Connect with us

Geral

Rio será a primeira cidade a ter banda larga ultrarrápida

Conforme afirma o jornal O GLOBO, o Rio de Janeiro será a primeira cidade do país a contar com banda larga ultrarrápida, com velocidades entre 50 megabits por segundo (Mbps) até 100 Mbps…

Conforme afirma o jornal O GLOBO, o Rio de Janeiro será a primeira cidade do país a contar com banda larga ultrarrápida, com velocidades entre 50 megabits por segundo (Mbps) até 100 Mbps.

A Telebrás, em parceria com a administração local, colocará, em junho do ano que vem, a infra-estrutura de rede à disposição da Rio+20 (Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável). A super internet será ampliada para boa parte da capital fluminense em 2013, quando também servirá às demais quatro cidades da Copa das Confederações, chegando em 2014 às 12 sedes da Copa do Mundo.

A informação foi dada ontem pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. Os jogos da Copa das Confederações acontecerão em 2013 no Rio, Brasília, Belo Horizonte, Salvador e Porto Alegre. Elas se juntam à São Paulo, Curitiba, Cuiabá, Manaus, Recife, Natal e Fortaleza para formar o time de cidades-sede da Copa do Mundo, que acontecerá em 2014.

A Telebrás, com ou sem parceiros locais, construirá a rede de fibra ótica para a internet ultrarrápida. O foco inicial serão os eventos esportivos, mas a infra-estrutura estará disponível para que empresas a utilizem para oferecer o serviço (pago) posteriormente à população. Na capital fluminense, sede do projeto-piloto da Rio+20, para a implantação do serviço foi firmado um acordo entre o Iplan-Rio e a Telebrás, que vai desenvolver projetos conjuntos de rede e definir a captação de recursos. Ainda não há locais pré-definidos de implantação da infra-estrutura, mas o Porto do Rio deverá sediar a Rio+20.

Para a Copa das Confederações, as redes devem estar prontas em dezembro de 2012 e para a Copa do Mundo, um ano depois. Os estádios precisarão ter duas redes de fibra ótica, uma delas para backup. Poderão ser utilizadas as redes da Petrobras e das empresas de energia. O atendimento em Manaus, o mais complicado, foi solucionado com redes da Oi e da Embratel. A Telebrás e a Eletronorte fecharam ontem um acordo operacional de troca de capacidade, isto é, uma empresa utilizará a rede de fibra ótica da outra para transmissão de dados para antecipar a oferta de banda larga no Norte e Centro-Oeste. As redes da Eletronorte de Porto Velho, em Rondônia, até Barra do Peixe, no Mato Grosso, e de lá até Brasília, já estão prontas. Mas a Telebrás precisa ainda instalar os chamados pontos de presença. Em 90 dias, segundo a empresa, a demanda pelo serviço de banda larga começará a ser atendida.

Fonte: O Globo via Rio Negócios.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comments

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top