Conecte-se conosco
Testamos Samsung Pay

Android

Samsung Pay: já dá para deixar o cartão em casa?

Testamos o Samsung Pay nos mais diversos estabelecimentos e máquinas de cartão de crédito e debito. Confira se o serviço funciona mesmo e se você já pode deixar seus cartões em casa.

Samsung Pay: funciona mesmo em todos os lugares?

Samsung Pay: funciona mesmo em todos os lugares?

Não é só questão de praticidade. Pode ser até mais seguro ter um cartão de crédito ou débito dentro do smartphone do que carregá-lo em uma carteira. Mas, será que o Samsung Pay, primeiro meio de pagamentos mobile do gênero a chegar no país, funcionará nos momentos em que o usuário mais precisa?

O Showmetech utilizou por 3 semanas o Galaxy S7 Edge, com um cartão de débito da Brasil Pré-Pagos, para testar o Pay. Foram diversos estabelecimentos e máquinas de cartões testados e o resultado, com resultados e situações bem interessantes. A gente comenta a seguir:

 

Primeiro, por que é mais prático?

Para facilitar o uso, a Samsung foi inteligente em colocar o Pay já na tela de travamento do smartphone. Assim, depois que você cadastra um cartão, uma pequena aba transparente aparece na tela de bloqueio. Sempre que você quiser pagar com o Pay, basta puxar essa aba e usar a digital para ativar o serviço.

Praticidade: o Pay é acessado já da tela de travamento.

Praticidade: o Pay é acessado já da tela de travamento do celular.

Ativar” significa dizer que o smartphone reconheceu o usuário e iniciou o sinal de transmissão de dados. Agora, basta encostar ele em uma máquina de cartões e aguardar que o “cartão virtual” seja reconhecido.

Ou seja, o processo é feito em segundos e é muito parecido com o uso de um cartão tradicional. Para quem pratica exercícios ou nem sempre quer carregar uma carteira, fica fácil sair por aí apenas com o smartphone e garantir que você possa fazer compras no caminho.

 

Mas é Seguro?

Uma vantagem nem sempre comentada que descobrimos ao usar o Pay é que ele é, de fato, mais seguro o cartão tradicional. Isto porque (1) só um usuário com a digital cadastrada pode ativar o serviço, (2) os dados do cartão – como o número, data de vencimento e código de segurança – não ficam à mostra e (3) ao realizar a transação, o sistema cria um “cartão virtual” específico para aquela compra, sem revelar os dados do cartão original ao vendedor.

Samsung BR Samsung Pay digital

Sem a digital do dono do aparelho, não é possível iniciar uma compra.

Noutras palavras, se você perder ou tiver a sua carteira roubada, terá que correr para bloquear o cartão de crédito ou débito junto ao banco. Se você perder ou tiver seu smartphone roubado, não precisa fazer nada em relação ao cartão. Claro, é triste perder o smartphone, mas se não for possível recuperá-lo, você poderá apagar os dados remotamente (em um navegador, com a sua conta Google ou Samsung), e ainda terá o seu cartão original para usar, se tiver deixado ele em casa.

Não é preciso se preocupar, já que o ladrão ou qualquer outra pessoa estarão impedidos de usar o Samsung Pay – ou coletar seus dados – uma vez que eles estão protegidos pela senha (código, PIN ou biométrica, dependendo de qual você configurou).

Ou seja, acabou aquela corrida para bloquear o cartão, antes que o ladrão comece a gastar em seu nome.

Qual é a melhor forma de usar?

Para evitar erros, veja as dicas abaixo sobre como ter sucesso em uma transação.

Siga as dicas abaixo e evite erros durante as transações.

Depois que começamos a usar o Pay, descobrimos algumas dicas para que você descubra se a máquina de cartões aceita o serviço e, claro, não faça com que os outros clientes fiquem esperando você ou o vendedor tentarem sucessivas vezes uma transação. São elas:

  • Peça para o vendedor deixar você usar a máquina: como um pagamento por celular é uma novidade, muita gente ainda não vai entender o que você está fazendo ou não saberá a melhor forma de concluir a transação. Experimente você segurar a máquina e fazer a compra, ou confirme que o vendedor já fez esse tipo de pagamento.
  • Descubra onde fica o sensor: cara máquina tem um local onde o sensor de cartões fica armazenado (em geral, na parte superior). Teste aproximar o smartphone para descobrir onde ele está. Assim, fica mais fácil evitar erros de conexão. Antes de desistir, lembre que a Cielo, Rede, Ingenico, Rede e a GetNet, todas possuem máquinas compatíveis com o Pay.
  • NFC ou MTS? Lembre-se que são duas as formas com que o Pay costumam se conectar à máquina:
    • NFC (sigla para Comunicação por Campo de Proximidade): com o NFC presente, prefira ativar a máquina usando o smartphone, para só então deixar o vendedor selecionar o meio de pagamento e digitar o valor. Feito corretamente, a máquina reconhece o cartão e questiona se o pagamento será feito em débito ou crédito (aí, basta escolher a opção e confirmar o pagamento com a a senha PIN do cartão). Se você fizer o processo inverso, é comum que resulte em erro.
    • MTS (sigla para Transmissão Magnética Segura): nos casos em que você não encontrou o “símbolo de NFC” na máquina, tente fazer o pagamento pelo MTS, tecnologia que simula o uso de um cartão magnético tradicional. Aqui, deixe o vendedor fazer a transação na máquina e, na hora em que ele pedir o seu cartão, encoste-o na área de leitura de cartões tradicionais. Ao funcionar, a máquina pedira a senha PIN do seu cartão. Digite e confirme a compra (esta é a forma mais comum que você encontrará em supermercados).
Duas opções: a área de NFC costuma ficar no topo da máquina, enquanto o MTS fica na área do cartão tradicional.

Duas opções: a área de NFC costuma ficar no topo da máquina, enquanto o MTS fica na área do cartão tradicional.

  • Não confunda com “pagamento por celular”: algumas máquinas brasileiras também aceitam um método de pagamento onde você digita seu número de telefone para fazer uma compra. Não confunda isso com o Samsung Pay, que é um método que simula um cartão de crédito, ok? Diga ao vendedor que se trata de uma  “compra com cartão”.

 

Aparelhos e Bancos Suportados:

smartphones compativeis samsung pay brasil

No Brasil, já existem 7 modelos compatíveis com o Pay.

Para começar a usar o Samsung Pay, você precisa de um smartphone que seja suportado por esta tecnologia. Até o momento desta publicação, identificamos os seguintes aparelhos com suporte garantido:

Também, independente da bandeira (VISA ou MASTER), estes são os bancos que já trabalham ou aceitarão em breve o serviço:

  • Banco do Brasil;
  • Banrisul (em breve);
  • Bradesco (em breve);
  • Brasil Pré-pagos;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Itaú (em breve);
  • Nubank (em breve);
  • Porto Seguro;
  • Santander;

Problemas encontrados:

Durante os testes, encontramos algumas dificuldades para realizar compras em certos estabelecimentos. Elas variam de “erros de leitura do cartão” até funcionários se recusando a deixar a gente fazer um pagamento com o smartphone – estamos falando de você, atendente nervosa da loja de cafés Ofner do shopping Eldorado.

Mas, em geral, uma impressão ficou clara: os erros estão mais relacionados à compreender como fazer a conexão com cada tipo de máquina de cartões de crédito ou débito, do que de impossibilidade da máquina de aceitar o Samsung Pay.

Por isso, repetiremos a dica mais importante: em caso de “erro de leitura”, pegue a máquina em sua mão e tente encontrar a melhor forma de facilitar o contato entre o smartphone e a máquina. Na maioria dos casos, isso resolverá a questão, ok?

Conclusão:

Ainda que seja uma tecnologia de pagamento com cara de “feitiçaria” para muitos usuários e estabelecimentos, o Samsung Pay é uma alternativa muito legal para ser incorporada ao dia a dia.

Samsung Pay: é fácil usar, mas teste antes de deixar a carteira em casa.

Samsung Pay: é fácil usar, mas teste antes de deixar a carteira em casa.

Dá para deixar a carteira em casa e usar só o smartphone? Depende. Para ter certeza, experimente testar o Pay nas lojas, supermercados, restaurantes e estabelecimentos que você costuma visitar.

Na dúvida (e se você estiver sem a carteira), peça para pagar primeiro ou faça uma pequena compra-teste. Feita a confirmação, você pode seguir para a escolha do almoço, jantar ou encher o carrinho de compras.

E você? Já está usando o Samsung Pay? Conte pra gente.

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top