Conecte-se conosco
Samsung-ATIV-Book-9-Lite_NP905S3G-KD1BR-14

Computadores

Review: Samsung ATIV Book 9 Lite (Ultrabook)

Testamos o Samsung ATIV Book 9 Lite, que quer ser um notebook de ponta mas por um preço acessível. Será que ele consegue?

Samsung-ATIV-Book-9-Lite_NP905S3G-KD1BR-14

Enquanto os Galaxy S são o que há de melhor entre os smartphones da Samsung, o ATIV Book 9 é o principal modelo de laptops ultrafinos da empresa coreana. E assim como os celulares ganham uma versão mais econômica, como o Galaxy S5 Mini, o carro-chefe dos notebooks também tem irmão menor. O Samsung ATIV Book 9 Lite quer ser um computador de ponta, mas por um preço mais acessível para o usuário final que quer design com portabilidade sem sofrer no bolso. Será que ele consegue?

Samsung-ATIV-Book-9-Lite_NP905S3G-KD1BR-1

Em primeiro lugar, é preciso esclarecer: a versão testada é a NP905S3G, de 2013. Outra existente no país é a NP915S3G, que tem tecnologia touchscreen, para ser utilizada com o Windows 8. Segundo o site da Samsung, no Brasil não está disponível a versão NP910S3G, lançada no ano seguinte, e que tem melhor desempenho. Apesar disso, o visual é praticamente o mesmo do resto da linha ATIV Book 9.

Samsung-ATIV-Book-9-Lite_NP905S3G-KD1BR-6

O ATIV Book 9 Lite chama atenção logo de cara pelo tamanho. Com apenas 32,4 x 22,4 cm e com 16,9 mm de espessura, é um modelo que mantém as dimensões reduzidas da linha. Apenas um pouco maior do que o principal notebook ultraportátil da Samsung. O que não é tão bom no Lite é o peso. Com 1,44 kg, fica apenas na média do segmento.

Medindo 13,3 polegadas, a tela antirreflexiva tem resolução de 1366 x 768 pixels. Não é um primor, mas é ótima para a proposta do ATIV Book 9 Lite. A tela também tem uma abertura de 180°, o que não é vantagem na versão testada, mas ajuda bastante para os aparelhos com touchscreen. Apesar disso, o ângulo de visão não é tão extenso quanto a abertura, então é preciso estar atento às distorções de cores que podem acontecer. Horizontalmente a diferença não é tão grande, então você pode assistir vídeos com amigos sem dificuldades.

Recebemos para teste a versão KD1BR, com a cor branca, mas também está disponível na cor preta (KD2BR). O acabamento do modelo foi substituído do metal para uma estrutura de plástico. O ATIV Book 9 Lite tem um design atraente, próprio de modelos que aspiram ao status de ultrabook, mas o plástico não favorece o modelo. Quando manuseado é pior, e a diferença entre os materiais é palpável, principalmente na sensação do teclado e do touchpad.

Samsung-ATIV-Book-9-Lite_NP905S3G-KD1BR-2

Outro ponto sobre o teclado que decepciona um pouco é a falta de iluminação das teclas. Mas ele compensa pelo formato tipo ilha, com peças finas e bem espaçadas. A digitação no ATIV Book 9 Lite flui com facilidade e sem cansar o usuário. Já o touchpad tem uma vida um pouco diferente. O material plástico deixa os comandos do mouse menos deslizados e mais truncados.

Nas conexões externas, o tamanho reduzido da linha deixa as opções um pouco mais limitadas para o modelo. São apenas uma porta USB 2.0 e uma USB 3.0, entrada para cartão de memória 3 em 1 e porta combo para fone de ouvido e microfone, mais saídas Mini VGA e Micro HDMI, que na maioria das vezes dependem de adaptadores externos para serem utilizadas – e que não estão inclusos. Não é um defeito do ATIV Book 9 Lite – é uma questão de espaço, e ultrabooks da linha e da concorrência também limitam a quantidade de conexões in/out, como no novo MacBook, que centralizou tudo em uma única porta USB-C.

Samsung-ATIV-Book-9-Lite_NP905S3G-KD1BR-8

O que pesa mais na avaliação do ATIV Book 9 Lite é a capacidade interna. Por ser um modelo mais em conta, a Samsung escolheu economizar na potência de processadores e memória RAM. Para começo de conversa, o processador utilizado não é especificado nem no site da empresa nem nas informações de sistema do laptop, apenas que se trata de um quad-core de até 1.4 GHz. Em um primeiro momento o usuário pode achar que se trata de um chip Exynos, desenvolvidos pela própria Samsung, mas na verdade se trata de um AMD A6-1450, que normalmente vai até 1.0 GHz. A memória RAM também padece do desejo de economia, com uma DDR3 de 4 GB. O ponto alto fica pelo armazenamento interno, com um flash drive SSD de 128 GB.  Ele acelera o uso do laptop consideravelmente, com um boot rápido e sem problemas para acessar arquivos salvos na memória. Mas não é sempre que essa velocidade faz a diferença, e é preciso cuidado para não sobrecarregar o processador com um uso um pouco mais intenso da CPU e da GPU – uma AMD Radeon HD 8250 integrada.

A Samsung economizou em outra área crítica – a bateria. As duas células que somam 30 Wh não dão conta de manter o ATIV Book 9 Lite aceso por muito tempo. Segundo a empresa a duração da bateria chega a 8 horas, mas durante os testes, não passou de seis horas, mesmo com o uso reduzido. Apesar de muitos usuários não ligarem o notebook longe de uma fonte de energia, é complicado ter uma limitação de seis horas enquanto outros modelos passam fácil das sete. Para um modelo que quer ser ultraportátil não é admissível ter esse tipo de limitação, mesmo que ela não vá ser sentida no dia-a-dia.

Entre os softwares oferecidos de fábrica estão o Microsoft Office Trial, com 30 dias para testar, e o Norton Internet Security, com 60 dias. Além disso, apenas alguns bloatwares da própria Samsung. Uma questão interessante do ATIV Book 9 Lite no entanto é justamente fazer uso dos outros produtos da marca. Ele tem dois softwares especiais, o Samsung SideSync e o Samsung HomeSync Lite, que se conectam com celulares e tablets para algumas funções especiais.

O SideSync faz do aparelho uma segunda tela, e permite que seja controlado diretamente do laptop, similar a aplicativos de espelhamento.

Já o HomeSync é uma solução para back-up dos conteúdos dos dispotivos no notebook e acessar remotamente através da nuvem.

As duas ferramentas, porém, só podem ser utilizadas se você tem outros gadgets da Samsung, e ainda assim nem todos eles são compatíveis, o que faz com que não seja aproveitada 100%.

Samsung-ATIV-Book-9-Lite_NP905S3G-KD1BR-3

No final de tudo, o Samsung ATIV Book 9 Lite é um bom laptop, mas a tentativa de ser mais acessível deixou o modelo um pouco esquizofrênico. Ele é parte ultrabook, parte notebook econômico – e o desempenho acaba sofrendo o maior golpe nessa disputa. A baixa capacidade de processamento e de memória RAM é onde mora o principal problema. E a bateria de menos de seis horas pode limitar o usuário. Mas não quer dizer que não tenha vantagens. O tamanho reduzido e o peso na medida, junto com um design de ponta são os principais atrativos do modelo. Se você está procurando mais visual e portabilidade do que potência, o ATIV Book 9 Lite é uma ótima escolha, principalmente se você tem também um smartphone Galaxy.

Pontos fortes:

  • Design moderno
  • Tamanho reduzido
  • Comunicação com outros aparelhos da Samsung

Pontos fracos:

  • Baixa capacidade de processamento e de memória RAM
  • Acabamento em plástico
  • Bateria limitada

Samsung ATIV Book 9 Lite

Samsung ATIV Book 9 Lite
7.2

Tela

6/10

    Design

    8/10

      Hardware / Bateria

      6/10

        Portabilidade

        10/10

          Custo X Benefício

          7/10

            Pros

            • Design moderno
            • Portabilidade
            • Integração com outros dispositivos Samsung
            • Armazenamento em drive SSD

            Cons

            • Desempenho
            • Upgrade limitado
            • Capacidade da bateria
            • Acabamento em plástico

            Jornalista por profissão, geek por natureza, autodidata por curiosidade mesmo. Aprendendo e escrevendo sobre tecnologia desde que mexeu no primeiro 486 da família, está no SMT desde 2015.

            Comentários

            Mais de Computadores

            Dica

            Mais Lidas

            Reviews

            Cultura Geek

            Tutoriais

            To Top