Connect with us
Pesquisadores criam "laboratório" com iPhone que identifica câncer

Ciência e Tecnologia

Pesquisadores criam “laboratório” com iPhone que identifica câncer

Laboratório portátil desenvolvido nos Estados Unidos detecta com precisão, por um iPhone, se o paciente tem câncer

Pesquisadores criam "laboratório" com iPhone que identifica câncer

Este aparelho ajudará a salvar vidas

Não é segredo para ninguém que a Apple tem grandes ambições de entrar na indústria da saúde com o iPhone e o Apple Watch, mas também, sabemos que ela não é a única empresa que quer integrar o campo médico com os smartphones.

Recentemente, uma equipe de pesquisadores da Washington State University, liderada pelo professor assistente Lei Li, desenvolveu um laboratório portátil que funciona por um smartphone e é capaz de detectar câncer praticamente na mesma hora.

O projeto foi divulgado no site da universidade. O laboratório analisa até oito mostras diferentes e dá um resultado extremamente realista, com 99% de chance de acerto.

O professor Li afirma que o laboratório portátil pode detectar Interleucina-6 (IL-6) nas pessoas, conhecido como causador dos cânceres de pulmão, próstata, fígado, mama e epiteliais. O laboratório funciona com um espectrômetro analisando uma quantidade de amostras químicas, medido pelo espectro de luz.

Esse espectrômetro criado pela equipe da Washington State University pode ter um impacto imenso na detecção e pesquisas sobre o câncer ao redor do mundo. Além de poder ser útil em hospitais e clínicas dos Estados Unidos, o laboratório é portátil o suficiente para ser usado em qualquer lugar do mundo, onde é muito difícil detectar se uma pessoa tem câncer ou não.

“Com um espectrômetro de oito canais, podemos colocar oito amostras diferentes para fazer o mesmo teste, ou uma amostra para até oito testes distintos. Isso aumenta a eficiência do aparelho”, afirmou o professor Li, que acabou de assinar uma patente provisória pelo trabalho. “O espectrômetro vai ser muito útil em clínicas e hospitais que não têm grandes laboratórios dedicados para isso, ou para médicos que trabalhem em áreas remotas. Eles não precisarão levar um laboratório inteiro com eles; vão apenas precisar desse aparelho eficiente.”

O aparelho tem 99% de chance de estar certo

Enquanto já existem outros espectrômetros de smartphone, a possibilidade de medir até oito amostras de uma vez é o que faz esse trabalho tão diferente dos outros. A capacidade de dar 99% de certeza.

A princípio, o aparelho era usado apenas para checar amostras básicas controladas em laboratório, agora, ele já é usado em situação reais do dia a dia.

O professor fez os testes para que coubesse em um iPhone 5, mas já está testando versões ajustáveis para funcionar em qualquer smartphone. Para mais informações sobre a pesquisa do professor, o jornal Biosensor and Bioelectronics (em inglês/matéria paga) tem mais informações.

Pesquisadores criam "laboratório" com iPhone que identifica câncer

O aparelho que o professor Li desenvolveu

Fonte: 9to5mac

 

21 anos, paulistano e estudante do último ano de jornalismo na Cásper Líbero. Trabalha na Rede Globo e é editor do Showmetech, escrevendo principalmente sobre Apple e Pokémon | @joseadorno

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top