Conecte-se conosco
capa mavericks

Aplicativos

OS X Mavericks: as novidades mais interessantes

Os novos recursos do OS X Mavericks, a mais recente versão do sistema operacional da Apple. Pequenas mudanças, sendo várias já conhecidas no iOS agora também estão presentes nos Macs.

Lançado oficialmente num evento da Apple em 22/10, o OS X Mavericks (10.9) é oferecido gratuitamente pela primeira vez na App Store. Bem diferente da versão 10.5 (Leopard)  que custava US$129 e depois começaram a cair com o 10.6 Snow Leopard para US$29 e US$19 para o 10.8 Mountain Lion.

Além do OS X, novas versões de aplicativos do pacote iLife (iPhoto 9.5 e iMovie 10.0) e iWork (Pages 5.0, Numbers 3.0 e Keynote 6.0) foram disponibilizadas. Mas vamos ao que interessa. O que o Mavericks tem de mais interessante? Integração nativa com o LinkedIn, agregando aos já existentes Facebook, Twitter, Flickr, Vimeo, YouTube, etc. O Finder agora possui a funcionalidade de abas, o que otimiza o espaço disponível. Além disso, foi agregada uma nova opção de compartilhar vídeos no Facebook com apenas um clique.

Um ponto importante a se destacar é aproximação do iOS com OS X que Apple propôs, começando pelo Mapas, que surgiu no iOS6 e, apesar do fiasco no lançamento, vem melhorando (não tinha como piorar). O Mapas agora é nativo no OS X e permite que rotas sejam traçadas e compartilhadas direto para o iPhone. Ainda neste ponto, compromissos do calendário que tenham localização (eventos do calendário podem ser automaticamente sincronizados do Facebook) mostram 0 tempo estimado para chegada ao local. Além disso, para quem não confia no auto corretor do iOS (ninguém deveria) e faz suas próprias regras de autocorreção, elas agora são sincronizadas com o Mac.

Outra funcionalidade vinda do iOS são as notificações. Elas já existiam na versão anterior do OS X mas foram atualizadas: a partir de uma notificação de novo email ou iMessage (que a propósito agora possui suporte a Emoji) é possível respondê-la, sem a necessidade de abrir os respectivos aplicativos.

A função “Não Perturbe” agora existe no OS X e mesmo que possa parecer besteira, é automaticamente ligada quando a tela é compartilhada com uma TV ou projetor. Parece besteira, mas pode evitar situações extremamente desagradáveis enquanto você mostra fotos de uma viagem para a família ou faz uma apresentação para seu chefe, por exemplo. Para fechar as novidades nas notificações, agora elas podem ser visualizadas quando o computador está bloqueado, mais uma vez, igual aos iPads e iPhones.

Um ponto destacado exaustivamente nas novidades do 10.9 é o consumo de energia. O Safari é apresentado como navegador energeticamente eficiente, pausando plugins que não estejam em destaque na página, nem executando abas abertas que estejam em segundo plano em velocidade máxima. O App Nap é um recurso que faz algo semelhante, mas com aplicativos que estejam em segundo plano e não realizando nenhuma ação. Esta última opção pode reduzir o consumo de energia em até 23%. Para finalizar, ao clicar no item bateria da barra superior, são mostrados os aplicativos que estão consumindo mais energia.

Após a transição da Apple de tornar o lançamento de uma nova versão de seu sistema operacional anual, as diferenças entre as versões deixaram de ser grandes como costumavam ser. Apesar disso, as mudanças não visíveis, como as correção de erros do sistema, podem tornar o dia-a-dia diante do computador mais agradável e eficiente. São os detalhes que fazem a diferença.

Comentários

Mais de Aplicativos

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top