Conecte-se conosco
Netflix-aumento-preço

Aplicativos

Netflix confirma reajuste de preço e a possibilidade de oferecer conteúdo offline

Assistir Netflix offline deverá ser uma opção em um futuro próximo, de acordo com Reed Hastings, CEO da companhia, que promete se manter aberta ao assunto

Netflix-aumento-preço

Ano passado, Neil Hunt, diretor de produtos da Netflix, jogou um balde de água fria em todos os usuários do serviço que sonhavam com a possibilidade de assistir conteúdo offline, e disse que o serviço de streaming “não tinha interesse” nesse tipo de opção.

Agora, o CEO da companhia, Reed Hastings, o mesmo que deu uma conta vitalícia para Sílvio Santos, afirmou que a empresa está aberta a possibilidade de oferecer conteúdo offline à seus usuários.

Em um evento realizado nesta terça-feira, 19, nos Estados Unidos, Reed disse que “nós deveríamos manter a mente aberta quanto a isso (oferecer conteúdo offline)“, disse ele. Nós temos nos focado tanto no ‘clicar e assistir’, na beleza e simplicidade do streaming”.

O motivo da mudança seria a expansão do serviço. Reed afirma, que nem todos os países possuem um infraestrutura boa o suficiente para que os usuários possam usufruir do streaming, e o download será uma opção democrática para que todos possam consumir o conteúdo em alta qualidade. Afinal, de nada adianta a Netflix produzir seu conteúdo original em 4K, se o streaming de certas regiões limitará a experiência.

Conforme nós nos expandimos ao redor do mundo, para lugares onde vemos uma oferta desigual de redes, isso (conteúdo offline) é algo a respeito do qual devemos manter a mente aberta“, disse o CEO.

O lançamento do Amazon Prime Instant Video, também deve ter sido um dos motivos da Netflix ter pensando nessa nova possibilidade pedida por muitos. Mesmo ainda inferior, o serviço da Amazon é um concorrente que em breve pode atrapalhar a soberania da Netflix.

Netflix passará por reajuste de preço, saiba o que farão com o seu dinheiro

Narcos

Calma, Pablo Escobar não vai confiscá-lo

A empresa também confirmou que seus planos passarão por um reajuste de preço em todo mundo. A mudança ocorrerá de forma gradual e vai afetar primeiro os usuários mais recentes do serviço que ainda estão pagando o preço antigo, afetando os usuários veteranos logo em seguida.

O valor do reajuste ainda não foi divulgado publicamente, mas de acordo com a Netflix, ele vem em um momento de necessidade (e não é pela crise): A empresa quer investir mais em conteúdo próprio e original, mais especificamente em filmes.

Ela quer dedicar 5% do dinheiro de seu caixa para produzir filmes próprios e de quebra fechar melhores parcerias com grandes produtoras.

A Netflix já é um dos melhores canais para quem ama séries de TV e quer expandir isso para o território dos filmes, onde ela ainda está engatinhando. Se for para vir mais conteúdo do nível de Demolidor, Jessica Jones, House of Cards, Better Call Saul, Narcos e muitas outras séries originais só posso dizer uma coisa…

Shut-up-and-take-my-money

Fontes: Tech Radar, Slash Gear

Desenvolvedor web, técnico em eletrônica, geek desde criança, nerd e gamer caixista, ama Halo e Gears of War mas está esperando a SEGA lançar outro console porque é fã de Sonic. Entusiasta de tecnologia em geral, ama robôs e PC gaming.

Comentários

Mais de Aplicativos

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top