Conecte-se conosco
Sony-Xperia-Z5 (1)

Android

Review Sony Xperia Z5: o preço da elegância

Testamos o Xperia Z5, o novo topo de linha da Sony. O modelo anterior, Xperia Z3+, deixou algumas manchas na reputação da empresa. Será que esse aparelho conseguiu corrigir os defeitos da geração passada? Veja a análise.

Sony-Xperia-Z5 (1)
Há cerca de seis meses, a Sony lançou o Xperia Z3+, que deixou uma má impressão com super aquecimentos, câmera inconsistente e mais um punhado de pontos negativos. O Xperia Z5 veio na tentativa de cobrir essa mancha. Passei os últimos dias com o novo flagship da Sony e essas são as minhas impressões:

Layout e Acabamento

Sony-Xperia-Z5 (2)
O Xperia Z5 é um dos aparelhos mais bonitos do mercado, ao lado do Galaxy S6, iPhone 6s e Moto X Style. O celular da Sony é elegante, sóbrio e segue a linha de design dos modelos anteriores.

As laterais são de metal e dão uma pegada firme. Na parte direita está o botão liga/desliga que abriga o sensor de impressão digital; abaixo estão os botões de controle de volume e acesso rápido à câmera. Apesar de não estarem num lugar convencional, não houve dificuldade na adaptação. Já na parte esquerda, está a bandeja para colocar o chip nanoSIM e o cartão microSD; ela é bem fácil de retirar.

Não parece, mas a traseira é de vidro. Dessa vez o material ganhou acabamento fosco, evitando as marcas de dedo na traseira. Na parte frontal, estão a câmera, a marca Sony e o sensor de proximidade, além dos dois alto falantes. Nas bordas laterais a área foi bem aproveitada, mas sobrou espaço incômodo na parte de baixo.

Tela

Sony-Xperia-Z5 (8)
Como manda a tradição, o novo topo de linha da Sony continua com uma das melhores telas do mercado. O display IPS LCD de 5.2 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels oferece cores equilibradas, nitidez e ótima gama de brilho. Nas configurações, há três opções de aprimoramento de imagem: desligado, X-Reality e Modo Super Vívido.

Só há um único problema: a fabricante não evolui essa especificação desde o Xperia Z2, lançado em 2014. Isso não desmerece a qualidade da tela, mas decepciona por não explorar novas tecnologias e possibilidades.

Velocidade e desempenho

Sony-Xperia-Z5 (4)
A Sony optou por repetir diversas especificações do Xperia Z3+: o mesmo processador Snapdragon 810, a GPU Adreno 430, os 3 GB de RAM e os 32 GB para armazenamento interno. As semelhanças preocupam pela fama de “esquentadinho” do modelo mais velho. Porém, a fabricante afirma ter colocado um sistema duplo de dissipação de calor e otimizado o sistema para resolver a questão de vez.

O problema foi resolvido? Sim. O Xperia Z5 esquenta bastante quando colocado à prova, mas dentro do esperado. Em uso normal, no entanto, ele manteve a temperatura ideal. O conjunto de hardware entrega uma experiência positiva, com animações e transições fluídas. O multitarefa funciona muito bem, graças a grande quantidade de memória RAM; o aparelho foi capaz de recuperar o ponto em que deixei até mesmo nos games.

Sistema

Sony-Xperia-Z5 (9)
Rodando o Android 5.1.1 Lollipop (com promessa de atualização para o 6.0 Marshmallow), o Xperia Z5 conta um sistema mais limpo em relação aos modelos antigos. A empresa continua a utilizar sua interface tradicional, mas ela carrega menos apps pré-instalados do que antes. O visual está bem minimalista, fácil de entender.

Destaque para os ajustes de áudio. O smartphone conta com uma série de recursos para oferecer uma experiência completa para quem gosta de ouvir música. Há uma otimização automática para fones de ouvido, equalizador, ClearAudio+ e outros detalhes. A diferença ficou muito clara quando eu alternei a mesma música do Xperia Z5 para outro celular.

O aparelho é interessante também para quem tem um Playstation 4: dá para jogar direto do celular desde que haja uma boa conexão. Infelizmente não pude testar o recurso, mas não deixa de ser interessante.

Leitor de impressões digitais

A Sony entrou na onda dos sensores biométricos, mas afirma que possui um diferencial: o sensor de digitais fica integrado ao botão liga/desliga e oferece mais naturalidade na hora da utilização. Realmente, o posicionamento ficou ótimo.

O software permite a adição de até 5 digitais, que só servirão para desbloquear o aparelho (isso por enquanto; as funções de autenticação de pagamentos só virão com a atualização para o Android 6.0 Marshmallow).

O reconhecimento do toque do leitor de digital é rápido e bem preciso. Deixo aqui uma dica: na hora de cadastrar sua biometria, posicione o dedo em várias posições, isso vai facilitar na hora de pegar o smartphone da mesa e já desbloqueá-lo, independente dele estar bem ajustado à mão.

Câmera

Sony-Xperia-Z5 (3)
Foram feitas melhorias no sensor da câmera. Agora o sensor Exmor RS tem 23 megapixels, autofoco híbrido “super rápido”, lente grande angular de 24 mm e melhor estabilização de imagem. Na prática, essas especificações se traduzem em imagens de alta qualidade.

Ele é realmente rápido para bater as fotos e consegue lidar bem com as diversas condições de iluminação. O ruído é inevitável em ambientes escuros, mas os resultados ficam muito perto do que a concorrência oferece, as vezes até superior.

Destaque para o aplicativo da câmera que oferece opções automáticas para os usuários menos exigentes, mas também possibilita ajustes manuais para aqueles que querem brincar com o ISO, balanço de branco e outros parâmetros.

Por padrão, as fotos são tiradas com 8 megapixels. Nos ajustes há a opção de 20 MP. Não entendi o porquê dessa sugestão de fábrica.

Duração da Bateria

A bateria de 2900 mAh do Xperia Z5 não surpreende, mas também não decepciona. Dá para passar um dia longe da tomada se não exigir muito do celular.

Com o uso intenso, navegando através do 4G, tirando fotos, escutando música e consultando as redes sociais, precisei recarregá-lo às 17:00. Em dias de uso moderado, ele conseguiu chegar ao final da noite com 20% de carga.

Aviso importante: fazer gravações em 4K drenam muita bateria. Se você pretende usar esse recurso frequentemente, não se esqueça de levar um power pack.

Preço e disponibilidade

Sony-Xperia-Z5 (7)
A Sony anunciou o Xperia Z5 no Brasil com o preço sugerido de R$4.299. O valor absurdo, no entanto, não se sustentou nem por um mês. Na maioria das lojas do varejo já é possível encontrá-lo por cerca de R$ 3.600, como no Submarino e nas Lojas Americanas.

Conclusão

O Xperia Z5 é elegante, tem ótimo desempenho, uma câmera de altíssima qualidade e uma experiência de áudio fora do comum. E conseguiu corrigir a maior parte dos defeitos do Xperia Z3. Porém, é um celular muito caro, principalmente por não ter grandes adições em relação ao modelo anterior; com exceção do leitor de impressões digitais.

Mesmo com o preço das lojas de varejo, o Xperia Z5 é absurdamente caro. Alguns concorrentes estão bem mais em conta, como o Moto X Style e até o Galaxy S6. Por isso, vale a pena olhar com carinho para os outros modelos ou esperar por uma redução de preço ainda maior do Z5 neste natal.

Galeria de Imagens

Especificações Técnicas

  • Processador: Qualcomm MSM8994 Snapdragon 810 – quad-core de 1.5 GHz Cortex-A53 + quad-core de 2 GHz Cortex-A57;
  • Memória RAM: 3 GB;
  • Tela: IPS LCD de 5.2 polegadas com resolução de 1080 x 1920 pixels (428 ppp);
  • Câmera: 23 megapixels, autofoco, flash LED;
  • Câmera frontal: 5.1 megapixels;
  • Bateria: 2900 mAh;
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, A-GPS, GLONASS, Bluetooth 4.1, microUSB 2.0, NFC;
  • GPU: Adreno 430;
  • Memória externa: suporte para cartão microSD de até 200 GB;
  • Memória interna: 32 GB;
  • Dimensões: 146 x 72 x 7.3 mm;
  • Peso: 154 gramas;
  • Sensores: acelerômetro, bússola, giroscópio, infravermelho, proximidade, sensor biométrico para desbloqueio por digitais;
  • Plataforma: Android 5.1.1 Lollipop (com promessa de update para Android 6.0 Marshmallow).

Sony Xperia Z5

Sony Xperia Z5
8.8

Tela

10/10

    Hardware

    9/10

      Design

      9/10

        Usabilidade

        8/10

          Bateria

          8/10

            Pros

            • Elegância
            • Desempenho
            • Tela de alta qualidade
            • Ótima câmera
            • Sensor biométrico eficiente

            Cons

            • Muito caro
            • Poucas novidades

            19, estudante de Comunicação e Multimeios na PUC-SP. Curioso e apaixonado por tecnologia, escreve sobre o tema há cinco anos.

            Comentários

            Mais de Android

            Dica

            Mais Lidas

            Reviews

            Cultura Geek

            Tutoriais

            To Top