Conecte-se conosco
Seagate Central Review

GADGETS

REVIEW: Seagate Central – armazenamento em nuvem combinado com central de compartilhamento residencial

Testamos recentemente o Seagate Central, central de compartilhamento que pretende unir armazenamento doméstico e armazenamento em nuvem. Veja nossas impressões.

Seagate Central Review

Testamos recentemente o Seagate Central, central de compartilhamento desenvolvida pela Seagate, que pretende unir armazenamento doméstico e armazenamento em nuvem. Veja abaixo nossas impressões:

Um poderoso NAS

Por dentro do belo exterior em plástico preto-acinzentado e tecido escuro (na parte superior), o Central possui um grande HDD (disco rígido ou Hard Disk Drive, da própria Seagate) que se conecta à rede doméstica por meio do cabo ethernet. Ele faz parte da categoria de centrais NASNetwork-attached Storage (armazenamento conectado à rede, em tradução livre).

O diferencial do Central, disponível nos tamanhos 2TB, 3TB e 4TB (cada 1TB – TeraByte equivale a 1024GB) é o gerenciamento de conteúdo. Após conectá-lo à rede e fazer o cadastro online, é possível salvar arquivos no HDD ou realizar backups completos, sendo que o resultado pode ser acessado do computador de casa ou remotamente, via internet.

Segurança

Ele pode ser uma ótima opção para quem tem medo de guardar dados em serviços de armazenamento gratuito como o Google Drive e Dropbox – por questões relacionadas à invasão de privacidade ou roubo de dados – pois funciona como um serviço pessoal, que pode até dispensar o uso da internet.

Instalação

Nos testes feitos pelo Showmetech, sofremos um pouco com a instalação: a unidade de testes veio com um usuário e senha previamente cadastrado, e foi impossível removê-lo através do processo de “Reset” (restauração para configurações de fábrica) recomendado pela empresa. Pesquisando na internet, encontramos muita gente informando que o botão de reset parece não funcionar.

Para quem compra uma unidade nova, o processo é bem mais simples. Ainda assim, a empresa disponibiliza um tutorial de configuração online no qual o usuário aprende a localizar o Seagate Central na rede doméstica e a fazer o download dos aplicativos de acesso, disponíveis para PCs, Macs, Android ou iOS.

Testes

No quesito velocidade de transferência de dados, o Seagate deu um show. A taxa de transferência via internet vai depender da velocidade de conexão do usuário, mas as taxas de download e upload dentro da rede doméstica se aproximam às de um HDD interno do computador.

O modelo funciona como um media server, sendo possível localizá-lo através de Air Play (Apple) e Smart TVs ou outro dispositivo com suporte para DLNA. A Samsung, em especial, desenvolveu um app em parceria com a Seagate, disponível em algumas de suas Smart TVs. Veja abaixo o resumo de facilidades proporcionadas pelo Central:

  • Backup automaticamente de vários computadores PC e Mac;
  • Transmissão da biblioteca de mídia centralizada, sem fios, a consoles de jogo, reprodutores de mídia e smart TVs;
  • Acesse conteúdo fora de casa com uma navegador web ou o aplicativo gratuito para tablets e smartphones;
  • Use aplicativo exclusivo para as Smart TVs Samsung. com navegação de mídia avançada.

Preços

Testamos o modelo de 4TB, com espaço de sobra para guardar fotos, vídeos e arquivos pessoais. No entanto, usuários comuns já se verão satisfeitos com a versão de menor capacidade do Central, com 2TB. Veja abaixo o preço de cada unidade:

  • Seagate Central 4TB (STCG4000100): R$ 1.133,90 (via Kabum);
  • Seagate Central 3TB (STCG3000100): R$ 999,88 (via Kabum);
  • Seagate Central 2TB (STCG2000100): R$ 899,00 (via Livrarias Saraiva);

Conclusão

A praticidade de backup automático e compartilhamento seguro de arquivos para todo o tipo de gadget são as grandes vantagens do Seagate Central. Isso, em especial, para quem guarda uma grande quantidade de vídeos, fotos e documentos no computador. Das centrais NAS que já testamos no Showmetech, esta é a mais “poderosa”! Recomendamos.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de GADGETS

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top