Conecte-se conosco
motog-0001

Android

Review: Motorola Moto G (xt1033)

A Motorola lançou o Moto G, o smartphone com melhor custo benefício e nós o testamos para você.

motog-0001

Lançado mundialmente em 13 de novembro de 2013, em um evento realizado no Brasil, o Motorola Moto G (xt1033) veio para quebrar paradigmas: um aparelho mediano porém com hardware poderoso para a sua categoria e com preços de lançamento surpreendentemente baixos, como pode ser visto aqui.

O Moto G chegou para substituir o Motorola Razr D3, que está para ser descontinuado pela Motorola.

Depois do Moto X, lançado em agosto de 2013, o Moto G é o segundo smartphone lançado pela Motorola após a sua aquisição pelo Google.

motog-0002

Design, construção do aparelho e “pegada”

O Moto G segue a mesma linha do Moto X e quem está habituado à linha Nexus também terá a impressão de que ele lhe é familiar. A parte frontal do aparelho é lisa, basicamente só tem a tela, o auricular e a lente da câmera frontal. Não há botão físico, nem mesmo teclas virtuais de navegação, tendência que a Motorola já vem seguindo desde os aparelhos da linha Razr.

A parte traseira apresenta uma tampa plástica curvada, que concede uma boa pegada ao aparelho. Na traseira estão ainda o logotipo da Motorola, alto falante, além do flash e da lente da câmera traseira.

É um aparelho muito bonito e aparenta ser resistente.

O Moto G possui 129.9 x 65.9 x 11.6 mm contra 129.3 x 65.3 x 10.4 mm do Moto X, que é ligeiramente menor e mais fino. Apesar das dimensões, é possível com apenas um dedo alcançar todos os cantos da tela, mesmo sendo relativamente largo.

O aparelho oferece a opção de vir nas cores preto, branco, rosa e amarelo e  pode ser encontrado na versão single e na versão Dual micro-SIM Card.

Tela

Apesar de possuir um tamanho ligeiramente maior que o do Moto X, a tela do Moto G é 0.2” menor e apresenta a mesma resolução (1280×720 pixels). Portanto, a sua densidade de 329ppi é maior.

A tela de 4.5′ LCD HD com 16 milhões de cores, resolução de 720 x 1.280 pixels é para alguns inferior à do Moto X, que possui uma tela AMOLED de mesma resolução, contudo, Charles Tritscheler, gerente da Motorola, destacou que as configurações de tela do Moto G chegam a ser superior à do Apple iPhone 5S. Exageros à parte, a tela do Moto G é um diferencial se comparando com outros aparelhos na mesma faixa de preço.

O touch traz uma excelente resposta ao toque graças ao Project Butter, recurso presente no Android AOSP que torna a transição de telas nos aparelhos que utilizam este sistema bastante fluídas.

O vidro frontal é Corning Gorlla Glass 3. bem resistente a riscos.

Sistema Operacional

O sistema operacional é o Android 4.3 Jelly Bean e a Motorola garante atualizar este aparelho para o Android 4.4 Kit Kat até janeiro do ano que vem; O Moto G é o aparelho Mid-End com a versão mais atual do Android e provavelmente, junto com o Moto X, será o primeiro aparelho que não faz parte da linha Nexus a receber o Kit Kat.

Launcher

O launcher padrão é o launcher stock do Android AOSP puro, com poucas alterações por parte da Motorola, sendo estas apenas as que se referem ao uso de dois chips.

Som

O som não surpreende, mas também não decepciona.

Conectividade e Comunicação

O Moto G possui suporte à conexão nas redes de dados GPRS, EDGE, UMTS, HSDPA+ e HSUPA, funcionalidades Wi-Fi 802.11 b/g/n e compartilhamento (Roteador) de ponto de acesso Wi-Fi e Bluetooth 4.0 A2DP.

Com relação ao tethering testei o compartilhamento por WiFi que funcionou perfeitamente. O aparelho possui ainda tethering por Bluetooth, porém este eu não cheguei a testar.

O Moto G possui GPS (com aprimoramento de informação por aGPS) e suporte ao sistema GLONASS de posicionamento global.

Câmera

O Moto G traz uma câmera traseira de 5MP (2.592 x 1.944) e uma frontal de 1.3MP.

Na minha opinião, apesar de cumprir o propósito de uma câmera de celular, se compararmos aos aparelhos concorrentes, a câmera do Moto G não deixa a desejar e, mesmo com pouca luz, o nível de ruídos não é muito alto. O aparelho traz ainda um flash LED que dá conta do recado em pouca distância.

motog-0005-b

Foto sem flash

Foto com flash

Foto com flash

O foco da câmera é rápido e preciso, porém a função HDR deixou muito a desejar. A foto panorâmica não traz muitas novidades, já a função de motor-drive é muito boa, possibilitando tirar mais de 30 fotos em sequência com pouca perda de definição: basta segurar em qualquer ponto da tela. O zoom digital é de até 4x e é tão ruim quanto qualquer zoom digital.

A câmera tem ainda um recurso de tratamento das imagens onde é possível alterar saturação, brilho, aplicar fade in, fade out, molduras e outros efeitos

Com a filmadora (camcorder) eu fiz poucos testes, o Moto G é capaz de gravar vídeos em 720p em a 30 fps.

Capacidade de Armazenamento

O Moto G apresenta duas opções de armazenamento: 8 ou 16 GB sem suporte a cartão microSD (o que na minha opinião não faz a menor falta, especialmente no modelo de 16GB). Isso sem falar que o usuário ganha 50GB de armazenamento válidos por dois anos no Google Drive para armazenar os seus arquivos e documentos.

motog-0006

Outro recurso de armazenamento é o suporte ao OTG. Não é fácil de utilizar mas segue instruções de como fiz: pendrive espetado ao aparelho utilizando um cabo OTG, baixei o APP X-Plore File Manager, habilitei para ver a pasta root (o que não me dá permissão para escrever nela sem conceder o acesso ao root, porém me permite ler), acessei a pasta “/storage” e dentro dela algumas opções de “usbdisk”, naveguei nelas até que encontrei em qual destas opções estavam os arquivos do meu pendrive. Vale ressaltar que consegui abrir os arquivos apenas em modo leitura. Não consegui copiar nada do pendrive para o armazenamento interno e vice e versa.

motog-0003

Apesar de servir para acessar arquivos, o OTG não aparece como uma opção de armazenamento disponível no aparelho.

Bateria

A bateria não removível de Li-Ion 2.070 mAh me surpreendeu. Para um aparelho com dois chips, ela dura bastante. Nos dias de teste, com uso intenso, eu retirei o aparelho do carregador às 7:00h da manhã e cheguei todos os dias às 19:00h ainda com pelo menos 20% de bateria, mantendo conexão de dados e GPS ligados full time.

motog-0004

Performance Geral

O aparelho é equipado com o processador Qualcomm Snapdragon 400 Quad-Core de 1,2 GHz, GPU Adreno 305 e possui 1 GB de RAM, uma configuração muito boa para um aparelho Mid-End e que casa perfeitamente com o sistema Android puro, tornando-o super rápido e fluido no uso cotidiano. Nos testes de benchmark, ele chegou a encostar em alguns aparelhos considerados TOP de linha.

AnTuTu e Quadrant benchmarks

AnTuTu e Quadrant benchmarks

CF-Bench

CF-Bench

Testes com jogos

A experiência com jogos no Moto G foi boa apesar de eu não ter testado nenhum jogo muito pesado. Joguei Ingress, o GPS fixa rápido e as animações do jogo rodam sem problemas.

Testes com o Dual Chip

A Motorola incorporou no menu de configurações do aparelho funções para gerenciar o uso dos dois chips em “Gerenciar cartões SIM”. Neste menu você define qual dos chips está ativado, se apenas um deles e qual ou se os dois, define em qual dois chips estará ativada a opção dados, qual a prioridade de conexão (dados ou voz), configurar ligação, configurar mensagens e um atalho para os aplicativos de mensagens baixados e definir com qual dos dois chips estes aplicativos irão funcionar.

motog-0007

Enquanto estava jogando Ingress – utilizando os dados no primeiro chip – a linha do segundo chip não recebeu ligações, todas foram desviadas para a caixa postal.

Ambos os chips foram testados, o habilitado para voz e o habilitado para dados e em ambos foi possível fazer e receber ligações, porém enquanto eu estava em ligação utilizando um dos chips todas as ligações feitas para o outro chip foram direcionadas para a caixa postal.

Preço e disponibilidade

No Brasil, o aparelho está disponível em 3 versões:

Conclusão

O Moto G é um bom aparelho, especialmente pra quem quer um aparelho super atual a um baixo custo ou para quem quer um bom aparelho dual chip como aparelho secundário. A falta do suporte ao cartão microSD e ausência do NFC não chegam a decepcionar.

O Moto G apresenta provavelmente o melhor custo benefício do mercado brasileiro e é uma excelente opção de presente agora no Natal, um aparelho de qualidade, super atual e por um preço tão baixo.

Leia também nosso hands-on do novo Moto E!

Apesar de não atuar profissionalmente na área de tecnlogia, sou um entusiasta do assunto desde pequeno quando em casa brincava com TKs, CPs, MSX, IBM PC Jr, etc cada qual a seu momento ... desde meados da década de 90 com o tijolão PT500 minha fissura ficou sendo os celulares, nos dias atuais com predileção pelo mundo do Android e suas infinitas possibilidades ... nas horas vagas faço fotos e mergulho e no mundo real sou consultor e trabalho com gestão de projetos de licenciamento ambiental.

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top