Conecte-se conosco
Exemplo Deep Web

Ciência e Tecnologia

O que é a Deep Web?

Deep Web é o termo em inglês usado para denominar as regiões da internet não encontradas em serviços de busca e navegadores web tradicionais. Você sabe como ela funciona?

Exemplo Deep Web

Deep Web é o termo em inglês usado para denominar as regiões da internet não encontradas em serviços de busca e navegadores web tradicionais. Também conhecida como Invisible Web (internet invisível) ou Hidden Web (internet escondida), esta rede só não passa despercebida pelo tamanho: estima-se que seja 400 a 500 vezes maior do que a Surface Web (nossa conhecida World Wide Web).

Mas, como isso funciona? Para entender, é preciso antes compreender o funcionamento da internet tradicional: sites são encontrados através de sistemas de links e mecanismos de busca, baseados em técnicas de pesquisa e arquivamento de informações. Em outras palavras, o site que você quer encontrar permitiu que buscadores como o Google ou Bing registrassem seu endereço (também chamado de domínio) na rede, para que você pudesse encontrá-lo na pesquisa.

Na Deep Web, os sites se recusam a providenciar este tipo de informação. Para encontrá-los, é necessário então fazer pesquisas diretas para encontrar bases de dados não linkáveis. Em termos leigos, significa que dizer que a pesquisa sai do buscador e passa a ser feita diretamente no próprio site. Ou seja, você precisa saber ONDE procurar.

Essa facilidade de transitar e ocultar informações atrai muita gente com interesses nem sempre lícitos. Em outubro de 2013, por exemplo, investigadores do FBI desligaram o Silk Road (Caminho da Seda, termo em inglês que faz alusão à rota mercantil que ligava a China ao Mar Mediterrâneo), conhecido mercado negro online onde usuários poderiam comprar armas, drogas e até encomendar assassinatos.

Claro, nem tudo que transita por essa “internet profunda” é ilícito. Dados pessoais como transações bancárias, conversas de Whatsapp, Facebook Messenger, Hangouts (mensagens instantâneas em geral) ou álbuns de fotos e grupos de discussão (desde que privados), e até tipos de arquivos também entram na conta. Em suma, tudo aquilo que fica oculto das pesquisas dos buscadores.

Para facilitar a compreensão desses conceitos, oi site americano Mashable elaborou um vídeo de 2 minutos, onde explica uma noção geral dessa “internet oculta”. Veja abaixo:

Fontes: Brightplanet, Mashable.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top