Conecte-se conosco
windows-build-android-ios

PCs com Windows

Microsoft lança ferramentas de conversão de apps do iOS e Android para Windows 10

O anúncio mais impactante da Build 2015 foi a chegada de plataformas que permitirão que apps do Android e iOS seja portados para Windows 10 com facilidade.

windows-build-android-ios

Nesta quarta-feira (29) a Microsoft deu início a Build 2015, conferência para desenvolvedores que acontece até o dia 1º de maio em São Francisco, nos Estados Unidos. O anúncio mais impactante foi a chegada de duas plataformas que permitirão que desenvolvedores do Android e iOS levem seus aplicativos para o Windows 10 com facilidade.

Se trata do Project Islandwood e o Project Astoria, que respectivamente, permitem a transformação rápida dos aplicativos do iOS e Android. Trabalhando com códigos em Objective C, Java ou C++, as ferramentas são capazes de alterar o código fonte das aplicações e torná-las compatíveis com o Windows. Por enquanto, elas estarão disponíveis para um número limitado de desenvolvedores.

Os rumores de que a Microsoft tinha interesse em ampliar sua oferta de aplicativos por meio de apps Android já circulavam há vários meses. No entanto, não se esperava uma solução como essa que foi apresentada.

Como bem lembra o WindowsCentral, o BlackBerry 10 foi a primeira grande plataforma a integrar aplicativos do sistema operacional do Google. Os dispositivos BlackBerry são capazes de instalar os próprios APKs e então rodar os programas. O problema dessa solução foi a experiência negativa com o desempenho, que de fato melhorou conforme o tempo mas ainda não é ideal.

No Windows 10, os aplicativos não rodarão dessa forma. Na verdade, a ferramenta da Microsoft permite que desenvolvedores possam reusar as linhas já programadas para criar um aplicativo universal do Windows 10. O resultado é simples: os aplicativos irão funcionar como se fossem nativos do sistema da Microsoft. Eles poderão utilizar os recursos da Cortana e Xbox Live, por exemplo.

Não é uma conversão automática e demandará algum trabalho dos desenvolvedores. Os serviços do Google, como o Now, precisarão ser substituídos pelos serviços da Microsoft, por exemplo.

Para os aplicativos do iOS, funciona da mesma maneira. Durante a apresentação, a Microsoft revelou que Candy Crush Saga foi lançado em segredo como uma versão recompilada do app para iOS. O jogo recebeu notas extremamente positivas na Windows Phone Store, mostrando que a ideia tem grande potencial.

Tanto o Islandwood quanto o Astoria facilitam a publicação de aplicativos na Windows Phone Store, colocando-os rapidamente à disposição da Microsoft para aprovação. A ideia da Microsoft é liberar o conjunto de aplicações junto com a chegada do Windows 10, que deve acontecer entre o final deste primeiro semestre e o começo do segundo.

19, estudante de Comunicação e Multimeios na PUC-SP. Curioso e apaixonado por tecnologia, escreve sobre o tema há cinco anos.

Comentários

Mais de PCs com Windows

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top