Conecte-se conosco
Pokémon Go

Aplicativos

Novidades sobre Pokémon Go na Comic-Con em San Diego

Pokémon Go também está na Comic Con de San Diego. O CEO da Niantic falou sobre o jogo, revelou os líderes das equipes Valor, Instinct e Mystic e falou do que espera para o futuro do jogo

Tudo sobre Pokémon Go na San Diego Comic Con

John Hanke, CEO da Niantic, traz novidades sobre Pokémon Go

John Hanke, CEO da Niantic, participou hoje da Comic-Con em San Diego, nos Estados Unidos, para falar sobre Pokémon Go. Ele, que é o criador do jogo, discutiu sobre o aplicativo por mais de meia hora com os fãs.

Infelizmente, não houve nada de muito revelador. Havia um rumor, divulgado por um youtuber americano que um dos pássaros lendários estaria no Hall H (local onde Hanke falou sobre o app na SSDC).

Isso não aconteceu. O que foi divulgado, no entanto, foram os líderes das equipes Valor, Instinct e Mystic. Durante o jogo, após o usuário atingir o nível 5, ele poderá escolher entre três times para fazer parte. O do pássaro lendário do fogo, Moltres, é o Team Valor, o do pássaro lendário elétrico, Zapdos, é o Team Instinct e para o pássaro lendário do gelo, Articuno, é o Team Mystic.

Os treinadores se juntam a um time para conquistar ginásios, fazerem novos amigos e serem a equipe mais forte. Esses, portanto, são os três líderes:

Tudo sobre Pokémon Go na San Diego Comic Con

Revelados os líderes das equipes Valor, Mystic e Instinct

Durante a conversa, Hanke falou da força de conectar pessoas que Pokémon Go tem. De maneira descontraída, ele também comentou sobre o sucesso do jogo, que eles não esperavam que seria tão absurdo. Inclusive, o app já é o mais baixado em uma semana na App Store americana de todos os tempos e já tem mais usuários que o Twitter.

Os fãs do jogo puderam fazer algumas perguntas como a possibilidade de trocar Pokémon entre treinadores e a possibilidade de cruzar os monstrinhos para fazer ovos. O CEO da Niantic disse que estão trabalhando duro para lançar a função de troca de Pokémon entre todo mundo e que o cruzamento entre os monstrinhos, algo que já acontece nos jogos principais da franquia, seria interessante.

“Por enquanto só temos 1/10 das ideias que queremos no jogo. Esse é só o começo.”

John Hanke disse também que a equipe da Niantic está trabalhando nos Pokémon Centers, que deverá servir para os treinadores levarem os seus Pokémon feridos. Questionado sobre as aves lendárias que simbolizam os times, Hanke disse que falará mais sobre elas em breve.

“Nem lançamos Pokémon Go no mundo inteiro”, disse Hanke; e o Brasil, como fica?

Na madrugada deste domingo Pokémon Go foi lançado na França, após um estranho hiato desde que o jogo foi liberado para a Europa há quase duas semanas. Ainda não existe nenhuma data específica de quando o aplicativo vai enfim chegar às terras brasileiras. Pode ser amanhã, semana que vem, ou sabe-se lá quando.

O CEO da Niantic não falou sobre a previsão de novos países serem adicionados, apenas que eles estão trabalhando duro para que os servidores fiquem estáveis e que o aplicativo chegue a novos lugares em breve.

Para finalizar, John Hanke disse para as pessoas jogarem com os amigos e se manterem seguros.

Para mais informações sobre Pokémon Go, fique ligado no Showmetech, que traremos tudo sobre a febre do momento.

 

21 anos, paulistano e estudante do último ano de jornalismo na Cásper Líbero. Trabalha na Rede Globo e é editor do Showmetech, escrevendo principalmente sobre Apple e Pokémon | @joseadorno

Comentários

Mais de Aplicativos

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top