Conecte-se conosco
skydrive

Aplicativos

SkyDrive terá que mudar de nome, mas segue adicionando funções

Serviço de armazenamento em nuvem da Microsoft, SkyDrive, terá que ganhar um novo nome. Enquanto isso, ganha também uma interessante nova habilidade.

skydrive

Na quarta-feira (31/7), a Microsoft e a BSkyB (British Sky Broadcasting) anunciaram que um acordo foi selado sobre a disputa pela marca “SkyDrive”. A BSkyB se opunha ao uso do nome porque possui os direitos sobre a marca “Sky”, que ela usa em canais de TV como Sky Sports e Sky Movies. A Microsoft decidiu evitar uma batalha judicial contra a maior distribuidora de TV a cabo do Reino Unido, apesar do papel estratégico que o serviço de armazenamento na nuvem terá nos novos produtos da companhia, principalmente Windows 8.1 e Office 365.

O acordo inclui uma compensação financeira a ser paga à BSkyB e, em contrapartida, a empresa britânica permitirá que a Microsoft utilize a marca SkyDrive por mais algum tempo, enquanto prepara a transição para um novo nome. Tanto a quantia a ser paga quanto o período pelo qual o serviço seguirá com o nome atual, não foram revelados. As apostas desse blogueiro vão para “Office Drive”. Explica-se: o uso da marca “Office”, além de seguro, seria uma forma de promover as versões online de Word, Excel, PowerPoint e OneNote, disponíveis no SkyDrive, mas que a maioria dos usuários desconhece.

skydrive_code_editor

Enquanto o novo nome não é definido, o time de desenvolvimento do SkyDrive, segue melhorando o serviço, utilizado por 250 milhões de pessoas, segundo a Microsoft. Esta semana, usuários que possuem códigos-fonte salvos no serviço notaram que eles se tornaram editáveis pela página na web do SkyDrive. O editor online de código-fonte é o mesmo utilizado em outros serviços web da Microsoft (leia-se Windows Azure, TypeScript e TFS Online) e possui funções como auto-completar e realce de cores em métodos, variáveis, etc. Entre os tipos de arquivos suportados estão HTML, CSS, C# e JavaScript, porém, podem haver mais linguagens, uma vez que a funcionalidade ainda não foi divulgada oficialmente pela empresa.

Fontes: The Verge, Scott Hanselman

Já vivia na nuvem antes de ser modinha.

Comentários

Mais de Aplicativos

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top