Conecte-se conosco
size_590_Stephen-Elop_Nokia

Geral

Sete razões para a parceria Nokia Microsoft

Esquentando o debate, e lembrando que alianças estratégicas são realizadas para explorar oportunidades, neutralizar ameaças e sustentar posições conquistadas em relação às empresas envolvidas, o site WebInsider publicou 7 razões para a existência da parceria entre Nokia e Microsoft. Veja…

Esquentando o debate, e lembrando que alianças estratégicas são realizadas para explorar oportunidades, neutralizar ameaças e sustentar posições conquistadas em relação às empresas envolvidas, o site WebInsider publicou 7 razões para a existência da parceria entre Nokia e Microsoft. Veja abaixo:

1. Economias de escala: ganhos ocorrem toda vez que os novos parceiros têm oportunidades de compartilharem fábricas, escritórios, frotas, sistemas, fornecedores e em muitos casos funcionários, reduzindo a folha de pagamento e melhorando suas margens de lucratividade.

2. Aprendendo com os concorrentes: as empresas podem aprender com os recursos e capacidades dos novos sócios. Procedimentos e métodos, inovações e cultura organizacional são alguns dos exemplos usualmente compartilhados.

3. Gerenciar riscos e recursos: em alguns casos são necessários investimentos de grande monta, seja para desenvolver novos produtos, tecnologias ou mercados. Compartilhar recursos pode ser uma boa estratégia para diluí-los, reduzindo os riscos inerentes.

4. Criar um ambiente competitivo favorável: em algumas situações, a aliança pode diminuir a concorrência, através da concentração de mercado. Este aumento no poder de barganha é, todavia, fiscalizado por órgãos competentes – no caso do Brasil o CADE é o responsável por esta análise.

5. Facilitar o desenvolvimento de padrões tecnológicos: concorrentes podem se unir para criar padrões que sejam utilizados por toda a indústria, facilitando a interoperabilidade entre os fabricantes. Quem já viajou para o exterior sabe o caos para encontrar adaptadores de tomadas.

6. Facilitar a entrada em novos mercados: entrar em um novo país ou região através de uma aliança pode queimar diversas etapas, tais como: estudos de mercado, conhecimento de clientes, busca de fornecedores, legislações, contratações e investimentos em infra estrutura.

7. Facilitar a saída de mercados: abandonar um país ou linha de produto pode ser menos dispendioso caso uma aliança seja feita. Os custos com eventuais processos ou manutenção de uma célula para atendimento dos clientes antigos podem ser repassados ao parceiro.

O acordo assinado entre as marcas a algumas semanas atrás contempla diversos motivos elencados – economia de escala, aprendizado, ambiente e desenvolvimento – os quais ainda precisarão se provar como criadores de valor aos acionistas que, diga-se de passagem, se demonstraram nada contentes com a mudança.

.
Boa notícia: este acordo promete render os primeiros frutos já no próximo ano. O presidente do conselho da Nokia, Jorma Olilla, afirmou que celulares da companhia equipados com o sistema operacional da Microsoft chegarão ao mercado a partir de 2012. O executivo indicou ainda que a Nokia tem outros parceiros potenciais além da Microsoft e do Google.

E você? Concorda com a aliança entre estas empresas?

Dê sua opinião no campo de comentários abaixo.

.

Via: WebInsider

Bruno A. Martinez é advogado, bancário e criador do Showmetech. E sim, todo mundo pergunta por que ele não estudou algum curso relacionado com tecnologia.

Comentários

Mais de Geral

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top