Conecte-se conosco
"Apenas aguardando instruções"

Ciência e Tecnologia

SpaceX falha mais uma vez em pousar um foguete no mar

Neste domingo (17), a SpaceX falhou pela terceira vez em pousar, com sucesso, um foguete em uma plataforma no mar. Infelizmente, o foguete posou com muita força e acabou…

Falcon9 V1.1

SpaceX – Falcon 9

Neste domingo (17), a SpaceX falhou pela terceira vez em pousar, com sucesso, um foguete em uma plataforma no mar. Infelizmente, o foguete posou com muita força e acabou quebrando uma das pernas de suporte. Desta vez contudo, a culpa pode não ter sido 100% da SpaceX, o navio drone autônomo teve que enfrentar um mar agitado e isso pode ter sim atrapalhado o pouso. A SpaceX já conseguiu aterrizar com sucesso um dos seus foguetes em Dezembro, este porém foi aterrizado em solo.

Então porque a SpaceX continua?

Mas porque a empresa de Elon Musk então escolheu tentar pousar mais uma vez no mar? Isso pode ter uma série de motivos:

"Apenas leia as instruções"

“Apenas leia as instruções”

  • O primeiro deles é a SpaceX não conseguiu permissão ambiental para poder pousar na base de Vanderberg na Califórnia de onde foi feito o lançamento.
  • O segundo é que foguete utilizado não é mesmo anunciado em Dezembro, o Falcon 9, o utilizado na missão foi o Falcon 9 v1.1, este foguete não é tão potente quanto o outro, sendo assim foi necessário mais combustível para colocá-lo em órbita.
  • E por fim, pousar no mar representa uma economia absurda de dinheiro e combustível já que o navio se mexe, e não é necessário que o foguete se realinhe para pousar em local determinado.

Muitas pessoas tem se perguntando se o modelo de negócio da SpaceX é viável, no caso o modelo só se tornar viável se a empresa conseguir reutilizar seus foguetes com certa frequência. Dessa forma, uma missão espacial que custaria US$ 60 milhões, passaria a custar “penas US$ 200 mil doláres, (sem contar os custos necessários para inspecionar e abastecer o foguete para colocá-lo operacional novamente).

A missão de hoje tinha como objetivo levar a órbita o satélite Jason-3 da NASA, ele foi construído para monitorar a superfície do mar e trazer dados de previsão do clima e mudanças de temperatura, apesar da aterrizagem forçada o objetivo da missão foi concluído com sucesso.

Logo Oficial da Missão, o satélite foi feito em parceira entre dois institutos americanos.

Logo Oficial da Missão, o satélite foi feito em parceira entre dois institutos americanos.

Essa é mais uma etapa na nova corrida espacial, onde tanto a Blue Origin de Jeff Bezos, quanto a SpaceX de Elon Musk competem palmo a palmo para ver quem consegue oferecer missões espaciais mais baratas.

E você o que acha disso?

Nerd e profissional de TI desde que se entende por gente. Gosta de cultura geek e adora escrever sobre tudo um pouco.

Comentários

Mais de Ciência e Tecnologia

Dica

Mais Lidas

Reviews

Cultura Geek

Tutoriais

To Top