Connect with us

Apple

Notebook ou Desktop All-in-One: qual a melhor opção?

Existem excelentes Notebooks e Desktops por aí. Ainda, hoje em dia, muita gente usa o Notebook como Desktop, já que a proporção entre o preço e qualidade dos Notebooks melhorou muito. Sendo assim, para ajudar você na escolha do seu próximo computador, fizemos uma lista de características e recomendações, para que você escolha o que melhor atende às suas necessidades, seja ele um “portátil” ou “de mesa”. Veja…

Existem excelentes Notebooks e Desktops por aí. Ainda, hoje em dia, muita gente usa o Notebook como Desktop, já que a proporção entre o preço e qualidade dos Notebooks melhorou muito. Sendo assim, para ajudar você na escolha do seu próximo computador, fizemos uma lista de características e recomendações, para que você escolha o que melhor atende às suas necessidades, seja ele um “portátil” ou “de mesa”. Veja abaixo:

A premissa é que um Notebook geralmente custa mais caro do que um Desktop com as mesmas características. Além disso, Notebooks costumam ter no máximo 17 polegadas de tela (ficaria até estranho se fossem maiores, não é mesmo?).

Para Notebooks, eu recomendo estas marcas, em ordem de preferência: Apple, Sony, Asus, Dell e Toshiba. Fuja de notebooks HP (esquentam muito), LG e genéricos.

Os novos modelos da Apple, em especial, saem ganhando pelo touchpad maior e sensível a múltiplos toques e, claro, pelo design. De qual forma, notebooks com Windows são os mais recomendados, se você quiser usá-los para rodar jogos pesados e softwares de Arquitetura (Autocad).

Para Desktops (só All-in-Ones, já que gabinetes são mesmo coisa do passado), eu recomendo, em ordem de preferência: Sony ou Apple e talvez HP. Ter um All-in-One, ao invés de um Notebook, tem tem suas vantagens:

  1. Ergonomia: uma tela de Desktop à altura de seus olhos evita futuros problemas de coluna. Notebooks usados em mesas precisam de adaptadores para corrigirem isso.
  2. Tamanho da tela: Desktops costumam ter telas maiores e com maiores resoluções. Além da qualidade, isso protege e cansa menos a vista. Para atingir o mesmo nível, os Notebooks acabam ficando bem mais caros ou perdem a sua mais importante característica: a portabilidade.
  3. Fios: aqui ambos estão de parabéns. All-in-Ones e Notebooks colecionam menos fios e poeira, diferente dos desks-gabinetes de antigamente.

Mac x Windows:

Como sempre, escolha entre um PC e um Mac aqui vai depender do seu gosto e costume com cada sistema. Em se tratando de All-in-Ones, eu não vejo qualquer vantagem de um Mac sobre um PC, a não ser talvez a beleza minimalista dos Macs ou seu menor número de opções e formatos que, neste caso, pode ser uma vantagem. Pense assim: qualquer Mac será sinônimo de qualidade e simplicidade, ainda que você escolha um com menor potência. Já os inúmeros modelos de PCs precisam ser examinados e, se possível, testados antes da compra.

PCs All-in-ones (Windows) saem na frente, pois costumam vir acompanhados de recursos como sintonizador de TV, tecnologia 3D, tocadores de discos Blue-Ray e telas sensíveis ao toque (talvez esta última seja meio inútil, né? Mas existe só aqui). Ainda, a mesma dica dada aos “Gamers” no parágrafo sobre Notebooks vale aqui: os melhores All-in-Ones com Windows costumam ser mais potentes e eficientes em jogos e atividades pesadas do que os All-in-Ones da Apple.

Modelos recomendados (à venda no Brasil):

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top