Conecte-se conosco
P3140187a

Android

Review: Motorola Razr D3

Confira o review completo do smartphone Motorola Razr D3. Informações, fotos e vídeo sobre essa excelente combinação entre custo e benefício.

P3140187a

Em outubro do ano passado eu tinha um Galaxy Note e comprei um Tab 2. Vamos combinar: eles eram quase do mesmo tamanho… Resolvi, então, aposentar o GNote com 5 meses de vida e fiquei usando um LG dual chip simples para ligações. Mas você, meu caro leitor, que tem ou já teve um smartphone, sabe que é quase impossível ficar sem um.

Desde dezembro, estive numa cruzada atrás de um celular BBB: bom, bonito e barato (e que fosse dual chip!). Felizmente, esperei e tive uma agradabilíssima surpresa semana passada: o Motorola RAZR D3. Ele teve seu lançamento mundial aqui no Brasil e nosso amigo Diego Toda aqui do SMT esteve lá (e escreveu este post aqui). A Motorola nos forneceu um aparelho para testarmos. Tá curioso? Vamos lá!

Especificações técnicas

Para quem estava pensando que ele vinha para lutar com a concorrência dos low-ends, pode mudar de idéia:

– Dimensões:119.3 x 59.8 x 9.8 mm
– Peso: 120 g
– Sim: single ou dual chip
– Bluetooth: 4.0
– USB: MicroUSB
– Processador: Dual-core 1.2 GHz (ARMv7)
– GPU: PowerVR SGX 531
– Resolução: 480 x 800 pixels, com densidade 233 ppi
– Memória interna: 4gb (expansível com SD)

RAZR_D3_embalagem

Conteúdo: adaptador para carregador, cabo USB, fone e uma palheta para facilitar a colocação dos chips

Breve comentário sobre a memória: ele mostra que tem 2.2 GB disponível para o usuário, mas nada que um cartão SD não resolva. Perto das qualidades deste celular, você perceberá que este é um mero detalhe.

Design

Levando em consideração que eu tinha um GNote, foi meio estranho pegar o Razr D3: tão pequeno! Mas foi só a primeira impressão. Como vocês podem ver aí na foto abaixo, ele cabe na mão tranquilamente e você consegue facilmente tirar foto usando apenas uma das mãos.

RAZR_D3_tirando_foto RAZR_D3_ligando

Achei o acabamento simples mas bem eficiente para os dias atuais. A traseira tem uma espécie de “friso”, o que na minha cabeça faz uma grande diferença. Tive um Siemens (lembra?) que, quando tocava e vibrava, saia “andando” pela mesa.

Do lado esquerdo temos a entrada para os dois chips, para o micro SD e uma entrada micro USB (carregar/ligar ao micro). Do lado direito, botão power e volume. Acima, a entrada para o fone de ouvido. Senti falta do botão dedicado para foto (nem tudo é perfeito, meu amigo(a)).

RAZR_D3_perfil1 RAZR_D3_perfil2

Tela

A tela tem 4″ e a qualidade das cores é incrível. Uma coisa que eu não gostei: achei os ícones meio grandinhos, assim como as fontes (dá aquela idéia de exibição de 600×800 que a gente tem nos monitores). Quanto aos vídeos, você consegue tranquilamente assisti-los (e com qualidade!).

Aproveitar a oportunidade e falar do launcher  que me deixou mais apaixonada ainda (e que dá pra ver direitinho no vídeo): ao desbloquear o celular, você tem a opção de escolher entre: fazer ligações, entrar no app de SMSs, acessar a câmera ou desbloquear e ir para a tela principal.

RAZR_D3_launcher RAZR_D3_desbloqueado

Desempenho e apps

Quando algo poderia dar errado, não deu. Ele é muito rápido, tem uma ótima resposta ao toque (como vocês poderão ver no vídeo lá no final) e nos testes que eu fiz aqui, nenhum app travou ou deu algum lag.

Os apps do Google estão presentes: GMail, GTalk, Chrome, Google +, YouTube, Play (Play Store, Play Livros, Play Filmes, Play Músicas), Drive, Mapas, Navegador) e ainda traz o Quickoffice. Por acaso você imagina o valor deste último? Confira aqui.

Câmera

As câmeras são um assunto a parte. Na minha odisséia em busca de um celular legal, era mandatório que tivesse uma câmera legal traseira, uma câmera frontal e flash. Se vocês pesquisarem, são pouquíssimos os celulares dual chips que contemplam estes requisitos.

A câmera traseira é de 8MP, com flash de LED, foco e geo-tagging. A câmera frontal é de 1.2 MP. E eu não falarei mais nada. Deixarei a você, meu caro leitor, que tire suas conclusões com as fotos abaixos:

RAZR_D3_foto1_sem_flash RAZR_D3_foto1_com_flash RAZR_D3_sem_luz

A esquerda, foto sem flash, ao centro, com flash do meu LG.
A direita, foto tirada na total e completa escuridão (eita flash bom!)

RAZR_D3_claridade_2 RAZR_D3_claridade_3 RAZR_D3_claridade_4

Fotos tiradas durante o dia.

RAZR_D3_foto_comfoco RAZR_D3_foto_semfoco RAZR_D3_foto_detalhes_2 RAZR_D3_foto_detalhes_3

As orquídeas: a da esquerda está com foco, a da direita sem.
A 3ª e a 4ª foto mostram a capacidade da câmera em capturar os detalhes, mesmo de pequenos objetos

Sistema Operacional

Ele já vem Jelly Bean 4.1.2 e a promessa da Motorola de atualização. Tem como não amar?

RAZR_D3_foto1 RAZR_D3_jelly_beans1 RAZR_D3_jelly_beans2

Vou aproveitar e comentar aqui do fato dele ser dois chips. No meu LG tinha um botão que eu apertava e escolhia qual era o chip. Eu ficava pensando: e em um smartphone, como faz? Nas configurações você escolhe um nome, uma cor e um ícone para cada chip. Você pode, ainda, optar por usar um dos chips como padrão para fazer ligações, mandar msgs e se conectar a internet.

E se você não configurar? Ele, antes de discar ou mandar mensagem, mostra dois botões com as cores/nomes dos chips que você determinou para escolher. Para dados, não tem pra onde fugir, você realmente precisará configurar um dos dois chips.

Bateria

Eu acho que esta questão é muito relativa. Tem gente que é hard user (tipo eu), que não consegue ficar sem mexer. Tem gente que só usa para acessar algo rapidamente e tem gente que tem o celular para ligar e desligar. Nestes dias de uso eu aprovei a bateria. Só para dar um exemplo: hoje tirei fotos, fiz ligações, assisti vídeo no facebook, usei o bluetooth inúmeras vezes e em 6 horas sem carregar, só foi usado 21%.

Pontos positivos

– qualidade das fotos
– comentei que tem NFC? Pois é, tem! Não sabe do que eu estou falando ou quer saber mais sobre NFC? Clique aqui.
– tamanho (não é pequeno e nem grande, apenas perfeito).

Pontos negativos

– não apresenta botão dedicado para fotos.
– o volume do som com os fones de ouvido deixou a desejar. Achei muito baixo (mesmo no último volume);

Vídeo

Conclusão

Como vocês devem ter percebido, eu adoro fotos e ele é simplesmente sensacional neste aspecto. A facilidade de usar ambos os chips é tão grande que mesmo as pessoas que não estão acostumadas a ter um smartphone consegue tranquilamente usá-lo. Ser lançado com a última versão do Android e ainda vir com NFC é como o chantilly em cima do sorvete. Na minha opinião, o melhor custo x benefício de dual chip no mercado atual.

Minha caçada por um smartphone acabou. Alô, Motorola, coloque logo este celular no mercado que eu quero comprar um! E o que você achou?

Atualização em 20/03/13: Adicionei o processador e a GPU ao post(obrigada Helder pelo comentário!) e ontem a noite testei como ele funciona com jogos. Baixei Max Payne (1 giga e pouquinho) e sobrou apenas 216 mb disponível no celular. O jogo rodou tranquilamente (pelo menos até a parte que eu joguei) e em 3 horas e 20 minutos de uso contínuo – sem desligar a tela – ele usou 50% da bateria.

Atualização em 21/03/13: Pessoal, eis o que a assessoria da Motorola liberou hoje: “O D3 chega nas principais lojas do varejo online no início de abril, e que o D1 já está à venda nesses canais.”

Atualização em 28/03/13: Fiquei tão animada com ele que esqueci de testar se ele permite que os apps sejam transferidos para o SD (o que na minha cabeça era algo lógico) mas infelizmente nosso amigo Diego Toda testou e confirmou: não é possível a transferência de apps para o SD. Bola fora da Motorola.

Interessado em comprar o aparelho? Está disponível em branco e preto.

Apaixonada por Android que adora testar apps =)

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top