Conecte-se conosco

Android

Smartphone, Tablet e Netbook. Esse é o Padfone, da Asus

Finalmente, ele chegou. O híbrido prometido pela Asus desde a Computex 2011 foi lançado oficialmente durante a WMC 2012 com muito mais do que se esperava. A proposta do aparelho seria apenas um smartphone que se transformasse em tablet, mas a empresa aproveitou para acrescentar também um dock semelhante ao dos tablets Eee Transformer e Eee Transformer Prime (com bateria extra inclusa), além de uma caneta stylus cheia de funcionalidades interessantes…

Finalmente, ele chegou. O híbrido prometido pela Asus desde a Computex 2011 foi lançado oficialmente durante a WMC 2012 com muito mais do que se esperava. A proposta do aparelho seria apenas um smartphone que se transformasse em tablet, mas a empresa aproveitou para acrescentar também um dock semelhante ao dos tablets Eee Transformer e Eee Transformer Prime (com bateria extra inclusa), além de uma caneta stylus cheia de funcionalidades interessantes.

Para sustentar todos estes recursos, o Asus Padfone roda o novo Android “Ice Cream Sandwich” num processador dual-core Qualcomm Snapdragon S4 de 1.5GHz, com 1GB de memória RAM e 16GB ou 32GB de memória interna, podendo ser expandido com cartões microSD. As configurações se completam com tela Super AMOLED de 4.3″, com resolução qHD (960 x 540); câmera de 8MP com autofoco e flash LED, capaz de filmar em FullHD (1080p) e uma câmera frontal VGA, com recursos de vídeo-chamadas, chats e hangouts.

PadFone Station

O grande trunfo desse aparelho é o PadFone Station. Encaixando seu PadFone ao dock, ele ganha um upgrade de câmera frontal (passa a usar uma de 1.3MP), de tela (passa a ter 10.1″ com resolução de 1280 x 800) e um considerável aumento da duração bateria, que passa a ter 8120mAh.

Como a Asus Brasil citou em seu blog, o Adrenaline, o Asus Padfone é praticamente “um Megazord“.

A caneta Stylus

Mais um item para uso do Padfone que me surpreendeu: aparentemente uma caneta comum, a stylus do Padfone se transforma em um fone Bluetooth! O princípio é simples (embora um tanto estranho): seu celular está no Padfone Station e toca, use a caneta para falar.

Esses não foram os únicos aparelhos lançados pela Asus na WMC 2012. Além do Padfone, foram lançados mais dois membros da família Transformer (antiga linha Eee Pad): O 300 series, com processador quad-core NVIDIA Tegra 3 e tem uma tela IPS de 10.1 polegadas de 1280×800 de resolução e o Infinity, com o processador QualComm Snapdragon S4 e display Super IPS+ de 1920×1200 pixels.

"There was a young lady named Bright Whose speed was far faster than light; She set out one day In a relative way And returned on the previous night."

Comentários

Mais de Android

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top