Connect with us

Android

Review: LG Nexus 4 (E960)

Lançado em outubro de 2012, o LG Nexus 4 E960 começou a ser vendido no Brasil apenas no final de março deste ano. Nós do ShowMeTech testamos um para vocês.

n4-002

Lançado em outubro de 2012, o LG Nexus 4 E960 é o quarto smartphone da linha Nexus e, no final de março deste ano, se tornou o primeiro a ser vendido oficialmente no Brasil.

Muitos vão afirmar que esta posição era ocupada pelo Samsung Galaxy Nexus GT-i9250. Porém, apesar de manter o número, GT-i9250, este aparelho chegou ao país pela Samsung com o nome de Galaxy X e sem suporte do Google. Mesmo motivo pelo qual ele não recebeu as atualizações do Android, como seus “irmãos” internacionais.

Custando em média R$ 1.699,00, valor bem superior aos US$ 299,00 cobrados por ele nos EUA, o smartphone com Android puro (sem modificações de fabricantes) será nosso objeto de avaliação hoje.

Design, construção do aparelho e “pegada”

O Nexus 4 é, sem a menor sombra de dúvidas, o mais bonito dos aparelhos da LG e da linha Nexus, apesar de que à distância ele lembra um pouco o seu antecessor (Samsung Galaxy Nexus). Apresenta formato retangular com quinas levemente arredondadas, frame cromado na parte superior entre o vidro e as laterais emborrachadas e vidro Corning Gorilla Glass 2 (resistente a arranhões) tanto na tela quanto na traseira do aparelho.

O fundo de vidro dá uma certa “elegância” ao aparelho, porém o torna um pouco escorregadio. Já a borda do aparelho emborrachada, objetiva mais firmeza ao segurar o aparelho.

LG-Google-Nexus-4-5

Apesar de apresentar uma tela ligeiramente maior que a do Galaxy Nexus, o Nexus 4 é ligeiramente menor, porém mais largo que o seu antecessor, que também era ligeiramente mais fino. O Nexus 4 possui 133.9 x 68.7 x 9.1 mm contra 135.5 x 67.9 x 8.9 mm do Galaxy Nexus.

O aparelho tem uma pegada bastante confortável e é possível com apenas um dedo alcançar todos os cantos da tela, mesmo sendo relativamente largo.

Tela

Apesar de não possuir uma tela muito maior que a do seu antecessor (0.05″ de diferença) a sensação que se tem é que ela ficou bem maior.

A tela de 4.7″ True HD IPS Plus (cores bem mais definidas que o super AMOLED) com 16 milhões de cores, apresenta resolução de 768 x 1.280 pixels, densidade de 318 ppi.

Apesar da qualidade superior da imagem, a tecnologia utilizada não apresenta o preto real como a super AMOLED, além de ser mais difícil visualizar a tela sob sol forte.

O touch traz uma excelente resposta ao toque graças ao Project Butter, recurso presente no Android Jelly Bean 4.2.2 AOSP que torna este o mais fluido dos Androids.

Sistema Operacional

O sistema operacional do Nexus 4 vendido no Brasil é Android 4.2.2 Jelly Bean, versão mais atual do Android. Inclusive, uma das grandes vantagens em se ter um aparelho com suporte oficial do Google é a certeza que terá um smartphone sempre portando a versão mais atual do sistema operacional. E quem curte as custom ROMs , é a certeza que terá ROMs elaboradas especificamente para o seu aparelho e não portada ou adaptada para ele, como ocorre em todos os outros smartphones (a exceção do Xiaomi linha Mi).

Launcher

O Laucher padrão é bonito e leve, sem diferenças básicas ao compará-lo com o launcher das versões anteriores do Jelly Bean (4.1.1, 4.1.2 e 4.2.1).

Eu instalei o Nova Launcher, que é idêntico ao launcher stock mas com alguns recursos extra, e ele rodou com a mesma fluidez impressionante do stock.

Som

Neste quesito a diferença é enorme em relação antecessor, cujo som externo era realmente baixo. O áudio do Nexus 4 é bem mais nítido e alto através do alto falante localizado no lado direito da parte inferior traseira.

n4speaker

O aplicativo de música nativo é o excelente Google Play Music que lhe permite manter até 10.000 músicas na nuvem e economizar no espaço interno. Combinação perfeita na minha opinião (só espero que aumentem a capacidade do armazenamento).

Conectividade e Comunicação

Com relação a conectividade, o Nexus 4 peca por possuir hardware com suporte ao LTE (4G) mas não tem a tecnologia implementada.

Possui suporte à conexão nas redes de dados GPRS, EDGE, HSUPA (até 5.76 Mbps), HSDPA (até 21 Mbps) e DC-HSDPA (até 42 Mbps), funcionalidades Wi-Fi (a/b/g/n) e compartilhamento (Tethering) de ponto de acesso Wi-Fi, tecnologia NFC e Bluetooth 4.0.

Com relação ao Tethering testei o compartilhamento por Bluetooth, WiFi e USB, e todos funcionaram perfeitamente.

Possui GPS (com aprimoramento de informação por aGPS) e suporte ao sistema GLONASS de posicionamento global, recursos já comuns nos aparelhos mid e high-END.

Câmera

A câmera nunca foi o forte da linha Nexus, porém o Nexus 4 apresenta uma melhora significativa neste recurso em relação aos aparelhos anteriores e inclusive pode ser considerado um motivo para adquiri-lo. Ela é sim muito boa.

A câmera traseira apresenta 8 megapixels fazendo imagens com 3264 x 2448 pixels. Ao compara-la a outros aparelhos do mercado com excelente câmera e mesma resolução (Samsung Galaxy SIII GT-i9300, por exemplo), este recurso deixa a desejar em alguns pontos, se equipara em outros e é melhor em poucos.

As vantagens da câmera do Nexus 4 em comparação à do Galaxy SIII são melhor foco, definição em fotos de close-up e saturação mais natural em fotos HDR. Outro ponto interessante é com relação ao tom azul do céu que apresenta-se mais natural nas fotos feitas com o Nexus 4, porém pecebe-se muito mais ruídos na imagem em pouca luz e sem flash que o Galaxy SIII. Um ponto importante onde o SIII é bem superior ao Nexus 4 é na velocidade do obturador, a do Nexus 4 deixa muito a desejar em algumas situações, chegando a levar dois segundos para finalizar a imagem.

N4-testes-001

N4-testes-002

N4-testes-003

Dentre os recursos da câmera traseira do Nexus 4, o HDR nativo é um dos que se destacam. O foco automático, touch focus, o balanço de branco, opção de configuração de cenas, controle de luz, geotagging, zoom digital 4x (tão ruim quanto qualquer zoom digital), foto panorâmica, Photosphere e um flash LED.

O Photosphere é um recurso interessante que lhe permite tomar uma série de fotos de um ambiente de acordo com o aplicativo que irá costurá-las e formar uma imagem esférica que lhe permite visualizar toda a cena como se estivesse no centro dela (assim como no Street View). Este recurso já estava presente no Android 4.2.2 do Galaxy Nexus, porém o processamento em quatro núcleos do Nexus 4 fazem uma diferença enorme no tempo gasto para obter as imagens e costurá-las, tornado a experiência ainda mais fantástica. As imagens podem ser visualizadas e navegadas tanto no aparelho quanto no Google Plus

N4-testes-005

A câmera tem ainda um recurso de tratamento das imagens onde é possível alterar saturação, brilho, aplicar fade in, fade out, molduras e outros efeitos, e em fotos obtidas com o recurso Photosphere é possível criar “planetinhas” como pode ser visto nas imagens abaixo.

N4-testes-004

Confesso que ainda não testei a filmadora (ou camcorder), porém, ela é capaz de gravar vídeos em 1080p em formato MPEG-4 a 30 fps com uma taxa de 9 Mbps. Um ponto interessante é que o aplicativo permite tirar fotos enquanto filma.

O Nexus 4 trás ainda uma câmera frontal com resolução de 1.2 megapixels e que filma em 720p.

Algumas das imagens deste review feitas com o Nexus 4 estão no instagram sob a hashtag #N4_ShowMeTech. Utilizem esta hashtag também nas fotos feitas com o seu Nexus 4 para que outros usuários possam vê-las.

Performance Geral

O aparelho que é equipado com o processador Qualcomm Snapdragon S4 Pro APQ8064 Quad-Core de 1,5 GHz, GPU Adreno 320 e possui 2 GB de RAM, fazendo com que seja super rápido e fluido. Chegou a bater alguns aparelhos TOP de linha em alguns testes de benchmark.

N4-bench_vellamo

Resultado do teste feito com o Vellamo Mobile Benchmark

N4-bench_antutu_quadrant

Resultado do teste feito com o AnTuTu e o Quadrant

N4-bench_CF-bench

Resultado do teste feito com o CF-Bench

N4-bench_RLbench_displaytest

Resultado do teste feito com o RL Benchmark SQLite Performance e com o Display Tester

A experiência com jogos de carro no Nexus 4 foi minha melhor experiência no Android com games dessa categoria. Joguei Need for Speed Most Wanted, que apresentou uma velocidade fenomenal, sem lags, travamentos, etc. Aproveitei para testar também o Epic Citadel e o aparelho apresentou média de 54.2 FPS no benchmarking. Valor ligeiramente inferior ao obtido com o recém lançado Samsung Galaxy S4 GT-i9505, que obteve 58.9 de FPS nos testes que fizemos aqui.

N4-bench_citadel-bench

Resultado do benchmark feito pelo Epic Citadel.

Capacidade de Armazenamento

O Nexus 4 apresenta duas opções de armazenamento, de 8 ou 16 GB. Porém, se eu não me engano, no Brasil temos apenas a versão de 16 GB, dos quais 13,8 GB estão disponíveis para o usuário.

Outro ponto considerado como negativo por muitos usuários na linha Nexus é a ausência de suporte a memória externa (cartões de memória). No Nexus 4 este detalhe não é diferente.

Bateria

Alguns reclamam da bateria do Nexus 4 que possui 2.100 mAh, porém tenho achado ela bem mais econômica que a do Galaxy Nexus, por exemplo. O aparelho, mesmo apresentando uma tela mais clara e um processamento mais pesado, é muito mais econômico que outros da sua categoria no que se refere à bateria.

Custo

Apesar do preço alto em ralação ao seu valor nos EUA, o Nexus 4 é no Brasil um aparelho barato em relação aos concorrentes diretos como o Samsung Glaxy SIII, com preço médio de R$ 1.700,00 e em algumas lojas chega a custar mais de R$ 2.000,00.

Com paciência e uma boa pesquisa é possível conseguir boas promoções e adquirir o Nexus 4 por menos de R$ 1.300,00. Valor de mercado atual do Samsung Galaxy SII GT-i9100, lançado em 2011, bastante inferior ao Nexus 4 e atualmente considerado mid-End.

Conclusão

O Nexus 4 é um excelente aparelho e, se levarmos em conta os quesitos custo versus benefício, não tem igual. Mesmo sendo mais caro que em outros países, no Brasil ele é muito mais barato que qualquer concorrente com as mesmas configurações de hardware. Acredito que o principal ponto positivo é que ele apresenta firmware mais recente e com promessa de receber atualizações assim que forem anunciadas.

Apesar de não atuar profissionalmente na área de tecnlogia, sou um entusiasta do assunto desde pequeno quando em casa brincava com TKs, CPs, MSX, IBM PC Jr, etc cada qual a seu momento ... desde meados da década de 90 com o tijolão PT500 minha fissura ficou sendo os celulares, nos dias atuais com predileção pelo mundo do Android e suas infinitas possibilidades ... nas horas vagas faço fotos e mergulho e no mundo real sou consultor e trabalho com gestão de projetos de licenciamento ambiental.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top