Conecte-se conosco
wolverine imortal

CULTURA GEEK

Saga X-Men Parte II: Spin offs

Na trilha de sucesso da saga, a Marvel e a 20th Century Fox não perderam tempo em desenvolver projetos spin off em mais 3 filmes

hugh-jackman-as-wolverine

Na trilha de sucesso da saga X-Men, a Marvel e a 20th Century Fox desenvolveram projetos spin off em mais 3 filmes

Com rendimentos superiores a $1 bilhão de dólares com a trilogia original dos mutantes em X-Men, a Marvel e a 20th Century Fox não perderam tempo em desenvolver projetos spin off. A ideia original era conceber filmes contando a origem de diversos personagens e começaria com um dos favoritos do fãs: Wolverine.

“X-Men Origens: Wolverine” (2009)

xmen origens

Direção: Gavin Hood

A vida do mutante Wolverine é explicada desde sua infância, até o seu envolvimento com o esquadrão X, responsável por colocar o componente adamantium em seu corpo. Nem mesmo a contratação do diretor Gavin Hood – que havia ganhado o Oscar de filme estrangeiro por “Tsotsi” em 2006 – garantiu a qualidade do filme.

Hugh Jackman com certeza dá o seu melhor, e é a verdadeira personificação do personagem, mas o roteiro fraco e cheio de clichés torna o filme incrivelmente desinteressante. Com a fraca recepção do filme, e também das críticas, em sua grande parte, negativas, o estúdio cancelou outras histórias de origens – os próximos seriam Magneto e Gambit.

“Wolverine: Imortal” (2013)

wolverine imortal

Direção: James Mangold

Quando o mutante é convidado para ir ao Japão por um velho conhecido, ele terá que enfrentar uma nova ameaça e também seus próprios medos. Hugh Jackman, que atua como produtor do filme, fez grande lobby para que o personagem recebesse mais uma chance. Ele mesmo concordou com os críticos que o filme anterior ficará aquém das expectativas.

Sua insistência e o recente sucesso do reboot dos X-Men (que falarei no próximo post), fez com que o estúdio concordasse em produzir o filme. Este filme é definitivamente superior ao anterior, não somente com um roteiro melhor, como também uma direção mais segura e atuações mais interessantes. Mesmo que seu 3º ato seja um pouco exagerado e cartunesco, foi uma boa maneira de retomar o personagem.

“Deadpool” (2016)

deadpool

Direção: Tim Miller

Um ex-agente das forças especiais americanas, agora um mercenário, decide se sujeitar a um tratamento radical para se curar do câncer, mas tem efeitos colaterais extremos. A participação de Deadpool no filme “X-Men Origens: Wolverine” foi uma piada. Um verdadeiro desperdício de um personagem tão divertido. Por isso quando fora anunciado seu filme solo, muitos receberam a notícia com ceticismo.

No entanto, o filme estreou e provou todos o contrário. É um divertidíssimo e despretensioso retrato do personagem, que inclusive tira sarro da própria participação no filme de 2009. Ryan Reynolds está absolutamente genial no filme e as gags visuais e as inúmeras referências pop mantém um ótimo ritmo.

Tanto Wolverine quanto Deadpool retornarão aos cinemas. Wolverine volta já ano que vem em Março, com a última participação de Hugh Jackman como o personagem. Já Deadpool só teve sua sequência confirmada, mas ainda sem data de estreia!

Felipe vive e respira a sétima arte, e chega ao Showmetech para avaliar em detalhes os grandes lançamentos do cinema mundial.

Comentários

Mais de CULTURA GEEK

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top