Conecte-se conosco
Smartphone mobile market 2011

Android

Previsões para o mercado de smartphones em 2011

O IDC publicou um estudo sobre as previsões de crescimento no mercado de smartphones para o ano de 2011, e também para o período entre 2011 e 2015. O crescimento total previsto…

O IDC publicou um estudo sobre as previsões de crescimento no mercado de smartphones para o ano de 2011, e também para o período entre 2011 e 2015. O crescimento total previsto para este ano é de 49,2%, motivado pelo consumidor que quer melhorar sua experiência móvel substituindo seu feature phone por um smartphone.  Esta migração se dá principalmente à grande oferta de planos de dados das operadoras, e à gama de smartphones disponíveis no mercado – desde modelos low-end, com hardware simples, aos modelos de topo, com grande diversidade de recursos.

É esperado que em 2011 se venda mais de 450 milhões de smartphones, bem mais que os 303,4 milhões de aparelhos vendidos em 2010; isto representa um crescimento superior a quatro vezes o crescimento do mercado total de telefones celulares.

Como já citado, o aumento da oferta de aparelhos, com a adição cada vez maior de recursos, chama a atenção do consumidor, ávido por novidades. Na luta por posições no mercado, há também uma grande disputa entre os sistemas operacionais móveis. Depois do domínio do Symbian frente a todos os sistemas operacionais, 2011 será o ano em que o Android passará à frente de toda a concorrência, consolidando-se como líder do setor. Os fabricantes que apostaram nesta plataforma como base de seus negócios mobile verão agora os resultados do seu investimento e o Android, como plataforma versátil, será cada vez mais a escolha de quem procura seu primeiro smartphone e que, na troca por um aparelho mais sofisticado, buscará por algo que já lhe é familiar.

As plataformas BlackBerry e iOS sofrerão pouca variação; a proposta das companhias em oferecer um “ecossistema” – termo que vem sido empregado às soluções integradas de software+hardware – atrai  e mantém uma base de usuários fiel, que procura acima de tudo desempenho, estabilidade e facilidade de uso, oferecidas através dessa integração.

E a proposta de ecossistema apresentada pela Nokia e Microsoft aponta para o crescimento da plataforma Windows Phone para o segundo lugar – e também o declínio do já defasado Symbian. Mesmo havendo outras fabricantes implementando o Windows Phone 7 em seus aparelhos (vide Dell, HTC, LG e Samsung), espera-se dessa simbiose aparelhos bem integrados, como vemos no iPhone, entregando ao usuário uma ótima experiência.

Abaixo as projeções do IDC:

Sistema
Operacional

Market Share

 2011

Market Share

2015

Cresc. Anual

2011-2015

Android

39,5%

45,4%

23,8%

BlackBerry

14,9%

13,7%

17,1%

iOS

15,7%

15,3%

18,8%

Symbian

20,9%

0,2%

-65,0%

Windows Phone 7/Windows Mobile

5,5%

20,9%

67,1%

Outros

3,5%

4,6%

28,0%

Total

100%

100%

19,6%

Algumas considerações:
– como ficaria este panorama caso a Nokia transformasse seus feature phones em smartphones low-end, através de alguma versão otimizada do Symbian?
– qual a reação do mercado, a médio e longo prazo, à segmentação do Android em inúmeras versões e personalizações, que por vezes não provêm suporte a atualização para novas versões do OS? O usuário pode frustrar-se com a defasagem dos aparelhos e a impossibilidade de implementar melhorias existentes.

E você, o que escolheria para seu primeiro smartphone? E se já tem, trocaria seu Sistema Operacional por outro? Em quais condições?

Escreva nos comentários!

Fonte: IDC

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top