atrás para criar uma força tarefa de competição direta com o Google Maps. Para nosso bem, como consumidores, espero que isto dê certo.

Com este movimento, a Microsoft afirma ter como objetivo acelerar o crescimento de sua mudança de foco para os dispositivos móveis com mais inovação, aumento das sinergias, marca unificada e marketing.

Já se passaram quase três anos desde que a primeira versão do Windows Phone chegou no mercado de smartphones e a Microsoft está ansiosa para vê-lo ganhar mais força para se tornar um concorrente digno do iOS e Android no mundo. Talvez, a única maneira de conduzir-se mais rapidamente neste rumo seria assumir a divisão de dispositivos e serviços da Nokia e integrá-la ainda mais com a empresa.

E para você, quais são as possíveis implicações desta compra? Comente.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top